Gostaria de ser nosso colaborador?

É especialista em alguma das áreas de conhecimento presentes na nossa enciclopédia? Tem gosto pela escrita? Gostaria de ser editor numa enciclopédia em português, integralmente escrita por especialistas? Gostaria de partilhar conhecimento?

Se a sua resposta é sim, então envie-nos o seu CV para geral@knoow.net para que possamos analisar e enviar mais detalhes sobre a forma de colaboração.

 

Áreas para as quais procuramos especialistas:

  •  Biologia
  •  Economia
  •  História
  •  Medicina
  •  Medicina Veterinária
  •  Filosofia
  •  Sociologia
  •  Contabilidade
  •  Direito
  •  Mecânica
  •  Química
  •  Física
  •  Matemática

 

Ártemis

Ártemis é uma divindade grega da Antiguidade Clássica. Foi uma das deusas olímpicas, irmã gêmea de Apolo e deusa da caça e da vida selvagem.

Ártemis é uma divindade grega da Antiguidade Clássica, uma das deusas olímpicas. Era filha de Zeus e de Leto, irmã gêmea do deus Apolo. Ela sempre foi ligada à caça, à vida selvagem, ao parto e à virgindade, além de, posteriormente, ser associada à Lua, uma vez que seu irmão era ligado ao Sol. O poeta Homero se referia a ela como “Ártemis das terras selvagens, Senhora dos Animais.”

A deusa era a melhor caçadora tanto entre os deuses quanto entre os mortais. Estava sempre na posse de um arco e de flechas. Seus símbolos são o cipreste, o cão, o cervo, o urso, o arco, a flecha de ouro e a lua. O povo acadiano acreditava que ela era filha de Deméter, deusa da agricultura, mas é de consenso geral entre os mitólogos que ela era filha mesmo de Leto e de Zeus.

Os mitos narram que Hera, esposa de Zeus, proibiu Leto de dar à luz em qualquer terra firme, fosse continente ou ilha. Poseidon apiedou-se de Leto e levou-a a um pedaço de terra flutuante, a ilha de Delos. Ilítia, deusa dos partos e das gestantes, estava presa no Olimpo por sua mãe Hera e somente pôde realizar o parto quando Zeus distraiu sua esposa.

Ártemis e seu mito

Diferentemente de Apolo, Ártemis não tem qualquer importância na Ilíada. Ela é vista como uma mera criança que, ao ser golpeada por Hera, sobe ao colo de Zeus aos prantos. Já o poeta Calímaco diz que Ártemis, aos três anos, sentou-se no colo do pai e pediu a ele seis desejos: ser virgem para sempre; ter diversos nomes para diferenciar-se do irmão Apolo; ter um arco e flechas; ser portadora da luz; ter uma túnica à altura dos joelhos a fim de poder caçar; ter sessenta filhas.

As sessenta filhas de Ártemis deveriam ter nove anos, as chamadas caçadoras de Ártemis. Para ser uma das caçadoras da deusa, a semideusa, mortal ou ninfa que assim o desejasse deveria fazer um voto perpétuo de castidade. Esse voto era feito com a própria Ártemis, que após concedia imortalidade e suas bênçãos. A deusa não desejou cidades em seu nome, pois queria comandar as montanhas e ajudar mulheres nos partos.

Ártemis, por ter sido responsável pelo parto do próprio irmão ao nascer primeiro que ele, acreditava ter sido escolhida pelas Parcas para ser uma parteira. Ela vigiou de muito perto a castidade de suas caçadoras, bem como a sua própria.

ártemis

223 Visualizações 1 Total

References:

https://www.britannica.com/topic/Artemis-Greek-goddess

223 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

 

 

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo