Fernando Collor de Mello

Ex-presidente e reconhecido político brasileiro, Fernando Collor de Mello ainda atua como senador no Estado do Alagoas, apesar dos casos de corrupção.

Fernando Collor de Mello é um político brasileiro que foi presidente do país entre 1990 e 1992. Nascido no Rio de Janeiro, no dia 12 de agosto de 1949, Fernando Collor foi o presidente mais jovem a governar o país.

Fernando Collor

Quem é Fernando Collor?

Fernando Affonso Collor de Mello vem de família política. Seu pai foi deputado federal nos anos 1950 e chegou a governar o Estado do Alagoas de 1951 a 1956. Arnon Afonso de Farias Mello (1911-1983) era um homem firme e é conhecido pelo incidente em que matou José Kairala, em 1963, no prédio do Senado Federal, com um tiro à queima roupa.

Sua mãe, por outro lado, é dona de casa. Mas o seu avô materno, Lindolfo Collor, também foi deputado federal, pelo Rio Grande do Sul. Além disso, foi um dos principais líderes da Revolução de 1930. Também foi Ministro durante o governo Getúlio Vargas.

Fernando Collor cresceu entre Maceió, Rio de Janeiro e Brasília, em função das carreiras políticas de ambas as famílias. Foi bacharel em ciências econômicas, pela Universidade Federal de Alagoas, em 1972. Trabalho no Jornal do Brasil e como corretor de valores.

Em 1975, Fernando Collor casou-se com Celi Elizabeth Júlia Monteiro de Carvalho, também conhecida como Lilibeth Monteiro de Carvalho, filha de Joaquim Monteiro de Carvalho e herdeira do Grupo Monteiro Aranha. O casal teve dois filhos: Arnon Afonso de Melo Neto (nascido em 1976) e Joaquim Pedro Monteiro de Carvalho Collor de Mello (nascido em 1978).

Entretanto, o político teve um caso com Jucineide Brás da Silva, com quem teve um filho ilegítimo, em 1980. Mais tarde, esse filho também seguiu carreira na política. Em 1984, Fernando Collor casou-se novamente, com Rosane Brandão Malta, filha de políticos alagoanos. Rosane foi a primeira-dama brasileira enquanto o então marido estava no poder. Eles não tiveram filhos.

No início de 2006, Collor casou-se com a jovem arquiteta alagoana Caroline Medeiros, com quem teve duas filhas gêmeas, Cecile e Celine.

Presidência

Apesar de Fernando Collor ser filiado ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro, concorreu a presidência do Brasil pelo Partido da Reconstrução Nacional (PRN). Foi o primeiro presidente eleito em eleições diretas após a ditadura militar. Derrotou Leonel Brizola e Lula na disputa.

Entretanto, seu governo durou pouco tempo. Após incentivar investimentos externos no Brasil mediante incentivos fiscais e privatização das empresas estatais, Fernando Collor entrou em declínio. Com a crise e a inflação, o presidente decidiu investir no Plano Brasil Novo, popularmente denominado de Plano Collor.

No final de 1991, uma série de denúncias de corrupção e irregularidades surgiram na imprensa contra Fernando Collor. Pressionado pelo movimento caras-pintadas e por um processo de impeachment, o político renunciou pouco antes de ser destituído.

Atualmente é senador pelo Estado do Alagoas.

98 Visualizações 1 Total

References:

Conti, Mário Sérgio. (1999). Notícias do Planalto: A imprensa e Fernando Collor. Rio de Janeiro, Companhia das Letras.

98 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

 

 

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo