Gostaria de ser nosso colaborador?

É especialista em alguma das áreas de conhecimento presentes na nossa enciclopédia? Tem gosto pela escrita? Gostaria de ser editor numa enciclopédia em português, integralmente escrita por especialistas? Gostaria de partilhar conhecimento?

Se a sua resposta é sim, então envie-nos o seu CV para geral@knoow.net para que possamos analisar e enviar mais detalhes sobre a forma de colaboração.

 

Áreas para as quais procuramos especialistas:

  •  Biologia
  •  Economia
  •  História
  •  Medicina
  •  Medicina Veterinária
  •  Filosofia
  •  Sociologia
  •  Contabilidade
  •  Direito
  •  Mecânica
  •  Química
  •  Física
  •  Matemática

 

Tucídides

Tucidices

Tucídides foi um historiador da Grécia antiga, conhecido por ter relatado a guerra entre Esparta e Atenas no séc. V a.C. Reformou a conceção de historiador.

Quem foi Tucídides?

Tucídides foi um historiador grego que viveu, provavelmente, entre 460 e 400 ou 395 a.C, sendo por isso posterior a Heródoto, conhecido como o pai da História. Consta-se que seria filho de dois nobres atenienses, tendo nascido e vivido grande parte da sua infância e início da idade adulta em Atenas. Como cidadão de Atenas, que então atingia o seu apogeu económico e cultural, ele desenvolveu as suas capacidades intelectuais, muito cultivadas na cidade, aliadas a uma curiosidade instintiva.

Rapidamente tornado general, durante a Guerra do Peloponeso (431-404 a.C), entre as duas maiores potências à época da Grécia – Atenas e Esparta – era comum ver Tucídides no meio do campo de batalha, observando o desenrolar dos acontecimentos. Neste caso, é importante salientar que, numa batalha, um general não costuma estar, por hábito, na zona onda está a decorrer o combate.

No entanto, em dezembro de 424 a.C., pese embora os esforços de Tucídides enquanto general, os espartanos (liderados por Brásidas) conseguiram assaltar e tomar o porto de Íon, na cidade de Anfípolis. Por essa mesma razão, viu a sua carreira militar comprometida e, como castigo pela pesada derrota, foi exilado, tudo indica, para a Sicília, onde durante 20 anos desenvolveu as suas capacidades como historiador, regressando somente a Atenas em 403 a.C., depois da libertação da cidade por parte de Trasíbulo.

A sua obra mais importante foi «História da Guerra do Peloponeso», onde registou a luta entre Esparta e Atenas, duas cidades rivais gregas, dividindo-a em oito volumes incompletos, uma vez que “História da Guerra do Peloponeso” retrata a guerra no período entre 431 e 411 a.C, ao passo que a mesma só terminou em 404 a.C.

A data da sua morte não é consensual (cacula-se que tenha sido entre 400 e 395 a.C.), mas sabe-se que o historiador não parou de trabalhar na sua principal obra atá ao fim dos seus dias.

Inovação de Tucídides na função do historiador

Enquanto historiador e, embora influenciado por Heródoto, Tucídides procurou, ao mesmo tempo, fugir a sua linha de narração em relação à do pai da História. Numa altura em que em Atenas procurava-se acima de tudo fomentar-se a filosofia (a procura da verdade), através do culto e fomento do intelecto, Tucídides procurou fugir a uma simples descrição dos eventos. Para ele, até então os historiadores eram uma espécie de cronistas, não relatando a verdade e deixando-se levar, muitas vezes pelo exagero, o que, segundo ele, criava mitos e lendas. Para Tucídides era preferível relatar os factos conforme aconteceram e documentar de forma o mais corroborada possível todo os eventos.

Por outro lado, Tucídides procurou compreender a guerra, do ponto de vista sócio-económico, psicológico e até cultural, e, posteriormente, analisá-la e aos seus eventos, em vez de somente retratá-la, criando um focos principais do historiador – a recolha de dados e análise dos mesmos, culminando numa análise histórica.

Embora Heródoto seja considerado o pai da história, o primeiro historiador e, até, em alguns casos o primeiro jornalista, Tucídides é, contudo, visto por muitos como o primeiro historiador a relatar factos reais.

Consta-se que o próprio Tucídides terá definido o seu método de trabalho da seguinte forma: “Quanto aos factos, não achei conveniente retratá-los de acordo como primeiro informante, nem segundo as minhas próprias impressões, mas apenas após presenciá-los pessoalmente ou, quando obrigado a recorrer a outros testemunhos, só depois de realizar uma pesquisa tão severa quanto possível sobre cada um deles”

Outro facto importante sobre Tucídides é que, embora ateniense, procurou na sua obra compreender e, em alguns casos, dar razão às pretensões de Esparta na guerra entre as duas cidades.

115 Visualizações 1 Total

References:

Tucídides, Historiador da Grécia Antiga, EBiografia. Disponível em: https://www.ebiografia.com/tucidides/ . Consultado a 09/06/2018

Tucídides, Infopedia. Disponível em: https://www.infopedia.pt/$tucidides. Consultado a 09/0/2018

115 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

 

 

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo