UNITA – União Nacional para a Independência Total de Angola

O que é a UNITA – União Nacional para a Independência Total de Angola

A UNITA (sigla de União Nacional para a Indepenunitadência Total de Angola) é um movimento inicialmente independentista, criado em março de 1966 por vários dissidentes da FNLA e do GRAE e liderados por Jonas Savimbi, que empreendeu várias ações de guerrilha contra os portugueses no leste de Angola. Após a independência, e apesar da assinatura dos acordos do Alvor, a UNITA inicia um longo período de hostilidades com o MPLA que se tinha instalado no poder em Luanda. Entre 1975 e 1981, apoiada pela África do Sul e pelos Estados Unidos da América (que receavam a expansão do comunismo na África Austral), a UNITA conduziu uma guerra feroz contra o MPLA. Em 1991, e sob mediação portuguesa, a UNITA e o MPLA assinam um acordo de paz (Acordos de Bicesse), mas apenas um ano depois e na sequência das eleições legislativas são retomadas as hostilidades. Após a perseguição e morte do seu líder Jonas Savimbi pelas forças governamentais em Fevereiro de 2002, a UNITA abandona a luta armada para se dedicar exclusivamente à atividade política. Atualmente é o principal partido da oposição em Angola.

54 Visualizações 2 Total
54 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

 

 

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo