Comboio

Comboio, s.m. (ou circulação) – conjunto de carros de transporte que rumam a um determinado destino; série de veículos; conjunto…

Comboio, s.m. (ou circulação) – conjunto de carros de transporte que rumam a um determinado destino; série de veículos; conjunto de motoras ou unidade motora, que realiza uma determinada marcha, previamente estabelecida, entre duas dependências, por caminho de ferro. Este é constituído pelos tradicionais carris duplos, por monocarril ou levitação magnética.

O comboio tem como função o transporte de pessoas através de carruagens ou de mercadorias, nos vagões. Pode ainda ser misto (transporte de pessoas e de mercadorias, em simultâneo). Utilizado desde sempre a nível militar, para o transporte de feridos, mantimentos, material bélico e correio.

O caminho de ferro teve um impulso extraordinário com a Revolução Industrial, facilitando a deslocação de matérias primas para as fábricas, de forma rápida e ainda assegurando a ligação entre regiões, permitindo que os bens chegassem de forma mais eficaz às populações. Foi visto como uma invenção de excelência, pois até então os transportes existentes não respondiam às necessidades reais de deslocação.

Richard Trevithick (Cornualha, 13 de abril de 1771 – Dartford, 22 de abril de 1833) inventa a primeira locomotiva em 1804 e revoluciona para sempre o transporte ferroviário.

Em Portugal, o caminho de ferro seria inaugurado a 28 de outubro de 1856, num percurso entre Lisboa (Estação de Santa Apolónia) e o Carregado efetuado pelo Comboio Real (Linha do Leste), hoje parqueado e exposto permanentemente no Museu Nacional Ferroviário, no Entroncamento. O impulso dado no âmbito do caminho de ferro ficou a dever-se a António Maria de Fontes Pereira de Melo (Lisboa, 8 de setembro de 1819 – Lisboa, 22 de janeiro de 1887), Ministro das Obras Públicas, de então.

A rede de caminhos de ferro fica completa em 1890 e é neste altura que também é criada a rede viária. A par destas duas inovações desenvolvem-se os portos, os transportes fluviais e é instalado o telégrafo.

Na viagem inaugural, o Comboio Real foi formado por duas locomotivas e catorze carruagens e partiu de Lisboa pelas 11 horas, num percurso que demorou cerca de quarenta minutos. Posteriormente seguiu-se-lhe um outro, transportando convidados e acionistas.

A obra para a construção do caminho de ferro teve início no ano de 1853, no Beato, tendo sido levada a cargo pela Companhia Central Peninsular do Caminho de Ferro Português (também conhecida por Companhia Peninsular, que viria a ver o seu nome alterado, depois da Implantação da República a 5 de outubro de 1910). Esta foi a primeira empresa ferroviária portuguesa, constituída por Hardy Hislop, que chegaria a construir o troço da Linha do Norte, entre Lisboa e o Carregado). No início dos trabalhos marcou presença a família real portuguesa, mais concretamente D. Maria II e D. Fernando. Depois de se rescindir o contrato com esta Companhia, D. José de Salamanca y Mayol (Málaga, maio de 1811 – Madrid, 21 de janeiro de 1883) cria no ano de 1860 a Companhia Real dos Caminhos de Ferro Portugueses, por forma a explorar a Linha do Norte, bem como a Linha do Leste.

As primeiras linhas de caminho de ferro em Portugal acabariam por não ser rentáveis, ao contrário do que era esperado pelo Estado. Por volta dos anos 80 decorrem vários escândalos ligados à ferrovia que obrigam o Estado a envolver-se, com o objetivo de restaurar a credibilidade, sem a qual não seria possível reunir os capitais necessários à sua gestão e manutenção.

Atualmente a CP-Comboios de Portugal assegura o transporte de passageiros e mercadorias e encontra-se dividida em várias sub-empresas, que representam negócios de diferentes tipologias (CP Regional; CP Porto; CP Lisboa; CP Coimbra; CP Longo Curso; CP Frota; CP Serviços; CP Carga). Já a gestão da malha ferroviária está a cargo da IP – Infraestruturas de Portugal.  A IP resulta da incorporação da REFER e das Estradas de Portugal. Esta fusão viria a ser consumada no dia 1 de junho do ano de 2015 ( Decreto-Lei nº 91/2015 de 29 de maio).

221 Visualizações 1 Total
221 Visualizações

 

 

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo