Bruços (Natação)

O nome “bruços” designa um dos quatro estilos de natação existentes, no qual o atleta nada de peito voltado para o fundo da piscina, movendo braços e pernas simultaneamente, fazendo lembrar a forma de nadar de uma rã.

 

Image3

 

 

Origens

O estilo de bruços é um dos mais antigos praticados em competição, tendo raízes numa forma de nadar parecida que surgiu no século XVI (16), sendo que na altura os pés ainda eram batidos alternadamente (semelhante ao estilo crawl). Em 1798 o nado de bruços já era o estilo mais praticado em todo o continente europeu.

 

Posicionamento e movimentos

A partida neste estilo é efectuada com um salto para a água, com um dos pés colocado na frente do bloco.

A técnica de nado em bruços envolve a movimentação simultânea dos membros superiores e inferiores. Consiste na abertura dos braços, afastando a água de modo a criar o impulso, e em subir as pernas lateralmente com flexão dos joelhos, fechando-as de seguida de modo a empurrar a água. O movimento descendente das pernas ocorre imediatamente a seguir ao impulso com os braços.

 

Respiração

A respiração, no estilo de bruços, é feita após cada braçada, no momento em que o nadador retoma a posição inicial, emergindo a cabeça, antes de abrir os braços para um novo movimento de impulso e voltar a submergir a cabeça.

 

A Viragem

Para efectuar a viragem, o nadador terá de tocar com as duas mãos na parede, soltando uma de seguida de modo a fazer a rotação e dar o impulso necessário para seguir no sentido contrário, num movimento relativamente simples de efectuar.

 

O estilo bruços compete-se em distâncias de 50m, 100m e 200m.

 

2096 Visualizações 4 Total

References:

http://www.anlisboa.pt/index.php?page_id=2816

http://www.notapositiva.com/pt/trbestbs/educfisica/10_estilos_natacao_d.htm

2096 Visualizações

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo