Procuramos Delegados Comerciais

(M/F)

 

Procuramos colaboradores com espírito empreendedor para angariação de anunciantes e patrocinadores para a Knoow.net.

Portugal e Brasil

Comissões até 33%

Total flexibilidade de horários

Candidaturas com CV para geral@knoow.net

 

 

 

 

Sé do Porto

Apresentação da Sé do Porto, uma catedral de estilo românico, barroco e gótico

Este artigo é patrocinado por: «A sua instituição aqui»

Apresentação da Sé do Porto

A Sé do Porto é uma Igreja de estilo românico, gótico e barroco, que se localiza no centro histórico da cidade do Porto, na zona Norte de Portugal, e que começou a ser construída no século XII.

Sé do PortoA Sé do Porto é também chamada de Sé ou Catedral da cidade do Porto e tem como nome alternativo Igreja de Nossa Senhora da Assunção. Obedece a uma tipologia de catedral e é um dos principais e mais antigos monumentos da cidade do Porto e também do país que é Portugal. O estilo dominante do edifício é fundamentalmente o estilo românico, que surgiu na Europa no século X e que foi fortemente inspirado na Arquitetura da Roma Antiga Republicana. Caracteriza-se por construções robustas e austeras, com paredes grossas e minúsculas janelas cuja principal função era resistir a ataques de exércitos e inimigos. A Sé tem também influências de estilo Gótico, um estilo arquitetónico que é a evolução do estilo anterior, o estilo românico e que precede a arquitetura do renascimento. Marcas do estilo gótico são as abóbadas, as pilastras, os feixes e as colunas. Na Sé do Porto predomina ainda o estilo Barro, um estilo mais exuberante, praticado durante o período barroco que foi precedido pelo renascimento e pelo maneirismo e que se começou a notar no século XVII. A catedral da Sé do Porto começou a ser construída no século XII, o claustro foi construído durante o século XVI e a capela-mor durante o século XVII. Atualmente a Sé do Porto serve como museu e também cumpre uma função religiosa pertencendo à Diocese do Porto. O edifício é um dos mais antigos e mais importantes da cidade e do país e está classificado como Património Nacional desde 1910.

História e constituição da Sé do Porto

A construção do edifício da Sé do Porto começou a ser feita no século XII (na primeira metade do século) e estendeu-se até ao princípio do século XII. A construção original, em estilo românico, sofreu muitas alterações com o passar dos anos e dos séculos e da época românica distingue-se o caracter geral da fachada com as torres e a bela rosácea além do corpo da igreja de três naves coberto em abóbada de canhão. A abóbada da nave central é sustentada por arcobotantes sendo que a Sé do Porto é um dos primeiros edifícios em Portugal em que se utilizou esse elemento da arquitetura.

se-do-porto-2Na altura do estilo gótico construiu-se a capela funerária de João Gordo, no ano de 1333, que era um cavaleiro da Ordem dos Hospitalários e que colaborava com o Rei D. Dinis, que foi sepultado num túmulo adjacente. Ainda também da época de estilo gótico data o claustro da Sé do porto que foi construído entre o século XIV e o século XV, durante o reinado do rei D. João I. Este rei casou-se com D. Filipa de Lencastre precisamente na Sé do Porto, no ano de 1387. O exterior da Sé do porto sofreu muitas alterações na época barroca. Em 1736 o arquiteto Nicolau Nasoni adicionou um galilé barroco à fachada lateral da Sé e em 1772 foi construído um novo portal em substituição ao portal românico original da Sé. As balaustradas e as cúpulas das torres também são em estilo barroco. Do lado esquerdo da capela-mor encontra-se um altar em prata que foi construído na segunda metade do século XVII por vários artistas portugueses. Existe ainda nessa zona uma imagem medieval da Nossa Senhora de Vandoma, a padroeira da cidade e cuja invocação é sinónima à Virgem Maria, na Igreja Católica.

No século XVII a capela-mor original da Sé, em estilo românico e que era dotada de um deambulatório, foi substituída por uma maior e em estilo barroco. O altar-mor foi construído entre os anos de 1727 e o ano de 1729 e é uma obra importante no estilo barroco, que foi projetada por Santos Pacheco e esculpida por Miguel Francisco da Silva. As pinturas da capela-mor são de Nicolau Nasoni e o transepto da Sé dá acesso aos claustros que datam do século XVIII e que conduz aos pisos superiores, onde os painéis de azulejos exibem e representam a vida da Vigem e as Metamorfoses de Ovídio.

Além disso destacam-se os três órgãos da Sé do Porto sendo que um deles, no coro-alto, marca em Portugal um período que dá início ao desenvolvimento musical do instrumento. O instrumento foi concebido por Jann, que também construiu o órgão da Igreja da Lapa, no Porto sendo que ambos foram promovidos pela iniciativa do Cónego Ferreira dos Santos.

248 Visualizações 1 Total
248 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.