Gostaria de ser nosso colaborador?

É especialista em alguma das áreas de conhecimento presentes na nossa enciclopédia? Tem gosto pela escrita? Gostaria de ser editor numa enciclopédia em português, integralmente escrita por especialistas? Gostaria de partilhar conhecimento?

Se a sua resposta é sim, então envie-nos o seu CV para geral@knoow.net para que possamos analisar e enviar mais detalhes sobre a forma de colaboração.

 

Áreas para as quais procuramos especialistas:

  •  História do Brasil
  •  História de Angola
  •  História de Moçambique
  •  Medicina
  •  Medicina Veterinária
  •  Filosofia
  •  Sociologia
  •  Contabilidade
  •  Direito
  •  Mecânica
  •  Química
  •  Física
  •  Matemática

 

Vatanen, Ari

Ari Vatanen é um ex-piloto de ralis, vencedor da edição do campeonato mundial e quadruplo vencedor do Rali Paris-Dakar.

Ari Vatanen é um ex-piloto de ralis, vencedor da edição do campeonato mundial e quadruplo vencedor do Rali Paris-Dakar.

Nascido a 27 de Abril de 1952, na Finlândia, Vatanen iniciou-se no campeonato do mundo de ralis no ano de 1974, no Rali dos Mil Lagos, realizado na terra natal que não viria a terminar, contudo repetiria a presença no ano seguinte, ainda que com o mesmo desfecho. Apesar de na corrida inicial, Ari Vatanen estar ao volante de um Opel Ascona, nos anos seguintes foi aos comandos da equipa oficial da Ford que fez algumas provas do calendário do campeonato mundial de ralis. Depois de nos anos de 1975 e 1976, o finlandês ter participado no Rali da Finlândia e no Rali da Grã-Bretanha, em 1977 fez praticamente o calendário completo, estreando-se no Rali de Portugal. De todas as provas que o finlandês participou, apenas terminou uma, o Rali de Nova Zelândia, finalizando no segundo posto. No ano seguinte, participava em apenas três ralis, finalizando o Rali da Suécia na quinta posição. Em 1979, Ari Vatanen alcança mais alguns pódios, repetindo o pódio na Nova Zelândia, estreando-se na Finlândia e no Canadá, terminando a temporada como quinto melhor piloto mundial. Neste ano, a Ford retirava a sua equipa de fábrica mas Vatanen mantinha-se com a marca numa equipa privada, sendo que em 1980 consegue a primeira vitória no Rali da Acrópole, na Grécia e subiu ao pódio no Rali da Finlândia e Rali de Itália, com o segundo posto nessas provas e terminando como quarto melhor piloto mundial. Mas no ano seguinte, 1981, sagrava-se campeão mundial, com vitórias em três ralis (Grécia, Brasil e Finlândia) e tornando-se o único piloto de ralis a sagrar campeão mundial numa equipa privada não oficial. Em 1982, não participou no campeonato mundial de ralis a tempo inteiro, participando no Campeonato Britânico em detrimento da prova mundial. Ainda assim, finalizou como segundo melhor no rali da Suécia. No final desta época, muda-se para a Opel que volta a integrar Ari Vatanen no campeonato mundial de Ralis para o ano de 1983, onde tem bons resultados nos primeiros eventos dessa temporada, com destaque para a vitória no Rali Safari, no Quénia.

O ano de 1984 foi de nova mudança para Ari Vatanen que assina pela equipa oficial da Peugeot, pela qual vence as últimas três provas desse ano em que o finlandês e as duas primeiras de 1985, demonstrando a sua versatilidade e eficácia de condução. Termina ambas as temporadas com o quarto posto da classificação de pilotos no mundial de ralis, sendo que em 1985 poderia ter estado mais à frente, não fosse um grave acidente no Rali de Argentina que o colocava numa longa recuperação e fora das corridas durante mais de um ano e por isso, em 1986, não correu qualquer prova do mundial de ralis até porque a Peugeot decidiu, também, abandonar o mundial de ralis. Ainda assim, Ari Vatanen não se atemorizou e iniciou-se nesse ano no Rali Paris-Dakar, vencendo nesse ano de 1987 e nos seguintes de 1989, 1990 e 1991 e só não venceu em 1988 porque o seu carro foi roubado quando liderava a competição. Dessa forma, o campeonato mundial de ralis ficou em segundo plano para o finlandês, tendo participado em algumas provas de forma pontual, destacando-se os dois pódios atingidos no Rali da Finlândia nos anos de 1987 e 1990. Em 1992, Ari Vatanen é um dos pilotos que corre pela equipa da Subaru no mundial de ralis, alcançando mais três pódios tanto nessa época como na seguinte. Entre 1994 e 1998, Vatanen continua a sua participação no mundial de ralis, alcançando mais alguns pódios, ainda que sem vitórias. Depois de dar por finalizada a participação definitiva no mundial de ralis, Ari Vatanen corre por uma última vez, em 2003, por uma equipa privada da Peugeot no Rali da Finlândia. Depois de vários anos de vitórias no Rali Paris-Dakar até 1991, de 1992 em diante, Ari Vatanen não mais venceu o Rali, contudo alcança vários triunfos parciais. Entre 1987 e 1991, o finlandês consegue 26 vitórias em classificativas enquanto desde 1992 até 2004, o finlandês triunfa em 24 etapas, não estando presente nas edições de 1994, de 1997 a 2002 e 2006, tendo sido a edição de 2007, a sua última participação na prova que ligava a Europa a África. Fora das corridas, Ari Vatanen foi eleito deputado europeu entre 1999 e 2009, tendo depois concorrido à liderança da Federação Internacional do Automóvel perdendo as eleições para Jean Todt.

293 Visualizações 1 Total
293 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

 

 

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo