Amares

Amares é um município português localizado no distrito de Braga, na região norte e sub-região do Cávado. É um município com 18 889 habitantes, de acordo com os censos de 2011, estando dividido em 16 freguesias em 81,95 km². Amares é limitado a norte e a nordeste por Terras de Bouro, a sueste por Vieira do Minho e Póvoa de Lanhoso, a sul por Braga e a noroeste por Vila Verde.

As 16 freguesias do concelho de Amares são: Amares e Figueiredo, Barreiros, Bico, Caires, Caldelas, Sequeiros e Paranhos, Carrazedo, Dornelas, Ferreiros, Prozelo e Besteiros, Fiscal, Goães, Lago, Rendufe, Santa Maria do Bouro, Santa Marta do Bouro, Torre e Portela e Vilela, Seramil e Paredes Secas.

História

Amares viu o seu território povoado desde muito cedo, primeiro pelos romanos que por aqui passaram, como se pode verificar pelo Monte de S. Pedro Fins, mas também pelo castro existente na freguesia de Portela. No entanto, o exemplo mais evidente desta presença romana é a estrada da Geira, que ligava Braga a Astorga, e as Termas de Caldelas.

A povoação foi-se desenvolvendo devido à sua localização geográfica, após a invasão dos Mouros no século VIII. O seu nome primitivo terá sido Marecos, designação de uma quinta pertencente a Gualdim Pais, primeiro Mestre da Ordem dos Templários. Foi D. Manuel I que, em 1514, concedeu o foral a Amares.

O atual concelho surgiu em 1853.

Património edificado e natural

Sendo um território povoado em tempos antigos, Amares mantém vivo um importante património edificado, destacando-se as pontes do Porto e de Rodas e a torre e honra de Dornelas. Além disso, é importante mencionar o património religioso, nomeadamente o Mosteiro de Santo André de Rendufe e de Bouro e o Santuário de Nossa Senhora da Abadia. A Casa da Tapada, o Solar de Vasconcelos, o Solar de Castro e  Pousada de Santa Maria do Bouro são outros locais que vale a pena conhecer.

Em relação à beleza natural, dos pontos mais altos de Amares é possível tirar partido da paisagem. O Monte de S. Pedro Fins é, sem dúvida, um lugar marcante, muito procurado para a prática de parapente e BTT, permitindo uma vista panorâmica sobre os vales dos rios Homem e Cávado. Já no Monte de S. Miguel-O-Anjo tem um ótima vista sobre a Abadia e no Monte de Nossa Senhora da Paz pode ver a cidade de Amares.

Ainda no que se refere ao património de Amares, as termas de Caldelas são um pouco incontornável. Estas são consideradas uma das mais prestigiadas termas de Portugal, tendo surgido no primeiro quartel do século XX.

Gastronomia

Estando localizado no Minho, o concelho de Amares representa a gastronomia tipicamente minhota, destacando-se as papas de sarrabulho, os rojões à minhota, o cozido à portuguesa, o arroz de pato, a vitela assada e o arroz pica no chão. Nas sobremesas pode provar leite-creme, arroz doce, mexidos, rabanadas, pão-de-ló, doces de romaria e o pudim de laranja, feito com a laranja de Amares, um dos produtos da terra. De facto, Amares é conhecida pela terra da laranja, uma vez que aqui as condições climatéricas dão origem à laranja de casca fina que é mais saborosa e suculenta nos meses sem “r”, ou seja, de maio a agosto.

Para complementar a gastronomia, Amares tem no vinho verde um dos seus aliados, dada a forte tradição deste concelho no setor vitivinícola.

Geminações

Com o objetivo de aproximar os povos e criar laços históricos e culturais de amizade, o município celebrou o seguinte Protocolo de Geminação:

  • Saint-Paul-lès-Dax, Landes (França) – a 10 de fevereiro de 1993

Brasão da cidade

Amares

Escudo de prata com uma laranjeira arrancada de verde, frutada de ouro, entre duas espigas de milho de ouro, folhadas de verde. Em chefe estão dois cachos de uvas de púrpura, folhados de verde e a coroa mural é de quatro torres de prata. O listel é branco com os dizeres VILA DE AMARES a negro.

93 Visualizações 1 Total
93 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

 

 

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo