Gostaria de ser nosso colaborador?

É especialista em alguma das áreas de conhecimento presentes na nossa enciclopédia? Tem gosto pela escrita? Gostaria de ser editor numa enciclopédia em português, integralmente escrita por especialistas? Gostaria de partilhar conhecimento?

Se a sua resposta é sim, então envie-nos o seu CV para geral@knoow.net para que possamos analisar e enviar mais detalhes sobre a forma de colaboração.

 

Áreas para as quais procuramos especialistas:

  •  História do Brasil
  •  História de Angola
  •  História de Moçambique
  •  Medicina
  •  Medicina Veterinária
  •  Filosofia
  •  Sociologia
  •  Contabilidade
  •  Direito
  •  Mecânica
  •  Química
  •  Física
  •  Matemática

 

Alcanena (Portugal)

Apresentação da Vila de Alcanena e do seu concelho: caracterização sócio-económica, histórica, heráldica, património histórico, edificado e património natural.

Alcanena é uma vila portuguesa e sede de município pertencente ao distrito de Santarém localizada na região Centro e sub-região do Médio Tejo. Segundo os Censos de 2011, a Vila de Alcanena conta com 3.435 pessoas e o município conta com uma área de 127,8 Km2 e tem uma população de 13.868 habitantes num total de 7 freguesias, a saber: União de Freguesias de Alcanena e Vila Moreira, Bugalhos, União de Freguesias de Malhou, Louriceira e Espinheiro, Minde, Moitas Venda, Monsanto e Serra de Santo António. Faz fronteira com os concelhos de Torres Novas a este, Santarém a sul e sudoeste, Porto de Mós a noroeste e Ourém a nordeste.

alcanena

História da Vila:

Segundo alguns historiadores, a origem da vila de Alcanena remonta à ocupação árabe na Península Ibérica. Afirmam também que dessa ocupação herdaram a toponímia, das quais existem duas versões “alcalina” e “al-kinan”, e o desenvolvimento dos trabalhos de curtimento de peles. Contudo, durante séculos a história de Alcanena esteve ligada à história do concelho de Torres Novas, do qual só se desligou administrativamente no início do século XX. Diz a história que a vila terá sido tomada pelos portugueses já no reinado de D. Sancho I. Alcanena sofreu as lutas com Castela e, mais tarde com as invasões francesas e com as lutas liberais entre D. Pedro e D. Miguel.

vista aerea alcanenaApesar das influências árabes durante a primeira ocupação do território, Alcanena tem uma fixação populacional nitidamente medieval. Em 1353, é fundada a Confraria de Alcanena. Neste documento, emergem sinais reveladores do sentimento comunitário dos moradores. Desde cedo, se tornou uma terra liberal por excelência, e por isso acolheu bem a Implantação da República, em 1910. É dessa época o mote para união dos alcanenenses: “Para o País a República, para Alcanena o Concelho”. E em 1914 é finalmente criado o Concelho de Alcanena. Desse mesmo diploma Alcanena é elevada à categoria de Vila.

A sua autonomia administrativa, por lei, só chegou em 1914, no entanto, não resta dúvida alguma de que Alcanena, já vinha a evidenciar autonomia económica, principalmente na indústria de curtumes. Já em 1782, em sessão da Câmara de Torres Novas, foi deferido um pedido do povo de Alcanena a indicar a que pretendia realizar a Feira Franca de S. Pedro e em 1788, é discutido a realização de um Mercado Semanal, autorizado posteriormente. Estas duas imposições, levam a crer que esta região já tinha uma vida económica muito própria e florescente. A comprovar esta situação, é o brasão encontrado em 1792, num edifício fabril da vila com uma inscrição associada a dizer que se tratava de uma fábrica de sola com privilégio do governo pombalino. Este desenvolvimento vai reflectir-se no aumento demográfico da vila e na sua centralização.

 

Património Natural e Edificado:nascente rio alviela

No que diz respeito ao Património Edificado da Vila de Alcanena, destaca-se a Igreja Matriz, o Centro Histórico e o Edifício dos Paços do Concelho, onde se destacam um conjunto de edifícios de construção da primeira metade do Século XX. Além disso, a Vila de Alcanena conta com três museus, a saber: o Museu da Boneca, o Museu de Aquarela Roque Gameiro e o Museu Rural e Etnográfico de Espinheiro. No Património Natural, destaca-se os Olhos de Água e a sua Praia Fluvial, onde se situa a Nascente do Rio Alviela ainda no Parque Natural da Serra de Aire e Candeeiros. Existem, também, os Miradouros do Cabeço de Santa Marta e da Serra de Santo António e a Lagoa de Minde.

 

brasão alcanena

Brasão da Vila:

O Brasão da Vila de Alcanena  é de prata, com uma azinheira de verde arrancada e troncada de negro, frutada de ouro, acompanhada no tronco com duas maças de curtimenta, de negro, realçadas de ouro. Coroa mural de prata de quatro torres. Listel branco com os dizeres: “Vila de Alcanena”, de negro.

 

Acordos de Geminação e Cooperação:

A Vila de Alcanena conta com 3 acordos de cooperação e geminação, a saber:

  • Les Mureaux é uma comuna francesa dos arredores de Paris com cerca de 33.000 habitantes (desde 9 de Junho de 2000)
  • Santa Croce sull’Arno é uma comuna italiana na região da Toscana com 12.472 habitantes (desde 2 de Fevereiro de 1993)
  • Sal é o único Concelho da Ilha do Sal, em Cabo Verde, contando com 25.779 residentes (não existe data disponível)

 

112 Visualizações 2 Total
112 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

 

 

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo