Gostaria de ser nosso colaborador?

É especialista em alguma das áreas de conhecimento presentes na nossa enciclopédia? Tem gosto pela escrita? Gostaria de ser editor numa enciclopédia em português, integralmente escrita por especialistas? Gostaria de partilhar conhecimento?

Se a sua resposta é sim, então envie-nos o seu CV para geral@knoow.net para que possamos analisar e enviar mais detalhes sobre a forma de colaboração.

 

Áreas para as quais procuramos especialistas:

  •  História do Brasil
  •  História de Angola
  •  História de Moçambique
  •  Medicina
  •  Medicina Veterinária
  •  Filosofia
  •  Sociologia
  •  Contabilidade
  •  Direito
  •  Mecânica
  •  Química
  •  Física
  •  Matemática

 

Anágua

Apresentação do conceito de Anágua, um termo que designa uma peça da roupa interior feminina utilizada por baixo da roupa, geralmente vestidos ou saias…

Apresentação do conceito de Anágua

Anágua, era uma peça da roupa interior feminina utilizada por baixo da roupa, geralmente vestidos ou saias, com o objectivo de inibir a transparência e ou criar volume.

As anáguas e os seus diferentes tipos que foram surgindo com o tempo, eram utilizadas por mulheres que queriam de certa forma alterar a silhueta do corpo através da roupa. Volumosas ou rígidas, as anáguas davam às saias ou vestidos, um formato mais volumoso, dando a impressão de se ter uma cintura muito mais fina do que a que se tinha na realidade.

anagua

Exemplos de anáguas, das mais tradicionais ás mais modernas

Em meados do século XVI, começaram a usar-se também anáguas elaboradamente decoradas que se utilizavam por cima da roupa à vista de todos. Também houve versões feitas de lã e seda, para ajudar a aquecer e manter o corpo quente.

Com a evolução dos tempos e das modas, começou-se a usar as saias cada vez mais volumosas e para isso, começaram a usar-se sobreposição de anáguas debaixo e sobre a roupa, procurando conseguir o máximo de volume possível. Exemplo disso foi durante a Moda Victoriana, onde as mulheres usavam corpetes e espartilhos, mais de quatro camadas de anáguas e vestidos que chegavam a ter 20 metros de tecido e arrumavam pelo chão tapando a totalidade do corpo. Mas esse excesso de anáguas pesadas apenas propiciou a invenção de um novo tipo de armação para as saias, a crinolina e assim, reduzindo bastante a sua utilização, ou pelo menos, modificando a razão da sua utilização.

Hoje em dia, continua a utilizar-se o que um dia se conheceu por anágua, sobe o nome de saiote, peça de roupa interior que muitos, reconhecem com sendo algo das nossas avós, mas a realidade é que um saiote e uma anágua são o mesmo e têm as mesmas funções.

95 Visualizações 1 Total
95 Visualizações

 

 

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo