Gostaria de ser nosso colaborador?

É especialista em alguma das áreas de conhecimento presentes na nossa enciclopédia? Tem gosto pela escrita? Gostaria de ser editor numa enciclopédia em português, integralmente escrita por especialistas? Gostaria de partilhar conhecimento?

Se a sua resposta é sim, então envie-nos o seu CV para geral@knoow.net para que possamos analisar e enviar mais detalhes sobre a forma de colaboração.

 

Áreas para as quais procuramos especialistas:

  •  Biologia
  •  Economia
  •  História
  •  Medicina
  •  Medicina Veterinária
  •  Filosofia
  •  Sociologia
  •  Contabilidade
  •  Direito
  •  Mecânica
  •  Química
  •  Física
  •  Matemática

 

Vítor Cordon

Quem foi Vitor Cordon

vitor-cordonVictor Cordon (Estremoz, 15 de Março de 1851 – Mafra, 15 de Agosto de 1901), foi um oficial do Exército Português que se destacou no reconhecimento da região do Niassa no interior da África Oriental.

Assentou praça como voluntário em 1871 e em 1877 partiu para Angola com a patente de alferes. A sua missão era a gestão da construção da linha telegráfica do Quanza a Luanda. Em 1882 foi nomeado governador do Ambriz e do Novo Redondo e foi-lhe também confiada a construção da ponte sobre o rio Lucala. Em Junho de 1888, já promovido a tenente, parte para Moçambique com o objetivo de explorar a região do vale do Zambeze e afirmar aí o domínio português. Nas suas viagens consegue obter para o rei de Portugal a vassalagem dos régulos de Chipuzil e de Maconde e de vários outros régulos da margem esquerda do Zambeze. Em dezembro de 1889 chega a Quelimane mas, no mês seguinte, quando se preparava para partir para a Beira com Paiva de Andrade a fim de explorar a região de Manica, recebe ordem de regresso a Portugal devido ao Ultimatum inglês de Janeiro de 1890.

Quando chega a Lisboa em 20 de Abril de 1890 e, no fervor patriótico que se seguiu ao Ultimatum, a Câmara dos Deputados proclamou-o benemérito da pátria e foi agraciado pelo Governo com o grau de cavaleiro da Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito.

Promovido a capitão em Janeiro de 1891, encontrava-se na Escola de Infantaria em Mafra a frequentar o curso para major, quando faleceu.

234 Visualizações 2 Total
234 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

 

 

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo