Moura

Localizada na região do alentejo, mais concretamente no distrito de Beja, Moura é sede de município com cerca de 15 170 habitantes distribuídos por 5 freguesias (Amareleja, Póvoa de São Miguel, Sobral da Adiça, União de freguesias de Santo Agostinho, São João Baptista e Santo Amador e União de freguesias de Safara e Santo Aleixo da Restauração.

Este concelho é um dos que constitui a denominada “Raia Alentejana” fazendo fronteira a este e sul com Espanha. Faz ainda fronteira a norte com Mourão, a este com Barrancos, a sul com Serpa e a oeste com Vidigueira, Portel e Reguengos de Monsaraz.

Moura está inteiramente ligada à lenda da Moura Salúquia. Conta a lenda que Salúquia enquanto esperava na sua torre pelo noivo viu aproximar-se uma comitiva de cavaleiros que pensando ser a comitiva do noivo mandou abrir os portões do castelo. No entanto tudo não passava de um embuste pelos Cristãos qMouraue assim conseguiram entrar na fortificação da cidade e conquistaram-na aos mouros. Vendo o erro cometido a princesa viria a lançar-se da sua torre, morrendo de seguida, tanto que o brasão da cidade têm a imagem de uma moura deitada no chão, junto a uma torre, morta. Comovidos por esta história a cidade, que até então se chamava de Al-Manijah, passou a ter o nome de Terra da Moura.

Relativamente à sua fundação como município, a mesma teve origem no ano de 1295 através de carta de foral dada por Dom Dinis, aquando da sua reconquista definitiva pelos cristãos, sendo apenas elevada a cidade no ano de 1988, mais concretamente a 1 de Fevereiro, sendo o seu orago Nossa Senhora do Carmo e o feriado Municipal a 24 de Junho.

No que concerne à população residente, este foi mais um dos concelhos alentejanos que teve o seu pico populacional no ano de 1960, sendo que após isso e até à actualidade viu perder cerca de metade da população residente, sendo que o sector de actividade principal deste concelho é a agricultura. Este concelho apresenta ainda um clima mediterrânico, de Verões quentes e secos (sendo muitas vezes a freguesia de Amareleja a que apresenta as temperaturas mais elevadas no verão em Portugal), e Invernos rigorosos e frios

Em termos turísticos o município tem vários pontos de interesse quer natural quer construído destacando-se os inúmeros templos religiosos espalhados pelo concelho assim como os conventos, o Castelo de Moura, a Atalaia Magra, o Lagar de Varas Fojo o Museu Municipal de Arte Sacra, o Museu do Rio, o Poço Árabe, a ponte romana e o edifício dos quartéis, entre outros. Destaque ainda para o Centro Fotovoltaico da Amareleja.

Onde Comer Onde Dormir

Gostaria de anunciar o seu estabelecimento aqui?
saiba como >>>

Gostaria de anunciar o seu estabelecimento aqui?
saiba como >>>
Onde se Divertir O que Visitar
Gostaria de anunciar o seu estabelecimento aqui?
saiba como >>>
Gostaria de anunciar o seu estabelecimento aqui?
saiba como >>>
1477 Visualizações 2 Total
1477 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.