Gostaria de ser nosso colaborador?

É especialista em alguma das áreas de conhecimento presentes na nossa enciclopédia? Tem gosto pela escrita? Gostaria de ser editor numa enciclopédia em português, integralmente escrita por especialistas? Gostaria de partilhar conhecimento?

Se a sua resposta é sim, então envie-nos o seu CV para geral@knoow.net para que possamos analisar e enviar mais detalhes sobre a forma de colaboração.

 

Áreas para as quais procuramos especialistas:

  •  Biologia
  •  Economia
  •  História
  •  Medicina
  •  Medicina Veterinária
  •  Filosofia
  •  Sociologia
  •  Contabilidade
  •  Direito
  •  Mecânica
  •  Química
  •  Física
  •  Matemática

 

 

Europeu 2008

O renascimento da “fúria espanhola” 44 anos depois

200px-UEFA_EURO_2008_New_Logo.svg Edição: 12ª

Participantes: 16

Organizador: UEFA

Anfitrião: Áustria e Suiça

Campeão: Espanha

Vice-Campeão: Alemanha

Melhor Marcador: Fernando Torres – 4 golos (Espanha)

Melhor Guarda-Redes: Iker Casillas (Espanha)

Melhor Jogador: Xavi (Espanha)

Total de Jogos: 31 partidas

Total de Golos: 77 golos marcados

Assistência Total: 1,140,902 pessoas

 

Image17

O primeiro de três títulos internacionais consecutivos para a Espanha

 

O Campeonato Europeu de Futebol de 2008 foi organizado por dois países em conjunto, pela segunda vez na história da competição – Áustria e Suíça – e foi conquistado pela selecção espanhola. A equipa castelhana fez uma campanha praticamente perfeita, vencendo todos os jogos da competição, tornando-se na segunda selecção a conseguir esse feito, depois da França em 1984. No entanto, os espanhóis precisaram de recorrer ao desempate por grandes penalidades para eliminar a Itália nos quartos-de-final.

A fase de qualificação iniciou-se em 2006 e a fase final do torneio foi disputada entre 7 e 29 de Junho de 2008.

 

 

Fase de qualificação

Com Áustria e Suíça já apuradas como anfitriãs da prova, as restantes 50 selecções membros da UEFA que participaram no apuramento foram divididas em 7 grupos de qualificação (7 com 7 equipas e 1 com 8 equipas). Apuraram-se directamente os dois primeiros classificados de cada grupo, sem existência de playoffs desta vez.

Portugal qualificou-se no grupo A com 27 pontos, atrás da Polónia, cedendo apenas uma derrota em toda a fase preliminar. No entanto, a equipa orientada por Luis Filipe Scolari perdeu mais 12 pontos, em resultado de 6 empates.

Apuraram-se dos respectivos grupos:

Grupo A: Polónia e Portugal

Grupo B: Itália e França

Grupo C: Grécia e Turquia

Grupo D: Rep. Checa e Alemanha

Grupo E: Croácia e Rússia

Grupo F: Espanha e Suécia

Grupo G: Roménia e Holanda

A grande ausente da fase final foi a Inglaterra, que ficou em 3º lugar no grupo E. Os britânicos só precisavam de um empate no último jogo em casa frente à Croácia, que já estava qualificada, mas acabaram por perder por 2-3. Aos 15 minutos, a Inglaterra já perdia por 2-0, tendo conseguido empatar com golos de Lampard (56’) e Crouch (65’), acabando por ceder o terceiro golo (77’), que gelou as bancadas em pleno estádio de Wembley. A Rússia acabou por passar os ingleses no 2º lugar, vencendo o último encontro frente a Andorra, por 0-1.

David Healy, da Irlanda do Norte, quebrou o recorde de golos de Davor Šuker num apuramento para o Europeu ao apontar 13, incluindo um “hat-trick” no triunfo por 3-2 sobre a Espanha, nbo grupo F.

A caminho da fase final, o checo Daniel Pudil acabou por falhar a presença no torneio depois de fracturar a mão ao festejar o triunfo do SK Slavia Praga no campeonato. O romeno Ovidiu Petre teve o mesmo destino devido a um acidente no voleibol.

 

Fase de grupos

Grupo A (País Anfitrião: Suíça)

Equipas J V E D GM GS DG Pts
1 Portugal Portugal 3 2 0 1 5 3 2 6
2 Turquia Turquia 3 2 0 1 5 5 0 6
3 Rep. Checa Rep. Checa 3 1 0 2 4 6 -2 3
4 Suíça Suíça 3 1 0 2 3 3 0 3

Grupo B (País Anfitrião: Áustria)

Equipas J V E D GM GS DG Pts
1 Croácia Croácia 3 3 0 0 4 1 3 9
2 Alemanha Alemanha 3 2 0 1 4 2 2 6
3 Áustria Áustria 3 0 1 2 1 3 -2 1
4 Polónia Polónia 3 0 1 2 1 4 -3 1

Grupo C (País Anfitrião: Suíça)

Equipas J V E D GM GS DG Pts
1 Holanda Holanda 3 3 0 0 9 1 8 9
2 Itália Itália 3 1 1 1 3 4 -1 4
3 Roménia Roménia 3 0 2 1 1 3 -2 2
4 França França 3 0 1 2 1 6 -5 1

Grupo D (País Anfitrião: Áustria)

Equipas J V E D GM GS DG Pts
1 Espanha Espanha 3 3 0 0 8 3 5 9
2 Rússia Rússia 3 2 0 1 4 4 0 6
3 Suécia Suécia 3 1 0 2 3 4 -1 3
4 Grécia Grécia 3 0 0 3 1 5 -4 0

 

A fase final do torneio disputou-se com entre 16 equipas, divididas em 4 grupos, nos quais os dois primeiros classificados se apuravam para os quartos-de-final.

Portugal disputou o Grupo A, junto com a anfitriã Suíça, a Turquia e a Rep. Checa, vencendo os dois primeiros jogos e perdendo o último contra a equipa da casa, que foi última classificada. A equipa lusa garantiu o 1º lugar no grupo, qualificando-se junto com a Turquia para a fase seguinte.

No Grupo B, os favoritos seguiram em frente, sendo que a Croácia conseguiu vencer todos os jogos, incluindo o encontro frente à Alemanha (2-1), que chegaria à final da prova. Com o afastamento da Áustria neste grupo, ambas as equipas anfitriãs ficaram pelo caminho na fase de grupos. Ainda assim, o austríaco Ivica Vastic conseguiu um recorde, ao tornar-se no jogador mais velho a marcar num Campeonato da Europa, com 38 anos e 257 dias, quando converteu um penálti frente à Polónia.

A França foi a grande decepção do torneio, ficando em último lugar no Grupo C, com apenas um ponto, conquistado frente à Roménia no jogo de abertura do grupo. A goleada por 1-4 contra a Holanda e a derrota por 0-2 com a Itália consumaram o adeus prematuro da equipa que tinha sido finalista do Mundial na Alemanha, dois anos antes. Holanda, só com vitórias, e Itália seguiram em frente.

No Grupo D, a selecção espanhola dominou por completo, qualificando-se com 9 pontos, junto com a Rússia, que foi uma das surpresas positivas do campeonato.

 

Quartos-de-final

Portugal Portugal 2-3 Alemanha Alemanha

Croácia Croácia 1-1 Turquia Turquia (1-3 pens)

Holanda Holanda 1-3 Rússia Rússia (prolongamento)

Espanha Espanha 0-0 Itália Itália (4-2 pens)

 

A superioridade alemã voltou a ficar evidente frente a Portugal, dois anos depois do encontro do 3º e 4º lugar no Mundial de 2006, que os germânicos tinham vencido por 3-1. Portugal entrou a perder, sofrendo dois golos praticamente de seguida (22’ e 26’), conseguiu reagir com um golo de Nuno Gomes ainda antes do intervalo (40’), mas Michael Ballack repôs a vantagem ao fazer o 3-1 (61’). Com meia hora para jogar, Portugal não teve capacidade de reacção e um golo de Hélder Postiga a 3 minutos do fim foi insuficiente para mudar os destinos da selecção portuguesa.

Dois “outsiders” conseguiram vencer nos quartos-de-final, com destaque especial para a Rússia que bateu a Holanda por 3-1. Os russos, que estiveram a vencer até quatro minutos do fim e permitiram o empate por Nistelrooy, “descascaram a laranja” no prolongamento, com dois golos que carimbaram a passagem às meias-finais. Andrey Arshavin foi um dos jogadores em destaque, não só neste encontro mas em toda a competição.

A Turquia, que ia ficando debilitada nesta fase devido a lesões e castigos, venceu a Croácia nos penáltis.

Frente à Itália, a Espanha pôs fim à maldição do dia 22 de Junho. Os castelhanos tinham sido eliminados nos três torneios anteriores nesse dia, mas conseguiram vencer a partida dos quartos-de-final em penáltis a 22 de Junho de 2008, ao bater a Itália num jogo oficial pela primeira vez em 88 anos.

 

Meias-finais

Alemanha Alemanha 3-2 Turquia Turquia

Rússia Rússia 0-3 Espanha Espanha

A Turquia entrou na meia-final ante a Alemanha com nove jogadores indisponíveis devido a lesão ou suspensão, mas manteve-se na luta até Philipp Lahm fazer o 3-2 para os germânicos no último minuto. A Alemanha rematou três vezes à baliza na vitória por 3-2 sobre a Turquia e marcou em todas elas. Se os turcos tivessem a mesma eficácia, a equipa de Joachim Löw teria perdido por 11-3.

Contra a Rússia, David Villa, da Espanha, tornou-se no sétimo jogador a marcar um “hat-trick” numa fase final, depois de Patrick Kluivert e Sérgio Conceição (Euro 2000), Marco van Basten (euro 88), Michel Platini (duas vezes no Euro 84), Dieter Müller (Euro 76) e Klaus Allofs (Euro 80).

 

Final

Espanha Espanha 1-0 Alemanha Alemanha

Fernando Torres apontou o único golo da selecção espanhola na final do Euro 2008, que ditou a conquista do torneio 44 anos depois, quando tinham vencido em casa contra a URSS.

 

 

Pódio

Espanha Espanha

Alemanha Alemanha

Rússia Rússia

Turquia Turquia

 

Os melhores do Torneio

Guarda-Redes                             

Espanha Iker Casillas

Itália Gianluigi Buffon

Holanda Edwin van der Sar

Defesas

Espanha Carlos Marchena

Espanha Carles Puyol

Portugal Bosingwa

Portugal Pepe

Alemanha Philipp Lahm

Rússia Yuri Zhirkov

Médios

Espanha Marcos Senna

Espanha Xavi Hernández

Espanha Andrés Iniesta

Espanha Cesc Fábregas

Rússia Konstantin Zyryanov

Turquia Hamit Altıntop

Holanda Wesley Sneijder

Croácia Luka Modrić

Avançados

Espanha David Villa

Espanha Fernando Torres

Rússia Andrey Arshavin

Rússia Roman Pavlyuchenko

Alemanha Lukas Podolski

 

Os slogans de cada selecção inscritos nos autocarros:

Alemanha Alemanha: Alemanha – uma equipa – um objectivo

Áustria Áustria: Só juntos poderemos vencer!

Croácia Croácia: Com os adeptos até ao topo da Europa

Espanha Espanha: Aconteça o que acontecer, ESPANHA SEMPRE

França França: Vivemos juntos, vibramos juntos

Grécia Grécia: Uma equipa, um sonho!

Holanda Holanda: Uma missão, um sentimento, todos unidos somos laranja

Itália Itália: O céu é sempre mais azul

Polónia Polónia: … porque só o desporto e a diversão contam!

Portugal Portugal: Este Autocarro é movido a Vontade de Vencer

Rep. Checa República Checa: Vamos com alma, vamos ganhar, vamos materializar o sonho de uma nação!

Roménia Roménia: Roménia, estamos orgulhosos de ti e amamos-te

Rússia Rússia: Futebol russo, a vitória está connosco! A Rússia orgulha-se de seus jogadores.

Suécia Suécia: Selecção da Suécia = um ponto

Suíça Suíça: Destino final: Viena

Turquia Turquia: Caberá a paixão turca neste autocarro?

1563 Visualizações 2 Total

References:

http://pt.uefa.com/uefaeuro/season=2008/index.html

http://www.ionline.pt/476074

1563 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

 

 

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo