Gostaria de ser nosso colaborador?

É especialista em alguma das áreas de conhecimento presentes na nossa enciclopédia? Tem gosto pela escrita? Gostaria de ser editor numa enciclopédia em português, integralmente escrita por especialistas? Gostaria de partilhar conhecimento?

Se a sua resposta é sim, então envie-nos o seu CV para geral@knoow.net para que possamos analisar e enviar mais detalhes sobre a forma de colaboração.

 

Áreas para as quais procuramos especialistas:

  •  História do Brasil
  •  História de Angola
  •  História de Moçambique
  •  Medicina
  •  Medicina Veterinária
  •  Filosofia
  •  Sociologia
  •  Contabilidade
  •  Direito
  •  Mecânica
  •  Química
  •  Física
  •  Matemática

 

Freixianda (Ourém)

Apresentação da localidade de Freixianda (Ourém): caracterização sócio-económica e demográfica, história, património histórico e edificado e património natural.

Apresentação da localidade de Freixianda

Igreja Matriz da Freixianda

Igreja Matriz (Autor: Paulo Nunes – Ago/2017)

FICHA DA LOCALIDADE

Localidade: Freixianda
Classificação: Vila/Lugar

População: 383 habitantes (Censos 2011)
Coordenadas: 39°45’40.8″N 8°27’33.0″W
País: Portugal
Distrito: Santarém
Concelho: Ourém
Freguesia:  Freixianda, Ribeira do Fárrio e Formigais

.

.

.

….

Freixianda é uma vila e sede da freguesia ‘União de Freguesias de Freixianda, Ribeira do Fárrio e Formigais‘ (freguesia criada com a reorganização administrativa de 2013), pertencente ao concelho de Ourém, distrito de Santarém. De acordo com os Censos de 2011 do INE, a população residente na vila da Freixianda era nesse ano de 383 pessoas. A vila está localizada a norte do concelho de Ourém, nas margens do rio Nabão.

Antes da reorganização administrativa de 2013, e segundo os Censos de 2011, a freguesia tinha uma população de 2.474 habitantes e a sua área total da freguesia era de 30,16 km2, dos quais 9% com ocupação humana, 26% com ocupação agrícola e 43% com ocupação florestal. As localidades que faziam parte da freguesia de Freixianda eram as seguintes: Abades, Aldeia de Santa Teresa, Arneiro, Avanteira, Besteiros, Casal do Pinheiro, Casal da Sobreira, Charneca, Cumeada, Fonte Fria, Freixianda, Granja, Junqueira, Lagoa de Santa Catarina, Lagoa do Grou, Malaguarda, Parcerias, Perucha, Porto do Carro, Póvoa, Ramalheira, São Jorge, Vale do Carro e Várzea do Bispo.

Os principais equipamentos públicos da Freixianda são uma biblioteca, uma extensão do centro de saúde, um recinto  desportivo, bombeiros voluntários, e uma Escola C+S.

História da Freixianda

A história da Freixianda é muito antiga e perde-se no tempo. Prova disso é o vasto acervo de achados e vestígios arqueológicos encontrados na freguesia e de que são exemplo Casais da Matinha e Cabeço de Maria Candal. A estes exemplos junta-se a tradição oral que afirma a passagem por estas terras de D. Afonso Henriques com o seu exército em 1147, servindo-se da via medieval que ligava Santarém a Coimbra.

A antiguidade da Freixianda é reforçada pela existência de um documento medieval, datado de 1179, e que fazia já referência a ‘Freixineta’, um topónimo de origem latina que havia resultado da evolução de ‘Fraixinum’, certamente em alusão à abundância de freixos existentes na zona. Contudo, neste documento, de D. Gilberto, bispo de Lisboa, ‘Freixineta’ não seria uma povoação mas sim um rio, que corresponde ao atual rio Nabão. No texto, D. Gilberto indica o que na sua perspetiva seria o termo do Castelo de Ceras: “(…) passa pela ribeira da Murta  conforme desce para a  Freixianda e daí vem ao Porto de Tomar que é na estrada de Coimbra que vai para Santarém”. Nesta passagem, ‘riberira da Murta’ é o atual ‘Rego da Murta’, ‘Freixianda’ refere-se à ‘ribeira da Freixianda’, ou seja, o atual Nabão e ‘Tomar’ refere-se não à atual cidade de Tomar mas sim a uma parte do percurso do atual rio Nabão; o ‘Porto de Tomar’ corresponde a uma passagem ou ponte que existiria nessa parte do rio, provavelmente entre as atuais localidades de Sandoeira e Formigais.

Na vertente religiosa, a Freixianda é também muito antiga. Prova disso é a criação em 1304 da Igreja das ‘Freixedas’ para a qual é nomeado o clérigo Domingues Peres. Mais tarde, em 1376 é nomeado João Afonso para o priorado da dita Igreja das ‘Freixedas’. Em 1445, por ordem de D. Afonso, 4.º Conde de Ourém, o priorado é extinto e integrado na Colegiada de Ourém. Em 1567 a freguesia recebia o título de Vigararia perpétua por carta do Cardeal D. Henrique e é sabido que no princípio do século XVII já integrava cerca de uma dúzia de capelas.

Durante os séculos seguintes, a partir do seu território original foram criadas três novas freguesias, nomeadamente: Rio de Couros em 1729, Casal dos Bernardos em 1964 e Ribeira do Fárrio em 1989.

Em 30 de Agosto de 1995, a dimensão histórica e a dinâmica socioeconómica da Freixianda foram os principais argumentos que determinaram a elevação da localidade a Vila (Lei nº 55/95 de 30 de Agosto).

Património arquitetónico, cultural e natural.

Do ponto de vista natural, o grande destaque vai para o rio Nabão que percorre toda a extensão da freguesia num vale de grande beleza paisagística.

Quanto ao património arquitetónico, salientam-se as diversas igrejas existentes na Freixianda e nas localidades limítrofes, algumas das quais muitas antigas, destacando-se a secular capela de Santa Marta, no Arneiro, a capela da Perucha, ou a igreja matriz em honra de N.ª Sr.ª da Purificação, dotada de três naves de capela-mor abobada e junto da qual se localiza o cruzeiro.

Relativamente ao património cultural, e apesar da Freixianda ter sofrido fortemente ao longo das últimas décadas com o fenómeno migratório, mantém-se vivas inúmeras tradições nomeadamente as numerosas festas e romarias que todos os anos se realizam na vila e nas localidades da antiga freguesia: Festa de São Pedro (último Domingo de Junho), Festa do Sagrado Coração de Jesus (1º fim-de-semana de Setembro), Festa de Nossa Senhora das Candeias (Fevereiro-Domingo magro), Julgamento do Bacalhau (Domingo de Páscoa – de 2 em 2 anos alternando com encontro de ranchos), Festa de São Jorge (23 de Abril) e Festa de Nossa Senhora da Assunção (15 de Agosto). Referência também para a aposta em atividades de animação sócio-cultural e desportiva como comprovam as  Associações Desportivas, Culturais e Recreativas e os dois Ranchos Folclóricos.

HeráldicaFreixianda-01

Brasão – escudo de vermelho, uma ponte de dois arcos de prata. lavrada de negro, movente dos flancos e de campanha ondeada de praia e azul e encimada por um ramo de freixo de ouro. Coroa mural de prata de quatro torres. Listel branco, com a legenda a negro, em maiúsculas: «FREIXIANDA».
Bandeira – esquartelada de vermelho e amarelo. Cordão e borlas de ouro e vermelho. Haste e lança de ouro.
Selo – nos termos da lei com a legenda «Junta de Freguesia de Freixianda – Ourém».

Este artigo faz parte do Portal de Ourém

……

Onde Comer Onde Dormir

Gostaria de anunciar o seu estabelecimento aqui?
saiba como >>>

Gostaria de anunciar o seu estabelecimento aqui?
saiba como >>>
Onde se Divertir O que Visitar
Gostaria de anunciar o seu estabelecimento aqui?
saiba como >>>
Gostaria de anunciar o seu estabelecimento aqui?
saiba como >>>

….

 

Galeria Fotográfica

Vila da Freixianda

Vila da Freixianda (Autor: Paulo Nunes – Ago/2017)

Vila da Freixianda

Vila da Freixianda (Autor: Paulo Nunes – Ago/2017)

306 Visualizações 2 Total
306 Visualizações

 

 

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo

Flag Counter