Lourinhã, Portugal

Este artigo é patrocinado por: «A sua instituição aqui»

Apresentação da vila e município de Lourinhã

Lourinhã é um município português localizado no distrito de Lisboa na região de Lisboa e sub-região do Oeste. É um município com 25 735 habitantes, de acordo com os censos de 2011, com oito freguesias em 147,17 km².

O município é limitado a norte por Peniche e Óbidos, a nordeste pelo Bombarral, a sueste pelo Cadaval, a sul por Torres Vedras e a oeste pelo Oceano Atlântico.

As oito freguesias do concelho de Lourinhã são Lourinhã e Atalaia, Miragaia e Marteleira, Moita dos Ferreiros, Reguengo Grande, Ribamar, Santa Bárbara, São Bartolomeu dos Galegos e Moledo e Vimeiro.

História

A etimologia da Lourinhã não é muito clara. Apesar de aparentemente ter origem roman, numa vila denominada Laurinianum, Laurinius ou Louriana. Por outro lado, pode provir de laurus, uma palavra latina que significa loureiro, uma árvore abundante na região.

A região da Lourinhã foi habitada desde a pré-história, existindo vestígios e objetos da presença humana desde o Paleolítico, Neolítico e Calcolítico. Assim, foram vários os povos que passaram pela região e deixaram a sua marca até à chegada dos romanos, que moldaram definitivamente o modo de vida das populações nessa região.

A vila medieval está associada a D. Jordão, um cavaleiro francês que participou no cerco de Lisboa em 1147. D. Afonso Henriques concedeu a Jordão a região da Lourinhã e permitiu que concedesse um foral em 1160. Este primeiro foral foi confirmado por D. Sancho I em 1218 e por D. Afonso III em 1251. Um novo foral foi atribuído em 1512 por D. Manuel I.

Património natural e edificado

A Lourinhã tem 12 quilómetros de praias e por isso é um local muito procurado durante os meses de Verão, destacando-se a Praia de Paimogo, a Praia do Caniçal, a Praia de Vale Frades, a Praia da Malhada, a Praia da Areia Branca, a Praia de Areal, a Praia do Mexilhoal, a Praia da Peralta, a Praia de Porto das Barcas, a Praia do Zimbral,a Praia de Porto Dinheiro e a Praia de Valmitão.

Em relação ao património edificado pode visitar os seguintes locais:

  • Museu da Lourinhã
  • Igreja de Santa Maria do Castelo
  • Igreja de São Sebastião
  • Capela de Nossa Senhora dos Anjos
  • Santa Casa da Misericórdia
  • Convento de Santo António
  • Forte de Paimogo
  • Museu Rural do Reguengo Grande

Gastronomia

O concelho tem uma gastronomia diversa e rica com bolos, sobremesas e vinhos. Neste contexto, em visita por este concelho, não deixe de provar os amendoados, e as areias brancas. Além disso, dada a proximidade do mar, o marisco é um dos produtos de excelência da região. Na área dos vinhos, destaca-se a aguardente da Lourinhã, uma especialidade do concelho com mais de 200 anos.

Geminações

Com o objetivo de aproximar os povos e criar laços históricos e culturais de amizade, o município celebrou os seguintes Protocolos de Geminação:

  • Ecully (França)
  • Sal (Cabo Verde)
  • Deuil-la-Barre (França)

Brasão da cidade

Lourinha

O brasão da cidade é um escudo de vermelho, com um loureiro de verde frutado de ouro num terrado de negro realçado de verde. O tronco acompanhado por duas flores-de-lis de ouro. Em chefe está um crescente de prata e um sol de ouro. A coroa mural é de prata com quatro torres e o listel é branco com os dizeres VILA DA LOURINHÃ a negro.

Municípios do Distrito de Lisboa

Alenquer Amadora Arruda dos Vinhos Azambuja
Cadaval Cascais Lisboa Loures
Lourinhã Mafra Odivelas Oeiras
Sintra Sobral de Monte Agraço Torres Vedras Vila Franca de Xira
36 Visualizações 1 Total
36 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.