Aru, Fabio (ciclista)

Palmarés e história da carreira de Fabio Aru. O ciclista transalpino da Astana fez dois pódios no Giro, venceu a Vuelta e este ano ataca a vitória no Tour.

Biografia de Fabio Aru

Dos poucos ciclistas naturais da Ilha da Sardenha, Fabio Aru passou de uma promessa de futuro ciclista de topo a uma certeza, depois da vitória na Volta a Espanha do ano passado, isto depois de já ter feito pódio em edições da Volta a Itália. Com 25 anos de idade, o ciclista da Astana vai participar este ano na Volta a França, pela primeira vez, de forma a dar luta aos principais candidatos.

Nas camadas jovens sempre se revelou um dos ciclistas com mais capacidade para a montanha e para as provas por etapas e destacou-se dos demais com vários pódios e vitórias conseguidos nas provas para o escalão de sub-23. Aliás, tem uma história caricata passada em 2011, numa prova internacional corrida na Toscana. O italiano era líder da prova, mas no final da última etapa tem um problema mecânico nos últimos três quilómetros. Não perdeu tempo para os primeiros, mas como não conseguiu discutir os primeiros postos, perdeu a liderança, ficando com o mesmo tempo do vencedor. Isto porque o desempate é feito tendo em conta o menor número de posições conseguido nas etapas da prova e o austríaco Georg Preidler foi mais regular do que Fabio Aru.

Depois de ganhar esta prova no ano seguinte, assim como o Giro Valle Aosta e ter ficado em 2º na prova da Volta a Itália para sub-23, o ciclista da Sardenha é recrutada pela equipa da Astana para a 2ª metade dessa época de 2012 como estagiário e começa como profissional em 2013. Vai ao Giro de Itália e consegue ajudar o chefe de fila da equipa, Vincenzo Nibali a conseguir o triunfo final. Tem como resultados de destaque, um 4º posto no Giro de Trentino e uma 8ª posição na Volta a Áustria, provas onde tem alta montanha, onde o italiano se consegue impor com mais facilidade.

Em 2014, está presente em duas grandes voltas, no caso, novamente na Volta a Itália e mais tarde, na Volta a Espanha. Scarponi era o líder da equipa na prova italiana, mas Aru respondeu melhor à exigência da prova e consegue terminar no último lugar do pódio, aliado à conquista de uma etapa. Na prova espanhola termina como 5º classificado, teve boas exibições face à enorme concorrência da prova, conseguindo triunfar por duas vezes e mostrando a tenacidade e ambição que lhe são características e que faz o público apreciar o jovem ciclista. 2015 foi o ano da confirmação de um dos maiores ciclistas do actual pelotão, com a conquista da Volta a Espanha. Antes disso, na Volta a Itália, fez uma grande prova e deu luta a Alberto Contador pela conquista da prova. Chegou a ser líder da prova, depois perdeu para o espanhol mas triunfou por duas ocasiões na parte final e fez acreditar que seria possível a vitória final. Não conseguiu, terminou em 2º mas mostrou todas as suas qualidades. Vai a Polónia, termina no 5º posto para, de seguida, ir à Volta a Espanha e levar a melhor sobre Joaquim Rodriguez e Rafal Majka. Desta vez, não ganha nenhuma etapa mas a regularidade que mostrou na prova, levou-o ao lugar mais alto do pódio.

329 Visualizações 1 Total
329 Visualizações

 

 

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo

Flag Counter