Abbas II Hilmi

Quem foi Abbas II Hilmi

Abbas-II-Hilmi.jpgAbbas II Hilmi Bey, também conhecido como Abbas Hilmi Paxá, (Alexandria, 14 de julho de 1874 – Genebra, 19 de dezembro de 1944) foi o último Quediva do Egito e Sudão (entre 8 de janeiro de 1892 e 19 de dezembro de 1914).

A sua subida ao trono aconteceu em 8 de janeiro de 1892, quando tinha apenas 18 anos, sucedendo a seu pai Tewfik Paxá, que havia morrido repentinamente. Com Abbas no poder o nacionalismo egípcio, que se opunha à ocupação inglesa da região ganha um novo fulgor. Durante os seus primeiros três anos no poder, Abbas foi o principal dinamizador de um movimento que exigia a saída dos britânicos, desafiando abertamente a autoridade de lorde Cromer, cônsul-geral britânico, e obrigou o primeiro-ministro pró-britânico a demitir-se.

Passados os primeiros três anos, Abbas é obrigado a moderar a sua oposição relativamente aos britânicos. Ainda assim, inspirou vários egípcios e grupos de jovens intelectuais mais familiarizados com ideais de liberdade e de igualdade.

Em 1914, na sequência da adesão da Turquia ao grupo das potências centrais na Primeira Guerra Mundial, Abbas, que na altura se encontrava em Constantinopla, é acusado pelos britânicos como desertor e deposto em favor do seu tio Hussein Kamel, considerado como mais pró-britânico.

177 Visualizações 2 Total
177 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

 

 

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo