Lemond, Greg

Greg Lemond foi um ciclista dos anos 80 que venceu dois campeonatos do mundo e três edições da Volta a França, ficando para a história da prova, como o vencedor com menor distância para o segundo classificado.

Biografia de Greg Lemond

Greg Lemond foi um ciclista dos anos 80 que marcou e iniciou uma era de abertura do ciclismo a outros mercados, ao vencer dois campeonatos do mundo e três edições da Volta a França, ficando para a história da prova, como o vencedor com menor distância para o segundo classificado.

Naquela altura, era um ciclista bastante completo, mas evidenciava-se no contra-relógio, onde a maior parte das vezes se distanciava dos seus adversários. Trouxe muitas inovações para o ciclismo, como as extensões para as bicicletas de contra-relógio ou os quadros de fibra de carbono.

O americano nasceu a 26 de Junho de 1961, no estado da Califórnia e começou no ciclismo a vencer. Com 14 anos, conquistou as primeiras provas em que participou e nas camadas jovens conquistou diversas provas que o fizeram despontar muito cedo para fora dos Estados Unidos e correr na Europa. Em 1979, conquista a medalha de Ouro na prova de estrada, dos Campeonatos do Mundo, na Argentina, conseguindo ser convocado no ano seguinte para ir aos Jogos Olímpicos de Moscovo, que acabou por não acontecer devido ao boicote dos Estados Unidos relacionado com a Guerra Fria. Contudo, nesse ano de 1980, corre pela selecção americana na Europa e vence o Circuito de la Sarthe, tornando-se o ciclista mais jovem de sempre a conquistar uma prova do circuito profissional, no caso com 18 anos de idade. Cyrille Guimard, da equipa Renault-Elf, abriu-lhe as portas do profissionalismo na Europa em 1981. E no ano de estreia, venceu algumas etapas em território francês, mas o principal resultado terá sido o último lugar do pódio no Dauphine Libere. No ano seguinte, nova demonstração de qualidade, com melhores resultados. 3º lugar na Tirreno-Adriático, Vitória na classificação geral do Tour de Avenir e nos campeonatos mundiais, finaliza como vice-campeão mundial, ficando atrás de Giuseppe Saronni. Mas em 1983, chega ao título de campeão mundial que decorreu na Suiça. Vence o Dauphine Libere e termina em 1º no ranking anial como melhor ciclista dessa época.

Sendo campeão mundial, ganha um novo estatuto dentro da equipa e depois de ter participado na Volta a Espanha, corre pela primeira vez na Volta a França em 1984, tendo como principal missão ajudar Laurent Fignon, seu chefe de fila na equipa. Fê-lo da melhor forma pois Fignon conquistou a prova e Lemond terminou em 3º lugar e com a classificação da juventude. Foi o primeiro americano a estar no pódio na prova francesa. Nunca antes tinha sido atingido esta classificação. Com esta projecção, acaba por sair da equipa da Renault-Elf e passa para outra equipa francesa, a Vie Claire, uma das melhores equipas da altura, com Bernard Hinault como principal figura. Mais uma vez, o seu chefe de fila Bernard Hinault triunfa na prova francesa em 1985 e Lemond finaliza em 2º lugar, frustrado por não conseguir chegar ao triunfo depois de a determinada altura na fase final da prova ter estado a ponto de conseguir chegar à vitória final. No ano seguinte, na Volta a França, apesar da presença de Hinault na defesa de título, Greg Lemond tinha um papel de líder na equipa, juntamente, com o francês. A meio da prova, Lemond perdia mais de 5 minutos para Hinault. O francês cede tempo para o americano após um ataque cedo infrutífero numa das etapas e perde tempo importante que Lemond tratou de recuperar nas etapas seguintes de montanha, chegando, inclusive, à liderança da competição. Depois vem uma das imagens marcantes desta edição que é a vitória de Hinault no Alpe D´Huez, acompanhado de Lemond, numa imagem de força da equipa Vie Claire e de tentativa de apaziguamento de relações entre os dois que não foi das melhores. Greg Lemond foi o mais forte na prova e venceu a classificação geral, tornando-se no primeiro ciclista fora da Europa a triunfar na geral da competição francesa.

O ano de 1987 foi para esquecer para o ciclista americano. Uma lesão no Tirreno-Adriático e um acidente enquanto caçava puseram de parte a defesa do título na prova francesa e de competir na Europa. É contratado pela PDM para o ano de 1988, mas tem mais um ano aziago, devido a lesão e face ao uso de doping que se fazia no seio da equipa holandesa, Greg Lemond decide abandonar a equipa e em 1989 muda para a equipa belga ADR-Coors Light. Regressa à Volta a França, dois anos depois da última vez. E foi uma edição emocionante. Trocas de camisola amarela constantes entre Greg Lemond e Laurent Fignon. O americano chegava à amarela depois de vencer os contra-relógios e o francês retirava-lhe essa liderança nas etapas de montanha. A última etapa era um contra-relógio que terminava em Paris. Ambos ciclistas eram bons na disciplina mas uma bicicleta mais aerodinâmica, juntamente com a sua melhor postura, fez a diferença e Lemond retirou a liderança a Laurent Fignon por 8 segundos, sendo a distância mais curta entre o primeiro e segundo classificado no Tour. No final do ano de 1989 repete vitória nos Mundiais de Ciclismo, disputados em Chambéry, ficando à frente de Dmitry Konyshev e Sean Kelly.

Deixou a equipa da ADR-Coors Light e foi contratado pela Z-Tommaso em 1990. Foi para o Tour como máximo favorito e confirmou essa tendência, ao ganhar tempo a todos os adversários directos no contra-relógio final da prova e, dessa forma, vestir a camisola amarela que envergou na etapa seguinte, a última da competição a caminho de Paris. Em 1991, Greg Lemond ainda conseguiu chegar à liderança no Tour, mas nas etapas de montanha não conseguia corresponder e deixou-se ir abaixo. Acabou a prova dentro dos dez primeiros. Não mais voltaríamos a ver o grande Greg Lemond no Tour. No ano de 1992, acaba por desistir da prova francesa e em 1993 nem participa, fruto de uma má participação no Giro. Em 1994, ainda vai à Volta a França, mas nem termina a primeira semana de prova. No final desse ano, termina com a carreira de ciclista. Tem uma marca própria de bicicletas, é um dos mais defensores do desporto limpo e da não utilização de doping e participa em algumas provas de televisão sobre ciclismo.

522 Visualizações 1 Total
522 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

 

 

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo