Castelo de Alenquer

Este artigo é patrocinado por: «A sua instituição aqui»

O Castelo de Alenquer localiza-se na freguesia de Santo Estêvão, naa vila e concelho de Alenquer, no distrito de Lisboa, em Portugal. O que resta da fortificação original está bem conservado e está classificado como Imóvel de Interesse Público desde 1955.

Castelo_de_Alenquer_-_Dec_2005

A ocupação primitiva humana desta região remonta à pré-história, conforme testemunhos arqueológicos que permitem verificar que terá sido sucessivamente visitada por povos gregos, fenícios, cartagineses, romanos, alanos, godos e muçulmanos. Estes últimos foram os responsáveis pela sua fortificação.

Durante a Reconquista Cristã da Península Ibérica, a povoação e o castelo foram conquistados pelas forças de D. Afonso Henriques em 1148. O monarca determinou o seu repovoamento e a reconstrução das defesas. Mais tarde, D. Sancho I fez erguer o Paço Real, que foi depois doado à Infanta D. Sancha.

Características do Castelo de Alenquer

O castelo está numa posição estratégica no terreno, o que dificultou a sua conquista em meados do século XII. Durante a Idade Média foi uma fortaleza de grande importância estratégica, devido ao seu difícil acesso, integrada na linha de castelos que defendiam a margem direita do Tejo. Os muros, ameados e percorridos por adarve, são em aparelho de pedra regular. Os remanescentes do castelo encontram-se bem conservados, destacando-se alguns troços de muralha, a Porta da Conceição e a Torre da Couraça, de planta quadrada. O monumento está classificado como Imóvel de Interesse Público desde 20 de outubro de 1955.

7 Visualizações 1 Total
7 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.