Gostaria de ser nosso colaborador?

É especialista em alguma das áreas de conhecimento presentes na nossa enciclopédia? Tem gosto pela escrita? Gostaria de ser editor numa enciclopédia em português, integralmente escrita por especialistas? Gostaria de partilhar conhecimento?

Se a sua resposta é sim, então envie-nos o seu CV para geral@knoow.net para que possamos analisar e enviar mais detalhes sobre a forma de colaboração.

 

Áreas para as quais procuramos especialistas:

  •  História do Brasil
  •  História de Angola
  •  História de Moçambique
  •  Medicina
  •  Medicina Veterinária
  •  Filosofia
  •  Sociologia
  •  Contabilidade
  •  Direito
  •  Mecânica
  •  Química
  •  Física
  •  Matemática

 

SL Benfica

O SL Benfica é um dos três grandes clubes do futebol português, conquistou duas Taças dos Campeões, e é a equipa portuguesa com maior sucesso interno

Benfica

(Sport Lisboa e Benfica)

sl-benfica-01

 Dados Gerais

  • Nome completo: Sport Lisboa e Benfica
  • Fundação: 28 de Fevereiro de 1904
  • Localização: Lisboa, Portugal
  • Estádio: Estádio do Sport Lisboa e Benfica (ou Estádio da Luz)
  • Cor do equipamento principal: Vermelho e Branco
  • Epíteto: As Águias, Os Encarnados e o Glorioso
  • Principais rivais: FC Porto, Sporting CP e Belenenses

 Títulos e Prémios

  • Internacionais: Taça dos Campeões Europeus (2)
  • Nacionais: Campeonato Português (35); Taça de Portugal (25); Taça da Liga (7); Supertaça Cândido de Oliveira (6).

História:

O Sport Lisboa e Benfica ou simplesmente Benfica ou SLB foi fundado na zona de Belém em Lisboa, a 28 de Fevereiro de 1904 como Sport Lisboa. Teve vinte e quatro membros fundadores, essencialmente antigos alunos da Casa Pia, jovens da zona de Belém e membros da Associação Bem. O vermelho foi a cor escolhida para as camisolas, a águia o símbolo do clube e pluribus unum, todos por um, o lema do clube.

O primeiro jogo disputado pelo SL Benfica foi contra o Campo de Ourique no dia 1 de Janeiro de 1905, resultou numa vitória benfiquista por 1 a 0. A grande rivalidade com o Sporting surgiria ainda na fase inicial dos dois clubes, em 1907 o Sporting oferecia as melhores condições para a prática da modalidade em Portugal, face às dificuldades do Benfica ao nível financeira e de infra-estruturas, oito dos seus jogadores passaram a representar o rival, iniciando assim uma rivalidade que aumentou ao longo das décadas.

O Sport Lisboa tinha jogadores mas não tinha campo, o Grupo Sport Benfica tinha um campo mas não tinha jogadores e pretendia ampliar a prática desportiva para o futebol. Da necessidade de ambas as colectividades nasce a fusão entre os dois clubes, originando o Sport Lisboa e Benfica e a deslocação do clube da parte ocidental da cidade para a oriental em 1908.

Os primeiros anos do clube foram bem-sucedidos a nível regional com a conquista de diversos campeonatos da zona de Lisboa na década de dez. Mas o primeiro grande sucesso do clube surgiria na temporada de 1929-30, com a conquista do Campeonato de Portugal, competição disputada entre os melhores classificados das diferentes competições regionais, frente ao Barreirense por 3-1 após prolongamento. Na época seguinte revalidou o troféu ao vencer o FC Porto na final por 3 a 0. Este troféu foi conquistado pela última vez em 1935 com uma vitória por 2 a 1 contra o grande rival Sporting.

Com a criação dos campeonatos nacionais de futebol, o SL Benfica conquista esta competição por sete vezes entre 1938 e 1950, adquirindo uma popularidade nunca antes vista em Portugal. Em 1950 vence a primeira competição internacional, a Taça Latina ao derrotar o Bordéus na final. Neste período foram conquistadas diversas Taças de Portugal, a primeira do historial do clube em 1939-40 ante o Belenenses por 3 a 1.

