Anadia, Portugal

Anadia é um município português localizado no distrito de Aveiro, na região Centro e sub-região do Baixo Vouga. É um município com 29 150 habitantes, de acordo com os censos de 2011, com 216,64 km² e com 10 freguesias. Anadia é limitado a norte por Águeda, a leste por Mortágua, a sul por Mealhada, a sul e oeste por Cantanhede e a noroeste por Oliveira do Bairro.

As 10 freguesias do concelho de Anadia são: Amoreira da Gândara, Paredes do Bairro e Ancas, Arcos e Mogafores, Avelãs de Caminho, Avelãs de Cima, Moita, São Lourenço do Bairro, Sangalhos (vila), Tamengos, Aquim e Óis do Bairro, Vila Nova de Monsarros e Vilarinho do Bairro.

História

Antes do domínio romano são poucos os documentos que comprovam o povoamento do concelho de Anadia, uma vez que carecem de comprovação alguns vestígios alegadamente do Paleolítico, do Neolítico e da Idade do Ferro. No entanto, os vestígios da presença romana são evidentes e encontram-se um pouco por todo o concelho.

Sendo um concelho com quase cinco séculos de história, Anadia sofreu várias alterações de caráter administrativo que resultaram na sua organização atual. Em 1210, D. Sancho I concedeu o foral ao concelho de Ferreiros, Fontemanha e Vale de Avim, povoações que integram a atual freguesia da Moita. É no início do século XVI, em 1514, que D. Manuel I criou formalmente os concelhos de Anadia, Avelãs de Cima, Vilarinho do Bairro, Carvalhais, São Lourenço do Bairro, Aguim, Sangalhos, Pereiro, Óis do Bairro, Mogofores, Avelãs de Caminho, Boialvo e Vila Nova de Monsarros.

No século XX o concelho de Anadia foi adquirindo a sua divisão atual.

Património edificado e natural

Ao nível do património edificado destaca-se o Pelourinho de São Lourenço do Bairro, o Palácio da Graciosa, o Palácio Foz de Arouce, a Igreja Matriz de Arcos, a Igreja Matriz da Moita, a Igreja de São Pedro, a Igreja Matriz de Sangalhos, o Santuário Maria Auxiliadora, a Casa da Quinta do Tanque, a Capela de Nossa Senhora das Neves e Fontanário, a Capela de Nossa Senhora da Piedade, o Paço de Óis, a Casa de António Seabra e a Capela de Nossa Senhora das Lezírias.

O termalismo é uma das principais atrações de Anadia. As termas da Curia incluem um parque que, para além do hotel, tem um lago artificial, diversas pontes, campos de jogos e casa de chá. Já as termas do Vale da Mó são conhecidas pela qualidade das suas águas, ricas em ferro e magnésio.

Gastronomia

O prato mais popular da gastronomia de Anadia é o leitão da Bairrada, tradicional da região. Além disso, é possível provar cabidela de leitão, sarrabulho e negalhos, assim como o bacalhau à Senhor Prio de Tamengos. Na doçaria incluem-se o arroz doce, a aletria, as barrigas de freira e os amores da Curia. Todos estes pratos são acompanhados pelos vinhos típicos da região.

Geminações

Com o objetivo de aproximar os povos e criar laços históricos e culturais de amizade, o município celebrou os seguintes Protocolos de Geminação:

  • Boa Vista, Ilha da Boa Vista (Cabo Verde)
  • Catió, Tombali (Guiné-Bissau)
  • Diaobé-Kabendou, Kolda (Senegal)
  • Jurmala, Região de Riga (Letónia)
  • São Lourenço dos Órgãos, Ilha de Santiago (Cabo Verde)
  • Villecresnes, Val-de-Marne (França)

Brasão da cidade

Anadia

O brasão da cidade é um escudo de negro, com uma vide de prata com dois ramos passados em aspa, folhados de verde, e frutado de dois cachos de uvas de púrpura, uma de cada lado. A coroa mural de prata de quatro torres e o listel é branco com os dizeres ANADIA a negro.

55 Visualizações 1 Total
55 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

 

 

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo