Absolutismo

O absolutismo corresponde a uma doutrina ou regime político caracterizado pela concentração de todos os poderes estatais numa só pessoa. Num regime deste tipo, os governados não são representados nem têm voto ou participação na administração do Estado. Segundo o absolutismo, o poder soberano do Estado é absoluto (isto é, não depende de qualquer outra autoridade), indivisível (ou seja, é inteiramente delegado na pessoa do monarca) e perpétuo. Sendo legitimado pelo direito divino, o absolutismo não tinha quaisquer limites excepto perante os costumes e as leis fundamentais do reino.

O absolutismo surge na Europa no séc. XVI para estabelecer o poder real absoluto em reacção ao feudalismo que caracterizou diversas monarquias europeias ao longo dos séc. XVI, XVII e XVIII, nomeadamente em Portugal, França, Inglaterra e Prússia. Dois bons exemplos de monarcas absolutistas são os casos de Luís XIV de França e de D. João V em Portugal.

1896 Visualizações 2 Total
1896 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

 

 

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo