Europeu 96

Futebol de regresso a casa e o chapéu de Poborsky

UEFA_Euro_1996_logo.svg Edição: 10ªParticipantes: 16

Organizador: UEFA

Anfitrião: Inglaterra

Campeão: Alemanha

Vice-Campeão: Rep. Checa

Melhor Marcador: Alan Shearer – 5 golos (Inglaterra)

Melhor Guarda-Redes: Andreas Köpke (Alemanha)

Melhor Jogador: Matthias Sammer (Alemanha)

Total de Jogos: 31 partidas

Total de Golos: 64 golos marcados

Assistência Total: 1,276,137 pessoas

O Campeonato da Europa de 1996 teve lugar na Inglaterra e foi conquistado pela selecção da Alemanha. Esta foi a primeira edição da competição a realizar-se com a presença de 16 equipas na fase final, distribuídas por quatro grupos.

Nesta prova, um recorde de seis selecções fez a sua estreia em fases finais: Bulgária, Suíça, Turquia, a República Checa (depois da independência), a Croácia e Rússia.

Doze anos depois, a selecção portuguesa voltou aos grandes palcos internacionais, ao qualificar-se para a fase final pela segunda vez na história (a primeira foi em 1984). E, desde então, não mais voltou a falhar um apuramento.

Alan Shearer, com cinco golos, terminou como o melhor marcador, sendo que mais dois tentos apontados no UEFA EURO 2000 tornaram o avançado inglês no segundo melhor marcador de sempre em fases finais de Europeus, atrás de Michel Platini.

Image1

A Alemanha conquistou o título em Inglaterra

 

 

Fase de qualificação

Com a Inglaterra já apurada como anfitriã da prova, as restantes 47 selecções membros da UEFA foram divididas em 8 grupos de qualificação (sete com seis equipas e um com cinco equipas). Os dois primeiros classificados de cada grupo apuraram-se directamente para a fase final (num total de 14) e as duas piores segundas classificadas disputaram um playoff entre si. Qualificaram-se Roménia e França (Grupo 1), Espanha e Dinamarca (Grupo 2), Suíça e Turquia (Grupo 3), Croácia e Itália (Grupo 4), Rep. Checa (Grupo 5), Portugal (Grupo 6), Alemanha e Bulgária (Grupo 7), Rússia e Escócia (Grupo 8).

Pela primeira vez desde a expansão na fase final do Campeonato da Europa de 1980, foi realizado um playoff de apuramento, com a Holanda (Grupo 5) a bater a República da Irlanda (Grupo 6), por 2-0, em Liverpool.

Com este alargamento de equipas participantes, não houve ausências de peso no Euro 96, sendo a Suécia a única digna de nota a falhar a fase final, tendo ficado atrás de Suíça e Turquia, no Grupo 3.

Portugal apurou-se de forma tranquila, ao terminar em 1º lugar no grupo 6, com 23 pontos, mais 5 que as duas Irlandas. Áustria, Letónia e Liechtenstein completaram o lote de equipas que defrontaram a selecção das quinas, formada por vários jogadores da chamada “Geração de Ouro”, que venceu dois mundiais de futebol de juniores, em 1989 e 1991. Luis Figo, Rui Costa, João Pinto, Paulo Sousa e Fernando Couto foram alguns dos nomes em destaque nesta formação.

A Croácia apurou-se para o Euro96 n a primeira vez em que participou na fase de apuramento para uma grande competição, desde a declaração de independência da antiga Jugoslávia em 1993. Os croatas venceram o grupo 4, com 23 pontos, os mesmos da Itália que foi segunda classificada.

França, Espanha e Rússia foram as únicas selecções que não sofreram qualquer derrota na fase preliminar.

 

https://www.youtube.com/watch?v=qrhgFELlJF4

 

Fase de grupos

A fase de grupos do Europeu de Inglaterra foi a primeira a contar com 16 equipas, divididas em 4 lotes. O grupo 3, composto por Alemanha, Rep. Checa, Itália e Rússia, constituiu o chamado “grupo da morte” (o grupo com mais equipas fortes).

Portugal estreou-se um empate (1-1, por Laudrup e Sá Pinto) frente à campeã em título, a Dinamarca, vencendo depois os outros dois jogos do grupo com a Turquia (1-0, por Fernando Couto) e com a Croácia (3-0, por Figo, João Pinto e Domingos). O 1º Lugar no grupo assentou bem nas exibições da equipa lusa.

A eliminação da detentora do título, no grupo de Portugal, e da Itália no grupo da impressionante Rep. Checa, foram as principais surpresas da fase de grupos.

