Coruche, Portugal

Este artigo é patrocinado por: «A sua instituição aqui»

Apresentação da vila e município de Coruche

Coruche é um município português localizado no distrito de Santarém, na região do Alentejo e sub-região do Ribatejo. É um município com 19 944 habitantes, de acordo com os censos de 2011, com seis freguesias em 1 115,72 km². O município é limitado a norte por Almeirim e Chamusca, a nordeste por Ponte de Sor, a leste por Mora, a sueste por Arraiolos, a sul por Montemor-o-Novo e pela fração secundária do Montijo, a oeste por Benavente e a noroeste por Salvaterra de Magos.

As seis freguesias do concelho de Coruche são Biscainho, Branca, Coruche, Fajarda e Erra, Couço, Santana do Mato e São José da Lamarosa.

História

Ao longo do vale do rio Sorraia é possível testemunhar a presença humana através de vários vestígios arqueológicos que, tendo em conta os recursos naturais existentes, confirmam que desde o Paleolítico que ali se verificou a presença humana.

Também os romanos deixaram marcas neste vale, sugerindo um povoamento concentrado junto ao rio e uma ocupação rural intensa entre os séculos I e V.

Durante o período islâmico Coruche assumiu uma posição estratégica entre as cidades de Xantarîn (Santarém) e Yâbura (Évora), tendo sido construída a fortificação que durante o processo da Reconquista teve um papel fundamental.

D. Afonso Henriques chegou a Coruche a 1166 e em 1176 entrega a manutenção da zona à Ordem Militar dos Freires de Évora. O primeiro foral foi concedido à vila a 26 de maio de 1182 por D. Afonso Henriques. Mais tarde foi confirmado por D. Sancho I em 1189 e por D. Afonso II em 1218.

Património

O património do concelho de Coruche inclui uma importante riqueza edificada e arqueológica, nomeadamente:

  • Monumentos Megalíticos
  • Pelourinho de Coruche
  • Ponte da Coroa
  • Aqueduto do Monte da Barca
  • Casa dos Cota Falcão
  • Açude Ponte Pedonal do Sorraia
  • Ermida de Nossa Senhora do Castelo
  • Igreja da Misericórdia
  • Igreja de Santa Ana
  • Igreja de São Pedro
  • Igreja de Santo António
  • Igreja de São Mateus
  • Igreja de Santa Justa

Em relação à beleza natural do concelho pode visitar a floresta de montado, a Paisagem Protegida Local do Açude do Monte da Barca e a área natural do Açude da Agolada.

Gastronomia

Coruche tem uma tradição gastronómica muito importante, uma vez que os pratos tradicionais revelam as atividades económicas locais, nomeadamente a agricultura.

Como principais pratos tradicionais destaca-se a sopa de feijão-frade do couço, a sopa de feijão com couve, a canja de toiro bravo, a açorda de sável, o bacalhau assado com migas, o arroz de entrecosto, as migas de batata com carne de porco, o cabrito frito à lavrador, a febra e cachola de azeite e vinagre, a farinheira de sangue, as espetadas de vitela braga em pau de loureiro, a favada com nacos de vitela brava e o bife à Vitor Mendes.

Por fim, na doçaria pode provar o bolo de nozes, o bolo de mel, os bolos brancos, o arroz doce, as areias do Sorraia, as azevias e o nógado de pinhão e mel.

Brasão da cidade

Coruche

O brasão da cidade é um escudo de ouro com uma torre torreada de vermelho, aberta e iluminada de prata, acompanhada de dois pinheiros de verde com troncos de negro e arrancados do mesmo, rematados por duas corujas afrontadas de sua cor. Em chefe uma cruz antiga de Avis, de verde. A coroa mural é de prata de quatro torres de prata e o listel é branco com a legenda VILA DE CORUCHE a negro.

Municípios do Distrito de Santarém

Abrantes Alcanena Almeirim Alpiarça Benavente
Cartaxo Chamusca Constância Coruche Entroncamento
Ferreira do Zêzere Golegã Mação Ourém Rio Maior
Salvaterra de Magos Santarém Sardoal Tomar Torres Novas
Vila Nova da Barquinha
74 Visualizações 1 Total
74 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.