Descoberta do Ouro no Brasil XVIII: Riqueza colonial

A mão de obra escrava negra africana era predominante nas minas.

A mão de obra escrava negra africana era predominante nas minas.

        As primeiras jazidas de ouro encontradas no final do século XVII pelos bandeirantes  paulistas alteraram significativamente a importância da colônia brasileira para a metrópole portuguesa.A primeira descoberta do ouro  no Brasil foi  em 1695, na região das Minas Gerais. Em 1720, ainda foram encontrados diamantes nos atuais estados de Goiás e Mato Grosso. O ouro foi encontrado nos leitos dos rios, misturado à areia e ao cascalho.
Como metal precioso, o ouro representava a principal riqueza a ser acumulada e explorada pelas monarquias europeias modernas (XV-XVIII), durante a prática do colonialismo.

       A maior parte dos metais preciosos que chegava à Europa provinha da América. Para além do metal precioso, o ouro era a moeda, o padrão de troca e de regulação da economia mundial. Por esse motivo, esse metal foi tão cobiçado, caçado e explorado pelas coroas europeias, por aventureiros e mineradores.
Muitas pessoas partiram de todas as regiões para Minas Gerais, na esperança de enriquecer rapidamente. Houve uma intensa ’corrida do ouro’. O aumento populacional desordenado levou à fundação de vilas e cidades como Mariana, Vila Rica e Diamantina. Juntamente com a fundação das cidades, desenvolvia-se um intenso comércio e uma efervescente vida cultural. Contudo, com toda a cultura do ouro, a produção de alimentos tornou-se escassa e era comum que faltassem alimentos nas cidades. Chegaram cerca de 15 mil pessoas à colonia dourada, sendo 70% da população composta por escravos africanos.
A exploração do ouro e a dinamização da economia aurífera geraram mudanças significativas na sociedade colonial mineira. A exploração das minas condicionou aos exploradores custos elevados para o minerador, devido à extração e refino do ouro. Com os custos elevados da extração, pode- se afirmar que os lucros eram baixos.
A Coroa portuguesa organizou a regulamentação, a exploração e extração do ouro,a fim de evitar contrabandos. Em 1702 criou a Intendência das Minas, órgão encarregado de cobrar e fiscalizar a arrecadação do ouro na colônia. Em seguida, promulgou o Regimento das Minas de Ouro- que estabelecia definitivamente a autonomia e o controle administrativo português sobre a atividade mineradora brasileira. Em 1719, ficou proibida a circulação do ouro em pepitas e por essa razão, foi criada a Casa de Fundição, com objetivo de transformar o ouro em barras cunhadas com o selo real. Em 1759 a arrecadação do quinto foi substituída pela quantidade mínima de 100 mil arrobas anuais, que aconteciam durante a derrama.
A mão de obra preponderante nas lavras e nas minas era a escrava negra africana. A sociedade colonial mineradora mantinha-se hierarquizada e estratificada, com baixíssima mobilidade social.
O ouro impactou a história da sociedade brasileira e da portuguesa, ao mesmo tempo, já que nesta época não havia como pensar uma sociedade brasileira separada da portuguesa. Os colonizadores portugueses, por sua vez, já haviam explorado o ouro sudanês na África, ao longo do século XV. Entretanto, a descoberta de ouro na sua maior colônia, na região dos trópicos, era algo de fato, surpreendente. Passados quase três séculos de ocupação portuguesa no Brasil, o ouro ainda não havia sido encontrado. O ouro brasileiro serviu inclusive para sanar dívidas da Coroa Portuguesa, reerguendo a economia lusa em tempos de competitividade com a Espanha.

166 Visualizações 4 Total

References:

SOUSA, Laura de Mello.  Desclassificados do Ouro: A pobreza mineira do século XVIII. RJ: Editora Graal, 2004.

FIGUEIREDO, Lucas. Boa Ventura!A Corrida do Ouro no Brasil. RJ: Editora Record,2011.

VILLATA, Luiz Carlos. LAGE, Maria Efigênia.História de Minas Gerais-Província de Minas Gerais. MG: Editora Autêntica,2008.

 

166 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

 

 

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo