Gostaria de ser nosso colaborador?

É especialista em alguma das áreas de conhecimento presentes na nossa enciclopédia? Tem gosto pela escrita? Gostaria de ser editor numa enciclopédia em português, integralmente escrita por especialistas? Gostaria de partilhar conhecimento?

Se a sua resposta é sim, então envie-nos o seu CV para geral@knoow.net para que possamos analisar e enviar mais detalhes sobre a forma de colaboração.

 

Áreas para as quais procuramos especialistas:

  •  Biologia
  •  Economia
  •  História
  •  Medicina
  •  Medicina Veterinária
  •  Filosofia
  •  Sociologia
  •  Contabilidade
  •  Direito
  •  Mecânica
  •  Química
  •  Física
  •  Matemática

 

Mondim de Basto (Portugal)

Apresentação da vila de Mondim de Basto e do seu concelho: caracterização sócio-económica, histórica, heráldica, património histórico, edificado e património natural.

Mondim de Basto é uma vila portuguesa e sede de concelho pertencente ao distrito de Vila Real localizada na região Norte e sub-região do Tâmega. Segundo os Censos de 2011, a vila de Mondim de Basto conta com 1932 pessoas e o município conta com uma área de 172,08 km² e tem uma população de 7 493 habitantes num total de 6 freguesias, a saber: Atei, Bilhó, Campanhó e Paradança, Ermelo e Pardelhas, Mondim de Basto e Vilar de Ferreiros. Faz fronteira com os concelhos de Ribeira de Pena, Vila Real, Amarante, Celorico de Basto e Cabeceiras de Basto.

 x435

História do Concelho:

O Monte Farinha revela-nos quer histórica quer arqueologicamente que a sua importância remonta a tempos recuados evidenciando-se como um local estratégico e religioso. O primeiro documento escrito no qual se refere o nome do Monte Farinha data de 1115, no entanto sabemos que a ocupação humana nas suas vertentes vem já de tempos anteriores. Da Idade de Ferro, é exemplo o Castro do Castroeiro ligado ao sistema defensivo do castro dos Palhaços, que era o centro político e militar de toda a região. Já a estação de Campelo, tem-se afirmado como importante referência da arte atlântica peninsular. Exemplo disso é o santuário de gravuras e inscrições rupestres que nela podemos apreciar. Há também quem defenda (Ilídio de Araújo) que a influência celta esteve presente no concelho. Caso disso, é o menir apelidado de a “Pedra Alta” ao qual são associados cultos celtas antiquíssimos. Outros investigadores defendem que aqui se localizaria o petouto de “Volóbriga”, pertencente à tribo celta dos Nemetanos.

Há referência também à influência romana. No século II antes de Cristo, as legiões romanas sob o comando do cônsul Décio Júnio Bruto invadiram e conquistaram estes territórios. Dizem os especialistas que no Alto da Senhora da Graça poderá ter existido a célebre vila de Cinínia, pertencente à tribo dos Tamecanos. Com a romanização imposta, as terras passaram a ter as primeiras formas de organização civil e administrativa e aos poucos viriam a mostrar produtividade. Foram construídas estradas e pontes, explorados minérios e ensinada a arte de trabalhar a telha e o tijolo. As tijoleiras de Carrazedo teriam aqui a sua origem. Associada aos caminhos de Santiago está a Romaria de São Tiago, referenciada já desde 1500. Por volta do século XVII é D. António Luís de Meneses, 1º. Marquês de Marialva, o donatário da vila de Mondim. Durante este período a vila de Mondim, era conhecida pela sua indústria de curtumes, fornecendo o país de couro e calçado. Mondim de Basto na sua história tem várias personagens ilustres e que tiveram um papel importante para o concelho: Frei António de S. Bernardo Queirós; Frei José de S. Bernardo Mondim Borges de Azevedo Mourão; Abade José Joaquim da Costa Leite; António da Costa Cardoso e o Dr. António Borges de Castro, que é uma referência obrigatória no historial da cultura mondinense deste século.

fisgas-ermelo

Património Natural e Edificado:

No que toca ao Património Edificado de Mondim de Basto, o Santuário de Nossa Senhora da Graça é o mais icónico do concelho, localizado no Monte Farinha. A Ponte e o Pelourinho de Ermelo, o Solar dos Azevedos e o Núcleo Museológico Azenha Casa da Igreja são outros destaques de um concelho que prima e muito pelo património Natural. O já citado Monte Farinha é uma elevação em jeito de espiral que dá uma vista panorâmica de 360º sobre todo o concelho e é muitas vezes utilizado para chegadas da Volta a Portugal em bicicleta. O Parque Natural do Alvão pode-se visitar no concelho de Mondim de Basto, onde se localizam, as famosas Fisgas do Ermelo, uma das maiores quedas de água da Europa, de onde nasce o Rio Olo.

 

brasão mondim de bastoBrasão da Vila:

O Brasão da Vila de Mondim de Basto tem um Escudo de prata com um cacho de uva de vermelho realçado de prata, folhado e troncado de negro, bordadura de negro carregado de oito abelhas de ouro realçadas de negro. Coroa mural de prata de quatro torres. Listel branco com os dizeres : ” VILA DE MONDIM DE BASTO “, de negro.

 

Acordos de Geminação e Cooperação:

A vila de Mondim de Basto conta com 1 acordo de cooperação e geminação, a saber:

  • Saint-Avertin é uma comuna francesa com cerca de 14.000 localizada no departamento do Indre-et-Loire (sem data disponível)
605 Visualizações 1 Total
605 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.