 

Grupo A
Equipas J V E D GM GS DG Pts
1 Inglaterra Inglaterra 3 2 1 0 7 2 5 7
2 Holanda Holanda 3 1 1 1 3 4 -1 4
3 Escócia Escócia 3 1 1 1 1 2 -1 4
4 Suíça Suíça 3 0 1 2 1 4 -3 1
Grupo B
Equipas J V E D GM GS DG Pts
1 França França 3 2 1 0 5 2 3 7
2 Espanha Espanha 3 1 2 0 4 3 1 5
3 Bulgária Bulgária 3 1 1 1 3 4 -1 4
4 Roménia Roménia 3 0 0 3 1 4 -3 0
Grupo C
Equipas J V E D GM GS DG Pts
1 Alemanha Alemanha 3 2 1 0 5 0 5 7
2 Rep. Checa Rep. Checa 3 1 1 1 5 6 -1 4
3 Itália Itália 3 1 1 1 3 3 0 4
4 Rússia Rússia 3 0 1 2 4 8 -4 1
Grupo D
Equipas J V E D GM GS DG Pts
1 Portugal Portugal 3 2 1 0 5 1 4 7
2 Croácia Croácia 3 2 0 1 4 3 1 6
3 Dinamarca Dinamarca 3 1 1 1 4 4 0 4
4 Turquia Turquia 3 0 0 3 0 5 -5 0

 

 

Quartos-de-final

Espanha Espanha 0-0 Inglaterra Inglaterra  (2-4 pens)

França França 0-0 Holanda Holanda  (5-4 pens)

Portugal Portugal 0-1 Rep. Checa Rep. Checa

Alemanha Alemanha 2-1 Croácia Croácia

Foi necessário recorrer ao desempate por grandes penalidades em dois jogos dos quartos-de-final, depois de terem terminado sem qualquer golo marcado.

A vitória da Inglaterra sobre a Espanha nesta fase continua a ser a única vitória inglesa até à data no desempate por grandes penalidades, tendo perdido nos penáltis frente à Alemanha, nas meias-finais, naquele que veio a ser um de vários desaires.

Portugal foi eliminado pela Rep. Checa num lance que ficou marcado na história. Karel Poborsky, que viria a assinar pelo Benfica, fez um chapéu pronunciado a Vítor Baía, atirando Portugal para fora da competição.

 

 

Meias-finais

França França 0-0 Rep. Checa Rep. Checa (5-6 pens)

Inglaterra Inglaterra 1-1 Alemanha Alemanha (5-6 pens)

Este foi o Europeu das grandes penalidades, com mais dois jogos a serem decididos através da marca dos 9,15m. Rep. Checa e Alemanha levaram a melhor.

 

Final

Rep. Checa Rep. Checa 1-2 Alemanha Alemanha

Tudo parecia encaminhado para uma vitória histórica dos estreantes no Euro 96, quando Patrick Berger colocou os checos em vantagem, na sequência de um penálti inexistente (a falta foi fora da área). No entanto, Oliver Bierhoff saltou do banco para empatar a partida e, já no prolongamento, dar a vitória aos alemães, com um golo de ouro.

A Alemanha bateu o recorde da URSS ao atingir a quinta final, tendo ainda assegurado o seu terceiro título europeu, feito que continua sem ser igualado. Espanha e França são os únicos outros países a terem vencido a prova por mais do que uma vez.

Tal como em 1988 (com Holanda e URSS), os finalistas de 1996 já se tinham encontrado na fase de grupos, com a Alemanha a bater por duas vezes a República Checa;

 

 

Pódio

Alemanha Alemanha

2º Rep. Checa Rep. Checa

França França

Inglaterra Inglaterra

 

Equipa do Torneio

Alemanha Andreas Köpke (Alemanha)

França Laurent Blanc (França)

França Marcel Desailly (França)

Alemanha Matthias Sammer (Alemanha)

Itália Paolo Maldini (Itália)

Inglaterra Paul Gascoigne (Inglaterra)

Rep. Checa Karel Poborský (Rep. Checa)

Alemanha Dieter Eilts (Alemanha)

Inglaterra Alan Shearer (Inglaterra)

Bulgária Hristo Stoichkov (Bulgária)

Croácia Davor Šuker (Croácia)

1160 Visualizações 4 Total

References:

http://pt.uefa.com/uefaeuro/season=1996/matches/round=224/index.html

1160 Visualizações

 

 

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo

Flag Counter