Gostaria de ser nosso colaborador?

É especialista em alguma das áreas de conhecimento presentes na nossa enciclopédia? Tem gosto pela escrita? Gostaria de ser editor numa enciclopédia em português, integralmente escrita por especialistas? Gostaria de partilhar conhecimento?

Se a sua resposta é sim, então envie-nos o seu CV para geral@knoow.net para que possamos analisar e enviar mais detalhes sobre a forma de colaboração.

 

Áreas para as quais procuramos especialistas:

  •  Biologia
  •  Economia
  •  História
  •  Medicina
  •  Medicina Veterinária
  •  Filosofia
  •  Sociologia
  •  Contabilidade
  •  Direito
  •  Mecânica
  •  Química
  •  Física
  •  Matemática

 

Pateira de Fermentelos

O que é a Pateira de Fermentelos: A Pateira de Fermentelos é uma lagoa natural localizada entre os concelhos de Águeda, Aveiro e Oliveira do Bairro, e que se forma no rio Águeda…

Este artigo é patrocinado por: «A sua instituição aqui»

O que é a Pateira de Fermentelos

A Pateira de Fermentelos é uma lagoa natural localizada entre os concelhos de Águeda, Aveiro e Oliveira do Bairro, e que se forma no rio Águeda, junto da sua confluência com o rio Cértima e a cerca de 2,5 km a montante da sua foz. Com cerca de 7.500 metros de comprimento por 1.600 metros de largura, é considerada a maior lagoa natural de toda a Península Ibérica. Etimologicamente, o termo pateira está relacionado com patos, ilustrando a grande abundância de patos não apenas na lagoa, mais em toda a região do rio Vouga.

Antes da formação da Ria de Aveiro ao longo da Idade Média, a Pateira seria um braço de mar onde desaguavam os rios Cértima, Águeda e Vouga. Com a formação da ria com areias trazidas pelas correntes marinhas e com a deposição de aluviões pelos referidos rios, o braço de mar foi fechando gradualmente, formando um único rio, passando a foz a situar-se muito mais a noroeste. Nessa altura, e de acordo com antigos relatos, existiria na zona uma mata (a Mata de Perrães) muito rica em fauna e flora. Contudo, a partir do séc. XV, as sucessivas inundações dos rios Cértima e Águeda, levaram ao alagamento dos campos ribeirinhos. Com o assoreamento e espraiamento do rio Cértima, formou-se então esta grande lagoa natural.

Fauna e Flora

Atualmente, e devido à sua grande riqueza faunística e florística, e à grande sensibilidades dos ecossistemas, a Pateira de Fermentelos está incluída na Rede Natura 2000. Algumas espécies emblemáticas da lagoa são a lontra (Lutra lutra), o mexilhão-do-rio (Anadonta), a garça-vermelha (Ardea purpurea) e as numerosas espécies de patos. No caso das espécies faunísticas, destaque para os nenúfares, a canizia e os bonhos. Apresentam-se de seguida as diversas espécies animais e vegetais que podem ser encontradas na lagoa ou nas suas proximidades:

Aves: garça-vermelha (Ardea purpurea), águia-sapeira ou tartaranhão-ruivo-dos-pauis (Circus aeruginosus), milhafre-preto (Milvus migrans), perna-longa (Himantopus himantopus), guarda-rios (Alcedo athis), petinha-dos-campos (Anthus campestris), garça-branca-pequena (Egretta garzetta), alfaiate (Recurvirostra avosetta), negrola (Melanitta nigra), borrelho-grande-de-coleira (Charadrius hiaticula), borrelho-de-coleira-interrompida (Charadrius alexandrinus), e diversas aves passoriformes residentes e migratórias.

Peixes: barbo-do-norte (Barbus bocagei), boga (Chondrostoma polylepis), boga–portuguesa (Chondrostoma lusitanicum), ruivaco (Rutilus macrolepidotus), bordalo (Rutilus alburnoides), tainha (Chelon labrosus), carpa (Cyprinius carpio), escalo-do-norte (Leucistus carolitertii), lúcio (Esox lucius), enguia (Anguilla anguilla), pardelha (Cobitis calderoni), achigã (Micropterus salmoides).

Mamíferos: lontra (Lutra lutra), ouriço-cacheiro (Erinaceus europaeus), raposa (Vulpes vulpes), coelho-bravo (Oryctolagus cuniculus), javali (Sus scrofa), e numerosos roedores.

Plantas: caniço (Phragmites communis), tabúa (Typha sp.), bunho (Scirpus lacustris), erva-pinheirinha (Myriophyllum sp.), nenúfares (Nymphaea sp., Nuphar luteo), jacinto-de-água (Eichhornia crassipes), salgueiros (Salix alba, Salix sp.), choupos (Populus canescens, Populus nigra, Populus sp.), amieiros (Alnus glutinosa), amieiro-negro (Frangula alnus), freixos (Fraxinus angustifolia), pilriteiros (Crataegus monogyna), sabugueiros (Sambucus nigra), borrazeiras (Salix atrocinerea), carvalhos (Quercus robur), loureiros (Laurus nobilis), ulmeiros (Ulmus sp.), etc.

Turismo

Além da riqueza faunista e florística, a lagoa e zonas circundantes apresenta uma beleza extraordinária, razão pela qual é muito procurada por turístas que procuram tranquilidade, natureza, saúde e bem estar. Atendendo a isso, as autoridades locais têm também desenvolvido esforços no sentido da valorização da zona através da criação de infraestruturas de apoio e da manutenção dos espaços e dos ecossistemas. São também propostas numerosas actividades aos visitante, como os passieos nos parques de lazer, a travessia nas tradicionais bateiras, a viagem nas bicicletas aquáticas, passeios a cavalo, de bicicleta ou a pé, pesca, desportos vários ou a observações de aves.

37 Visualizações 1 Total
37 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.