As décadas de cinquenta e sessenta trariam a conquista de mais dez campeonatos nacionais e igual número de Taças. Mas seria a nível internacional que o SL Benfica iria brilhar, em 1961 tornou-se a primeira equipa portuguesa a disputar e ganhar a final da Taça dos Campeões Europeus, ao derrotar o Barcelona por 3-2. Desta equipa destacavam-se jogadores como Coluna e José Águas, no ano seguinte já com a lenda do Benfica e da selecção nacional portuguesa, Eusébio, revalida esta conquista ao derrotar na final o Real Madrid por 5 a 3. O Benfica era orientado pelo treinador húngaro, Béla Guttmann.

O regime fascista de Salazar, face aos sucessos internos e externos do SL Benfica começou a tirar proveito dessa popularidade para acções políticas e propagandísticas.

A década de setenta foi proveitosa para os encarnados, com seis campeonatos conquistados. Mas a actualidade politica portuguesa nesta década ficou marcada pelo golpe militar de 25 de Abril de 1974, abolição do regime fascista e reintrodução do regime democrático.

Esta mudança viu o Benfica continuar a conquistar troféus nacionais, cinco na década de oitenta, mas também alterou o paradigma do futebol lusitano. O FC Porto começou gradualmente a contrariar a hegemonia benfiquista, até ao ponto em que dominava por completo o futebol lusitano.

A nível europeu o Benfica participou em mais cinco finais da Taça dos Campeões Europeus, mas saiu derrotado em todas elas. Segundo os mais supersticiosos a culpa destas derrotas fora de Béla Guttmann, que ao sair do SL Benfica amaldiçoou o clube ao afirmar que nunca mais iria vencer uma final europeia. Certo é que nas finais da Liga Europa de 2013 e 2014, o SL Benfica foi derrotado, mantendo viva a maldição de Guttman.

Após as conquistas nacionais nos inícios dos anos noventa, o clube entra numa face menos positiva, com declínio desportivo acentuado, em detrimento ao rival nortenho FC Porto que demarcava o seu domínio. À crise desportiva juntou-se uma forte crise financeira que quase levou o clube à falência.

Com a chegada de Luís Filipe Vieira á presidência do clube e com diversas alterações na estrutura do clube, e a contratação de treinadores como Jorge Jesus ou Rui Vitória, o clube recupera grande parte da influência que detinha anteriormente, conquistando diversos títulos nacionais.

Títulos:

  • Vencedor Campeonato Português por trinta e cinco vezes: 1935-36, 1936-37, 1937-38, 1941-42, 1942-43, 1944-45, 1949-50, 1954-55, 1956-57, 1959-60, 1960-61, 1962-63, 1963-64, 1964-65, 1966-67, 1967-68, 1968-69, 1970-71, 1971-72, 1972-73, 1974-75, 1975-76, 1976-77, 1980-81, 1982-83, 1983-84, 1986-87, 1988-89, 1990-91, 1993-94, 2004-05, 2009-10, 2013-14, 2014-15 e 2015-16
  • Vencedor Taça de Portugal por vinte e cinco vezes: 1939-40,1942-43, 1943-44, 1948-49, 1950-51, 1951-52, 1952-53, 1954-55, 1956-57, 1958-59, 1961-62, 1963-64, 1968-69, 1969-70, 1971-72, 1979-80, 1980-81, 1982-83, 1984-85, 1985-86, 1986-87, 1992-93, 1995-96, 2003-04 e 2013-14
  • Vencedor Campeonato de Portugal por três vezes: 1929-30, 1930-31 e 1934-35
  • Vencedor Supertaça Portuguesa por cinco vezes: 1980, 1985, 1989, 2005 e 2014.
  • Vencedor Taça da Liga Portuguesa por sete vezes: 2008-09, 2009-10, 2010-11, 2011-12, 2013-14, 2014-15 e 2015-16
  • Vencedor Taça dos Campeões Europeus por duas vezes: 1960-61 e 1961-62
  • Vencedor Taça Latina por uma vez: 1950.
  • Vencedor Campeonato Regional de Lisboa por dez vezes: 1909-10, 1911-12, 1912/13, 1913-14, 1915-16, 1916-17, 1917-18, 1919-20, 1932-33 e 1939-40.
673 Visualizações 3 Total

References:

http://www.zerozero.pt/text.php?tp=4&nchapter=20

673 Visualizações

 

 

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo

Flag Counter