Vitória de Setúbal

O Vitória de Setúbal é uma das históricas equipas do futebol português, e uma presença assídua no principal escalão do futebol lusitano.

Logo Vitório de Setúbal

Logo Vitório de Setúbal

Fundação: 20 de Novembro de 1910.

Cidade/país: Setúbal, Portugal.

Estádio: Estádio do Bonfim.

Cor equipamento principal: Verde e Branco.

Principal rival: Barreirense.

Epíteto: Os Sadinos

História:

O Vitória Futebol Clube mais conhecido como Vitória de Setúbal foi fundado por Joaquim Venâncio, Henrique e Manuel Gregório, que em desacordo com a direcção do Bonfim Football Club decidiram fundar um novo clube na cidade portuguesa de Setúbal. Ao abandonar o antigo clube, Joaquim Venâncio motivou os colegas dizendo que a “a vitória será nossa”, inspirados por esta frase decidem denominar o clube de Vitória.

O campeonato regional de Lisboa era a única competição disputada nas imediações da cidade de Setúbal, a primeira grande dificuldade para os sadinos foi o facto dos clubes da Capital recusarem-se a jogar em Setúbal, tendo o Vitória que disputar todos os seus jogos na região de Lisboa. Apesar das adversidades, o Vitória de Setúbal conseguiu superiorizar-se aos grandes clubes da capital, Benfica, Sporting e Belenenses, conquistando os campeonatos de 1924 e 1927.

Com a criação da Associação de Futebol de Setúbal e consequente organização do campeonato do distrito, o Vitória deixou de competir na prova lisboeta e começou a exercer um domínio avassalador na nova competição, vencendo doze campeonatos em dezanove anos.

Na temporada de 1934-35 é uma das oito equipas que disputa o primeiro campeonato nacional, conquistado pelo FC Porto. Em 1943 chega à primeira final da Taça de Portugal, mas é derrotado por expressivos 5 a 1 pelo SL Benfica. Em 1954 atinge a segunda final do seu historial, mas é derrotado pelo Sporting por 3 a 2.

Após nova final perdida para o Benfica em 1962, vence a primeira Taça de Portugal em 1965 vencendo o mesmo adversário por 3-1 e vingando a derrota de três anos antes. A década de sessenta foi a Era Dourada do clube, com a participação em mais duas finais da Taça, uma perdida para o SC Braga em 1966, e outra ganha por 3 a 2 à Académica de Coimbra após prolongamento em 1967. Marcante também nesta década, foram os quatro pódios conquistados no campeonato nacional.

O período áureo do Setúbal prolongou-se até 1974, com a conquista de um segundo lugar no campeonato em 1972 e terceiro em 1970, 1973 e 1974. As boas prestações no campeonato português permitiam ao Vitória de Setúbal participar nas competições europeias, onde por quatro vezes atingiu os quartos-de-final da Taça dos Clubes com Feira, transformada em Taça UEFA eliminando equipas como o Inter de Milão ou o Anderlecht.

Após o 25 de Abril e ressurgimento do FC Porto, o Vitória de Setúbal perde dinamismo e entra em declínio desportivo, ao qual associaram-se problemas financeiros. A partir da década de oitenta o clube teve diversas subidas e descidas de divisão, até estabelecer-se novamente como clube de primeira no novo século.

Com a estabilização no principal escalão do futebol português, surgiu a terceira conquista na Taça de Portugal, após derrotar o Benfica por 2 a 1 em 2005, Na época seguinte o Vitória de Setúbal regressou à final, mas foi derrotado pelo FC Porto. Em 2008 vencem a Taça da Liga, ao baterem na final o Sporting na marcação de grandes penalidades.

Títulos:

  • Vencedor Taça de Portugal por três vezes: 1965, 1967 e 2005
  • Vencedor Taça da Liga por uma vez: 2008.
  • Vencedor Segunda Divisão Portuguesa por três vezes: 1942-43, 1951-52 e 1986-87.
  • Vencedor Campeonato Regional de Setúbal por doze vezes: 1928, 1929, 1932, 1933, 1934, 1935, 1936, 1937, 1944, 1945, 1946 e 1947
  • Vencedor Campeonato Regional de Lisboa por duas vezes: 1924 e 1927.
  • Vencedor Supertaça Ibérica por uma vez: 2005.
  • Vencedor Taça Ibérica por duas vezes: 1968 e 1974.
213 Visualizações 1 Total

References:

http://www.zerozero.pt/text.php?tp=4&nchapter=104

213 Visualizações

 

 

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo

Flag Counter