Alcorão

O Alcorão é o Livro Sagrado dos Muçulmanos, onde estão presentes o ensinamentos de Maomé sobre o Islamismo.

Alcorão

Alcorão

Corão ou Alcorão é o Livro Sagrado dos Muçulmanos. Nele estão as revelações feitas por Deus ao Profeta Maomé durante vinte e três anos. É conhecido entre os muçulmanos como O Magnifico e O Nobre. Alcorão, em árabe al-Qurʾān, traduzido para português significa recitação, demonstra o intuito e tipo de prática que deve estar associada a este livro, que segundo a tradução islâmica não deve ser comprado, mas sim dado.

Em termos estruturais o livro sagrado do Islão, está dividido em 114 capítulos, noventa e dois dos quais de revelações divinas em Meca e vinte e dois em Medina, estes capítulos são denominados suras. As suras são divididas em versículos (ayat), existem mais de seis mil versículos, o número varia consoante a interpretação. A maior sura tem 296 versículos, a menor tem três.

As suras definem a estruturação do livro. O Alcorão está ordenado mediante o tamanho das suras, não segue uma lógica cronológica, quer ela seja temática ou de revelação das suras. As suras são designadas não pelo seu número e posição no livro, mas pelas palavras iniciais de cada uma, que podem estar ou não associadas com a temática abordada na sura.

O intuito de compilação dos textos reveladores de Maomé, nunca teve por intenção originar um livro ordenado, mas apenas transmitir as revelações, que foram compiladas após a morte do Profeta em 632. Até os nossos dias sobreviveram três versões originais do Alcorão, que encontram-se no Iraque, Uzbequistão e Egipto, e que segundo a teologia islâmica demonstram, que o livro sagrado não sofreu alterações durante os séculos, em jeito de crítica à Bíblia Cristã.

Apesar do Corão ser o principal livro para o Islão, os muçulmanos também aceitam as escrituras de judeus e cristãos, nas quais estão relatadas a obra e vida de outras figuras importantes para os islamismo como, Noé, Moisés, Jesus, Abraão ou até mesmo Maria mãe de Jesus.

O Corão é a palavra de Deus, que rege a vida dos muçulmanos, quer seja politicamente, economicamente como no quotidiano, Mostra os desígnios de Deus, a criação do Homem e do Universo.

Em 1694, o Corão foi publicado pela primeira vez por Abraham Hinckelmann no Ocidente, na cidade germânica de Hamburgo. O Corão está traduzido em diversas línguas, mas o árabe é a única plenamente aceite, pela dificuldade em traduzir o árabe para outras línguas, que pode assim deturpar o significado dos versos.

Como sinal de respeito, o livro tem que ser guardado numa zona alta, não pode ser comprado. É considerado uma ofensa enorme provocar qualquer tipo de dano ou alterar o seu conteúdo, riscando ou adicionando palavras.

Mediante o respeito que os muçulmanos possuem pelo livro, este não pode ser deitado ao lixo, tem que ser enterrado ou queimado de uma forma respeitadora. O Corão é um dos livros mais vendidos a nível mundial, muitos deles como forma de respeito pela tradição são oferecidos após a compra

578 Visualizações 1 Total
578 Visualizações

 

 

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo

Flag Counter