Gostaria de ser nosso colaborador?

É especialista em alguma das áreas de conhecimento presentes na nossa enciclopédia? Tem gosto pela escrita? Gostaria de ser editor numa enciclopédia em português, integralmente escrita por especialistas? Gostaria de partilhar conhecimento?

Se a sua resposta é sim, então envie-nos o seu CV para geral@knoow.net para que possamos analisar e enviar mais detalhes sobre a forma de colaboração.

 

Áreas para as quais procuramos especialistas:

  •  História do Brasil
  •  História de Angola
  •  História de Moçambique
  •  Medicina
  •  Medicina Veterinária
  •  Filosofia
  •  Sociologia
  •  Contabilidade
  •  Direito
  •  Mecânica
  •  Química
  •  Física
  •  Matemática

 

 

Yazalde, Hector

Hector Yazalde é um ex-futebolista que sagrou-se campeão da Bota de Ouro pelo Sporting Clube de Portugal, onde também foi campeão nacional.

Hector Yazalde é um ex-futebolista que sagrou-se campeão da Bota de Ouro pelo Sporting Clube de Portugal, onde também foi campeão nacional.

Nascido a 29 de Maio de 1964, Hector Yazalde era de uma família de poucas posses residente nos subúrbios da capital argentina, Buenos Aires. Como em tantas outras famílias de então, Yazalde começou a trabalhar bastante cedo, com 13 anos de idade, e em trabalhos de venda de jornais e de bananas. Ficou com o apelido de “Chirola” que significa “pouco dinheiro”, isto porque o que ganhava servia só para subsistir. O seu sonho era ser futebolista. E em 1965, o seu sonho torna-se realidade ao começar a jugar futebol no Club Piraña, onde deu nas vistas, e fez com que a equipa do

Independiente o fosse contratar em 1967.

Yazalde nos tempos do Independiente

Yazalde nos tempos do Independiente

Sagrou-se campeão argentino nesse ano de estreia e, também, estreou-se pela selecção argentina. Três anos mais tarde, revalida o título de campeão nacional e é considerado o melhor jogador argentino. Como jogador, Yazalde era um avançado móvel, de grande qualidade técnica e com grande potência e colocação de remate. Tinha feito 72 golos em 113 jogos nas épocas pelo Independiente. São apresentadas várias propostas para sair do país nesse ano de 1970, sendo que aceita a proposta do Sporting Clube de Portugal, para ser um dos avançados mais mortíferos que passou pelo nosso país. Conheceu a sua futura mulher cá em Portugal, a modelo Carmen da Ressureição de Deus com quem casou em 1973 e mudou o seu nome para Carmen Yazalde. Os tempos iniciais de Yazalde no Sporting não foram fáceis, porque alguns jogadores sentiam o seu lugar e posições no Sporting ameaçados com a vinda de Yazalde, isto porque era perceptível a todos a qualidade que detinha o argentino.

Nos tempos do Sporting, onde foi Bota de Ouro

Nos tempos do Sporting, onde foi Bota de Ouro

Em 1973/1974, Yazalde foi o vencedor da Bota de Ouro, prémio correspondente ao melhor marcador entre os vários campeonatos europeus. Marcou 46 golos em 30 encontros e estabeleceu uma nova máximo no que toca ao número de golos marcados pelo Bota de Ouro. Por isso mesmo, ganhou um automóvel da Toyota que foi vendido para que pudesse partilhar o dinheiro dessa venda pelos colegas de equipa. Mais tarde só foi superado pelo seu compatriota, Lionel Messi, em 2011, quando marcou 50 golos em 38 partidas. Ajudou os Leões a conquistar o campeonato nacional nesse ano de 1973/1974, sendo que na temporada anterior tinha já conquistado a Taça de Portugal pelo Sporting. O argentino foi em duas temporadas seguidas o melhor marcador do campeonato português, ele que já tinha ganho em 1973/1974 quando ganhou a Bota de Ouro, volta a ser o melhor em Portugal na época seguinte. Em quatro temporadas em solo português, o argentino fez 131 jogos e marcou 126 golos. Foi convocado pelo seleccionador argentino para o Mundial de 1974, onde fez o gosto ao pé no jogo contra o Haiti, onde fez os seus únicos dois golos pela selecção num total de 9 internacionalizações. No ano de 1975, Yazalde saiu do Sporting porque foi vendido para o Marselha, mas só teve um ano e meia em França, tendo regressado à Argentina. O destino foi o Newell´s Old Boys em 1977, onde jogou até ao ano de 1981 tendo terminado a carreira no Huracán no ano de 1982.

Chirola com Carmen Yazalde, sua esposa na altura.

Chirola com Carmen Yazalde, sua esposa na altura.

Abandonou a carreira desportiva mas não abandonou o futebol, tendo-se virado para a gestão de carreiras de outros futebolistas argentinos. Faleceu, de forma precoce, vítima de uma paragem cardíaca e de uma cirrose.

386 Visualizações 1 Total
386 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

 

 

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo