Clube Desportivo Feirense

O Clube Desportivo Feirense, conhecido apenas como Feirense, é um clube português de Santa Maria da Feira que tem como principal modalidade o futebol.

Fundação: 19 de março de 1918

Cidade/país: Santa Maria da Feira, Portugal.

Estádio: Estádio Marcolino de Castro

Cor equipamento principal: Camisola azul, calção branco e meias azuis

Epíteto: Fogaceiros e Azuis da Feira

História:

O Clube Desportivo Feirense foi fundado a 18 de março de 1918, tendo na altura a designação de Associação Desportiva Feirense. Luís Amorim, Artur Bastos, Luís Cadilon e Artur Lima foram os fundadores do clube que apenas adotou a atual designação no final dos anos 20.

Uma das primeiras iniciativas dos fundadores foi a aquisição de um terreno onde acabou por ser construído o primeiro campo de jogos, no lugar de Picalhos, em Santa Maria da Feira. O contrato de arrendamento do terreno e as terraplanagens iniciaram-se em 1924 e o primeiro jogo neste campo aconteceu a 4 de maio desse ano contra o Lourosa. O jogo terminou com a vitória do Feirense por 2-1. O primeiro presente do Feirense, Alcides da Silva Machado, tomou posse a 30 de dezembro de 1924.

Dois anos depois, com o objetivo de adquirir um novo terreno com condições para um novo campo, é criada uma comissão. O terreno acabou por ser comprado no Lugar do Montinho, com uma localização central. A estreia do campo do Montinho aconteceu a 2 de março de 1931 com um jogo entre a Seleção de Aveiro e o FC Porto, ano em que o Feirense começou a equipar com camisola azul, calções pretos e meias pretas, uma vez que, até então, o equipamento era vermelho e preto com riscas verticais.

A primeira participação do C.D. Feirense num campeonato foi na época de 1930/31 no campeonato da promoção de Aveiro, tendo sido derrotado por 2-1 no primeiro jogo oficial no Cortegaça. Entre a década de 30 e a década de 50, o clube enfrentou algumas dificuldades e nessa altura foi criado o primeiro emblema oficial do clube, da autoria de António Ferreira da Costa.

A 15 de janeiro de 1955 Marcolino de Castro é eleito pela primeira vez como Presidente do Feirense, algo que aconteceu por mais cinco vezes em nove temporadas. A partir dessa altura o C.D. Feirense passou a jogar com o seu atual equipamento, com camisola azul e calção branco. Em 1956 a equipa de futebol conseguiu o primeiro apuramento no campeonato nacional da 3ª Divisão, tendo-se estreado em Avintes.

Em 1958 foram aprovados os primeiros estatutos do clube, as cores da bandeira e um novo logótipo da autoria de Humberto de Paiva. Em 1959/60 o C.D. Feirense sagrou-se pela primeira vez Campeão Distrital de Aveiro, título que repetiu nas épocas de 1965/66 e 1967/68.

Em 1969 Artur Brandão foi eleito pela primeira vez presidente do clube, o que aconteceu por mais quatro vezes em nove épocas. Marcolino de Castro e Artur Brandão foram os presidentes que mais anos estiveram à frente do clube.

Na época 1976/77, o Feirense vence a Zona Centro da Segunda Divisão e na época seguinte disputa novamente o Campeonato Nacional da Primeira Divisão. É no início da época de 1987/88 que o clube inaugura o relvado natural do seu estádio.

No final da década de 80, o Feirense conquista novamente a Zona Centro da Segunda Divisão e, na época seguinte, disputa pela terceira vez o principal campeonato de futebol. Na época 1990/91 a equipa joga as meias-finais da Taça de Portugal com o FC Porto, mas acaba eliminada.

Em 2001 tomou posse Rodrigo Nunes, um presidente que ficou na história do clube por ter apresentado a maquete do Complexo Desportivo de Golfar, o hino do clube escrito por Ernesto Campos, a revista mensal Feirense Magazine, a Gala do Clube e por ter alterado os estatutos e o emblema oficial. Durante a presidência de Rodrigo Nunes, o Feirense revitalizou a ginástica e criou várias modalidades, desde natação a cicloturismo, passando por andebol, badminton, atletismo, basquetebol, canoagem e futsal. Rodrigo Nunes acabou por ser eleito novamente para mais dois mandatos consecutivos, algo inédito no clube.

Em 2002/03 o Feirense subiu novamente à divisão de honra. A 21 de maio de 2011 o Feirense conseguiu uma nova promoção à Primeira Liga com uma vitória frente ao Desportivo das Aves por 2-0. A equipa terminou a temporada em 2º lugar empatada com o Gil Vicente, com 55 pontos. Na época seguinte disputou novamente a 2ª Divisão. Em 2016 o clube conseguiu ascender à principal liga de futebol e em 2016/2017 alcançou a melhor classificação da história, um 8º lugar com 48 pontos, sob comando do treinador Nuno Manta Santos.

Estádio:

O C.D. Feirense joga no Estádio Marcolino de Castro, localizado em Santa Maria da Feira. Este estádio tem capacidade para 5600 espectadores.

O terreno para a construção do estádio foi doado em 1962 ao clube por Marcolino de Castro, que foi presidente do Feirense, para nele se praticar futebol. A construção da primeira fase das obras demorou apenas 58 dias e custou 600 contos. O estádio foi oficialmente inaugurado a 16 de setembro de 1962 com dois jogos: o Sporting de Espinho derrotou a Sanjoanense por 3-1 e o Feirense empatou a zero com o Beira-Mar.

230 Visualizações 2 Total
230 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

 

 

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo