Arcos Insulares Intra-oceânicos

Os arcos insulares intra-oceânicos formam-se a partir da erupção dos magmas, resultantes do processo de subducção das placas litosféricas. Tais erupções podem formar alinhamentos de ilhas vulcânicas no interior do ocenao, a estas estruturas dá-se o nome de arcos insulares intra-oceânicos.

À medida que a placa litosférica se afasta da dorsal médio-oceânica, esta vai arrefecendo tornando-se mais pesada. O equilíbrio entre a litosfera e a astenosfera torna-se, então, bastante instável. Devido a esta instabilidade basta a formação de uma fratura, que pode ocorrer por ação da gravidade, para que um dos bordos mergulhe na astenosfera onde se incorporará, progressivamente, formando uma fossa oceânica. O mergulho de uma placa oceânica sob outra placa oceânica forma uma fossa oceânica na qual vai ocorrer a destruição, por subducção, da placa mergulhante. Este processo de subducção é o responsável pelas erupções vulcânicas que vão originar os arcos insulares intra oceânicos.

Um exemplo de um arco insular intra-oceânico, em pleno Oceano Pacífico, são as ilhas Marianas. As ilhas vulcânicas alinham-se sempre em arco, paralelamente, à fossa oceânica.

634 Visualizações 1 Total
634 Visualizações

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo