Capoeira

A capoeira é uma expressão cultural brasileira que mistura artes marciais, desporto, cultura popular, dança e música.

A música é o principal elemento diferenciador da capoeira

A música é o principal elemento diferenciador desta arte marcial

Criada no Brasil por descendentes de escravos africanos, caracteriza-se por golpes e movimentos ágeis e complexos que usam pontapés, rasteiras, cabeçadas, joelhadas, cotoveladas e acrobacias em solo ou aéreas. Portanto, a capoeira é uma luta de defesa e ataque em que os adversários usam os pés e a cabeça. As mãos raramente são utilizadas.

A música é o principal elemento característico, definindo o ritmo e o estilo. Os praticantes desta arte marcial não aprendem apenas a lutar e a jogar, mas também a tocar os instrumentos típicos e a cantar.

A Roda de Capoeira foi classificada como Património Cultural Imaterial da Humanidade pela UNESCO em novembro de 2014.

História:

A prática desta arte marcial surgiu no final do século XVI no Quilombo dos Palmares, situado na então Capitania de Pernambuco. A palavra capoeira denota claramente a sua origem, significando “o que foi mata”, por meio da conexão dos termos ka’a (mata) e pûer (que foi), aludindo às áreas de mata rasa do interior do Brasil onde era feita a agricultura indígena.

A capoeira tem origem nos fugitivos da escravidão que utilizavam a vegetação rasteira para fugirem dos capitães-do-mato. Estes terão sido os primeiros capoeiristas. Anos mais tarde, ainda no período colonial, os negros disfarçaram a capoeira introduzindo-lhe mímicas, danças e músicas, de forma a resistir à repressão da Polícia Imperial e da Milícia Republicana.

Até 1930 a capoeira foi uma prática proibida no Brasil, até ser reconhecida como um símbolo da identidade e cultura popular brasileira.

Tipos:

Os dois tipos de capoeira são:

  • Angola – é o estilo original praticado pelos escravos; é mais lenta e composta por movimentos furtivos executados de modo rasteiro. O componente deste estilo é a malícia, ou seja, simulam-se movimentos que servem de engodo ao oponente em combate.
  • Regional – é  estilo contemporâneo, com atributos de outras artes marciais. Este estilo foi criado pelo Mestre Bimba e rapidamente se difundiu pelo mundo.

Como praticar:

Os capoeiristas alinham-se numa Roda de Capoeira a bater palmas ao ritmo do berimbau, um instrumento de corda feito de madeira, arame e uma cabaça de origem angolana, enquanto cantam a música de capoeira para os dois praticantes jogarem. O principal objetivo é a queda, ou seja, derrubar o oponente sem ser golpeado, preferencialmente com uma rasteira. O jogo termina ao comando do capoeirista no berimbau, que é geralmente o mais experiente, ou com o início de um novo combate entre uma nova dupla. Nos grupos de capoeira a graduação é simulada pelas cores de cordas atadas na cintura do jogador. A ginga é o movimento básico da capoeira, mas os pontapés em rotação, as rasteiras, os golpes com as mãos, as acrobacias, os giros apoiados nas mãos ou na cabeça e outros movimentos de elasticidade são bastante comuns.

240 Visualizações 2 Total
240 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

 

 

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo