Pacto dos Balcãs

O que foi o Pacto dos Balcãs

O Pacto dos Balcãs foi um tratado de aliança militar entre a Grécia, a Turquia e a Jusgoslávia, assinado em Bled no dia 9 de agosto de 1954 e que na altura se pretendia que tivesse uma duração de 20 anos e que na verdade se tratou de uma ampliação do tratado de amizade e de colaboração assinado em Ancara em fevereiro de 1953. Desde o início da Primeira Guerra Mundial que a aliança entre a Grécia e a Jugoslávia foi uma prioridade da política externa grega que assim procurava responder aos receios das consequências da proximidade entre a Itália e a Roménia, um dos seus velhos inimigos. A formação de uma aliança que, além da Grécia e da Jugoslávia, incluía também a Turquia procurava por um lado fortalecer as relações entre a Grécia e a Jugoslávia (que no período entre 1944 e 1948 se tinham deteriorado devido ao apoio da Jugoslávia, na altura pró-soviética, à Roménia e à Bulgária, velhos inimigos da Grécia), e por outro reaproximar a Jugoslávia da Turquia, que desde 1944 se encontravam desavindas devido à proximidade da Jugoslávia à União Soviética, esta última considerada uma ameaça pelos turcos à sua integridade e influência na região. A assinatura do pacto permitiria também melhorar as relações entre a Grécia e a Turquia, embora tal tivesse tido muito curta duração devido à disputa entre ambos relativamente ao Chipre.

92 Visualizações 4 Total
92 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

 

 

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo