Medeia

Medeia é uma personagem da mitologia grega, conhecida por atos de maldade e crueldade.

Medeia é uma das personagens mais emblemáticas da mitologia grega. Era filha do rei Eetes e foi, por um curto período, esposa do herói Jasão. Algumas narrativas a colocam como sobrinha da deusa e feiticeira Circe; outras, apontam as duas como irmãs, filhas de Hécate. A história de Medeia inspirou artistas das mais diversas áreas, como literatura, cinema, teatro, pintura, ópera e escultura.

As tramas de Medeia se iniciam com a chegada de Jasão à Cólquida, reino de seu pai. O herói vai reivindicar o Velocino de Ouro. Como ocorre na maioria dos mitos, Jasão precisa cumprir uma missão para obter o objeto mágico, a mando do rei Eetes. A tarefa era perigosa e aparentemente impossível de realizar.

De acordo com o rei, primeiro Jasão devia lavrar um campo. Nesse campo, contudo, havia dois touros indomados e de proporções gigantescas. Eles possuíam cascos de bronze e expeliam fogo pelas ventas. Após completar o arado, era preciso semear no campo os dentes de um dragão morto há tempos por Cadmo.

Diante de tal tarefa, Hera, protetora de Jasão, intercedeu a Afrodite. Ela pediu à deusa que convencesse Eros a fazer Medeia se apaixonar pelo herói. Medeia aceita ajudar Jasão, mas pede que em troca ele a leve com ela para seu reino. A princesa dá ao destemido guerreiro um unguento para passar no corpo. A substância o deixaria invulnerável ao fogo dos touros por um dia.

medeia

Medeia conhecia todos os planos do pai. Ela alerta Jasão para o fato de que dos dentes do dragão nascerão soldados que tentarão mata-lo. A solução para o problema, no entanto, era simples: bastaria que o herói jogasse uma pedra de longe no meio do exército de soldados. Eles discutiriam para saber quem jogou o objeto e acabariam por se matar.

Aconselhado por Medeia, Jasão executa todas as tarefas solicitadas e retorna à Cólquida para reivindicar o Velocino de Ouro. O rei Eetes fica furioso tenta incendiar a nau do herói, a famosa Argo, e matar toda sua tripulação. Mais uma vez a princesa interfere. Ela avisa Jasão dos planos do pai e coloca para adormecer o dragão que guardava o Velocino. Ambos fogem com o tesouro.

Medeia e sua tragédia

A partir desse momento, Medeia começa a demonstrar quem realmente é. Ela levou consigo o irmão, pois sabia que muito em breve o pai os perseguiria. A atitude dela foi matar o garoto e despedaçar seu corpo, para que os pedaços ficassem pelo caminho. Essa atitude tinha a intenção de atrasar Eetes, que pararia para recolher o corpo do filho e sepultá-lo.

Zeus, no entanto, fica furioso com o ato horrendo de Medeia e desvia-os da rota. Argo, a nau, ganha fala e os avisa que eles deverão purificados antes de prosseguir viagem. Quem realiza a purificação é Circe, a feiticeira tia de Medeia e filha de Hélios, o Sol. Ela os purifica, mas não aceita que Jasão fique em suas terras.

O casal voltou a navegar e chegou à ilha de Creta. Medeia teve aí um papel importante. Havia um gigante de bronze a cercar a ilha, que atirava pedras nas naus e demais embarcações que ali tentassem aportar. Há varias versões sobre a morte do gigante, mas a maioria atribui aos poderes mágicos de Medeia a sua morte. Ela teria o enfeitiçado da Argo para que removesse a proteção que possuía em uma das pernas, que protegia seu ponto fraco, uma veia.

Ainda em Creta, Medeia é responsável pela morte do tirano Pélias. Ela e Jasão fogem de lá para Corinto e é lá que ela realiza seu pior ato de maldade. Nessa altura, ela e Jasão tinham filhos. O rei Creonte fez uma intriga que resultou no abandono de Medeia por Jasão, que se casou com a filha do rei, Creúsa.

Medeia, ensandecida, usou de magia antes de ser expulsa da cidade. Ela mandou um vestido envenenado a Creúsa, que, ao vestir, passou o veneno para o pai e por todo o palácio. A versão mais conhecida dos crimes de Medeia é narrada por Eurípedes. Em sua tragédia, a feiticeira assassina os filhos como ato supremo de vingança em relação ao marido antes de fugir para Atenas.

294 Visualizações 1 Total

References:

https://www.britannica.com/topic/Medea-Greek-mythology

294 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

 

 

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo