Shinkansen

Shinkansen é um tipo de transporte de alta velocidade conhecido também como “comboio bala”.

As ilhas de Honshu, Hokkaido e Kyushu no Japão são servidas por uma grande rede de linhas férreas que ligam a capital às principais cidades do país. Nesta rede incluem-se os comboios de alta velocidade, conhecidos como “comboios bala” cujo nome em japonês é Shinkansen.

O Japão foi dos primeiros países a construir uma linha férrea pensada para comboios de alta velocidade. Devido aos terrenos montanhosos e dificuldade na passagem em certas zonas a rede de comboios normal levava muito tempo no percurso, devido aos desvios, então para a sociedade japonesa havia alguma emergência em desenvolver uma forma de aumentar a velocidade durante os trajectos.

shinkansen

O design típico dos “comboios bala”.

A primeira linha a entrar em serviço foi a Tokaido Shinkansen em Outubro de 1964, em preparação para os primeiros jogos olímpicos em Tóquio. O comboio expresso convencional levava cerca de 6 a 7 horas a chegar de Osaka a Tóquio, mas o Shinkansen fazia o mesmo percurso em apenas 4 horas e no ano seguinte fazia o mesmo, mas em pouco mais de 3 horas. Os responsáveis pela construção do primeiro Shinkansen foram Hideo Shima como engenheiro chefe e Shinji Sogo, o primeiro presidente das Japanese National Railways ou JNR. Ambos conseguiram o apoio do governo para a construção do primeiro Shinkansen. O sucesso do primeiro comboio bala viria a mudar o estilo de vida japonês e aumentar a procura por melhores opções de tráfego.

Ligações mais rápidas

O Shinkansen atinge velocidades acima dos 300 km por hora e são conhecidos pela sua pontualidade, conforto, segurança e eficiência. Graças aos planos de viagem, como o Japan Rail Pass, tornaram-se também meios mais económicos de viajar. A rede de Shinkansen percorre várias linhas, sendo que a de Tokaido, que liga as regiões de Tóquio, Nagoya, Quioto e Osaka é a mais antiga e ainda hoje a mais utilizada. Exceptuando os Shinkansen de Akita e Yamagata, todos os outros circulam em linhas férreas exclusivamente construídas para comboios deste tipo. Os serviços variam entre Shinkansen que param em todas as estações e os de serviço rápido que param somente nas principais.

Os lugares são divididos em classes económicas e de primeira classe. A maioria dos Shinkansen não têm lugares marcados, mas é possível reservar os lugares antecipadamente e alguns dos comboios apenas funciona com lugares reservados. Os sinais de aviso sobre as condições dos lugares são indicados tanto em japonês como em inglês para facilitar a vida aos turistas. Algumas reservas são pagas, mas turistas portadores do Japan Rail Pass podem fazer reservas gratuitamente. O Japan Rail Pass pode ser adquirido fora do Japão e ser usado em quase todas as linhas, excepto os comboios de Nozomi e Mizuho, sendo ideal para turistas.

O utilizador comum paga uma taxa base que varia conforme o local de partida e destino, uma taxa própria por usar um Shinkansen que também varia conforme a distância, uma taxa para reserva de lugar e uma taxa adicional caso seja classe de conforto. Normalmente o bilhete inclui a taxa base mais a taxa suplementar de Shinkansen. Os japoneses podem também usar cartões pré-pagos como os conhecidos Suica, Pasmo ou Icoca em algumas linhas de Shinkansen, bastando passar o cartão e o valor do bilhete é descontado automaticamente.

116 Visualizações 1 Total
116 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

 

 

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo