Gostaria de ser nosso colaborador?

É especialista em alguma das áreas de conhecimento presentes na nossa enciclopédia? Tem gosto pela escrita? Gostaria de ser editor numa enciclopédia em português, integralmente escrita por especialistas? Gostaria de partilhar conhecimento?

Se a sua resposta é sim, então envie-nos o seu CV para geral@knoow.net para que possamos analisar e enviar mais detalhes sobre a forma de colaboração.

 

Áreas para as quais procuramos especialistas:

  •  Biologia
  •  Economia
  •  História
  •  Medicina
  •  Medicina Veterinária
  •  Filosofia
  •  Sociologia
  •  Contabilidade
  •  Direito
  •  Mecânica
  •  Química
  •  Física
  •  Matemática

 

Moisés

Moisés é um personagem da Bíblia e também um dos escritores do mesmo livro. Foi o escritor do Pentateuco, livro aceite por judeus, muçulmanos e cristãos, e do livro bíblico de Jó, além de ter composto alguns dos livros que mais tarde foram incluídos nos Salmos. Portanto, é um dos personagens mais importantes da história, e mesmo nas Escrituras aparece como um dos três indivíduos mais citados, a par de Abraão e David.

O seu nome significa Retirado da Água, relacionado-se isto com a situação por volta dos seus três meses, em que foi retirado do Rio Nilo.

Moisés nasceu numa época em que os seus conterrâneos eram escravos na terra do Egipto. Apesar da

Representação de Moisés de Miguel Ângelo

sua entrada pacífica, a ascenção de outro Faraó (de quem a Bíblia não menciona o nome), levou a que começassem a ser olhados com desconfiança. Portanto, foram feitos escravos. Para que os hebreus não iniciassem uma revolução foi decretada a morte de todos os bebés do sexo masculino. Os pais de Moisés, Anrão e Joquebede aquando do nascimento do seu filho (além dos dois que já tinham, Miriam e Arão), esconderam-no durante três meses. Após esse tempo colocaram-no numa arca de papiro, e no Rio Nilo. Entretanto, eles ficaram à espreita para verificar se alguém encontrava o menino. Foi a filha de Faraó que o encontrou e apesar de reconhecer a nacionalidade do menino afeiçoou-se a ele. Miriam, irmã mais velha de Moisés, sugeriu que se arranjasse uma ama hebréia para a menina a que a filha de Faraó acedeu. Sendo assim, Moisés foi criado pela sua mãe, até o período em que passou a viver na corte de Faraó. Evidências posteriores (relatadas por Estevão e Paulo, respetivamente em Atos dos Apóstolos e na epístola de Paulo aos Hebreus), mostram que ele recebeu uma educação principesca. Aos 40 anos de idade, ele desceu para observar como os seus irmãos hebreus estavam a passar. Ao verificar que um egípcio tratava mal os seus compatriotas, Moisés assassinou o egípcio com as suas próprias mãos. Após isso, escondeu o corpo supondo que ninguém saberia o que se tinha passado. No entanto, no dia seguinte, quando quis interferir novamente, agora numa discussão entre dois hebreus percebeu que o crime que tinha cometido era do conhecimento público, chegando inclusive aos ouvidos de Faraó. Sendo assim, Moisés fugiu para o deserto. Ao chegar a Midiã, sentou-se junto a um poço. Aqui vinham com regularidade as sete filhas de Jetro, um sacerdote midianita. Aparentemente elas não eram muito benquistas, pois os pastores que estavam junto ao poço, enxotavam-nas. Moisés veio em auxílio destas mulheres. Quando Jetro soube do que Moisés tinha feito, sugeriu às filhas que fossem chamar o homem, para que ele pudesse agradecer pelo ato bondoso de proteger as suas filhas. Então, Moisés passou a viver com Jetro. Com o tempo, casou-se com uma das filhas de Jetro, de nome Zípora, e teve dois filhos de nome Gerson e Eliézer. Além desta breve menção a ter feito uma família, pouco se sabe a respeito de Moisés durante os 40 anos seguintes. A próxima menção a ele, ocorre quando ele tinha oitenta anos e pastoreava no Monte Sinai. Aí, encontrou um espinheiro a arder, mas sem se consumir. Ao se aproximar, um anjo falou com ele e incumbiu-lhe de ir ao Egipto libertar o seu povo. Moisés de início rejeitou esta designação, porque achava que era incapaz de assumir tal papel, mas o anjo confirmou a sua designação e deu-lhe poder para realizar milagres, após o que Moisés acedeu.  Ao voltar para o Egipto, encontrou Arão, que foi comissionado para ser o porta voz de Moisés, e juntos foram até Faraó, para que ele libertasse o povo de Israel. O primeiro pedido apenas sugeria que eles fossem até o Monte Sinai adorar, algo a que o Faraó da altura não acedeu. Visto que rejeitou, várias vezes, apesar da demonstração de vários sinais e milagres, os egípcios foram acometidos por dez pragas (entre as pragas, Moisés retornava para saber se a opinião de Faraó permanecia igual). Em 14 de Nisã de 1513 comemorou-se a primeira Páscoa, após o que foram libertos do Egipto. Ao saírem do Egipto, dirigiram-se até o Mar Vermelho. Visto que Faraó supôs que estavam perdidos, foi atrás deles apenas para perecer no Mar Vermelho.

Seguiram-se 40 anos no Deserto. Isto aconteceu, não porque Moisés era um mau líder, mas por causa da dureza de coração do povo. Constantemente reclamavam da sua condição, e culpavam Moisés pelas circunstâncias. Num desses queixumes, Moisés perdeu a paciência. Ele deixou de glorificar a Deus, e disse que ele fez água sair de uma rocha. Este pecado, levou a que Moisés não entrasse na terra da promessa. Foi durante o período em que esteve no deserto que ele escreveu e compilou grande parte dos registos Escritos que compõe hoje o pentateuco. Foi também no Monte Sinai em que ele esteve 40 dias e recebeu as pedras da Lei. Foi o período mais excitante da vida de Moisés e do qual existem mais registos escritos. Ele morreu nas planícies de Moabe pouco antes de entrar na Terra da promessa. Teve a oportunidade de a ver ao longe, e o seu corpo foi tomado por Deus, não se sabendo a sua localização. Isso teve um efeito preventivo, visto que em Judas é dito que houve uma controvérsia entre o arcanjo Miguel e Satanás, porque este último tinha a intenção de usar o corpo de Moisés para maus objetivos. Foi sucedido por Josué. Durante este período ele teve a oportunidade de organizar o povo, segundo instruções divinas, e de realizar outros milagres. Diz a Bíblia também que ele era o mais manso de todos os homens no planeta.

 

 

 

930 Visualizações 1 Total

References:

http://www.imdb.com/title/tt0049833/

http://www.imdb.com/title/tt0049833/

http://www.jw.org/pt/publicacoes/livros/historias-biblicas/2/moises-egito/

https://pt.wikipedia.org/wiki/Mois%C3%A9s

http://www.imdb.com/title/tt0049833/

930 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.