Gostaria de ser nosso colaborador?

É especialista em alguma das áreas de conhecimento presentes na nossa enciclopédia? Tem gosto pela escrita? Gostaria de ser editor numa enciclopédia em português, integralmente escrita por especialistas? Gostaria de partilhar conhecimento?

Se a sua resposta é sim, então envie-nos o seu CV para geral@knoow.net para que possamos analisar e enviar mais detalhes sobre a forma de colaboração.

 

Áreas para as quais procuramos especialistas:

  •  Biologia
  •  Economia
  •  História
  •  Medicina
  •  Medicina Veterinária
  •  Filosofia
  •  Sociologia
  •  Contabilidade
  •  Direito
  •  Mecânica
  •  Química
  •  Física
  •  Matemática

 

Teorias da evolução

As Teorias de evolução mais comuns, assim como as suas principais características e os cientistas que as defenderam…

Teorias da evolução

Os esqueletos de diferentes tipos de hominídeos

Os esqueletos de diferentes tipos de hominídeos, que servem de exemplo as teorias da evolução

Teorias da evolução são um conjunto de teorias que foram surgindo ao longo dos séculos para tentar explicar o surgimento dos seres vivos e a forma como eles foram evoluindo até atingirem o estado em que se encontrar no presente.

Inicialmente as ciências eram dominadas pela igreja católica, sendo que esta defendia a criação do mundo por Deus, assumindo que todos os seres sempre tinham sido sempre exatamente como eram naquele momento. Atualmente as teorias da evolução têm em conta não só os organismos existentes e os seres já extintos, mas também todas as técnicas de análise genética conhecidas, permitindo estudar as relações filogenéticas entre os seres vivos.

Teoria fixista

A teoria fixista ou teoria criacionista foi a teoria defendida pela igreja durante séculos. Esta teoria defende que os seres vivos foram criados por Deus, não tendo sofrido qualquer alteração desde a sua criação. Apesar de não se tratar de uma teoria evolucionista, a sua influência no mundo foi muito grande, tendo perdurado durante séculos, o que torna a sua menção relevante.

Teoria da degeneração

Teoria, defendida por Buffon, que afirma que todos os seres vivos surgiram a partir de um único ser vivo, que se foi aperfeiçoando ou degenerando até originar todos os organismos que existem no Planeta.

Teoria do Catastrofismo

Esta teoria atribui a evolução dos organismos à ocorrência de catástrofes naturais, sendo que muitas vezes essas catástrofes seriam obra de Deus. Cuvier, seu principal defensor, admitia que os fósseis encontrados seriam de seres vivos que teriam desaparecido devido a catástrofes e que em nada teriam influenciado os organismos atuais.

Teoria dos caracteres adquiridos

Teoria defendida por Erasmus Darwin, defendia que a evolução dos seres vivos era provocada por um esforço consciente. Também conhecida como teoria adaptativa, esta foi defendida durante muitos séculos, tendo sido inicialmente proposta por Aristóteles e Hipócrates. Esta teoria foi também utilizada por Lamark no desenvolvimento da sua teoria. Atualmente esta teoria já não é considerada valida tendo sido finalmente refutada no século XX.

Lamarkismo

Teoria semelhante à defendida por Erasmus Darwin. O Lamarkismo, também designado por teoria do uso e desuso criada por Jean-Baptist Lamark. Esta teoria defendia que os órgãos dos seres vivos desenvolviam-se ou atrofiavam consoante a necessidade que o ser vivo tinha dele. As mudanças que ocorreriam no ser vivo seriam então transmitidas aos seus descendentes. Tal como ocorria na teoria dos carateres adquiridos, no Lamarkismo também eram os seres vivos os responsáveis pela própria evolução.

Teoria da Endossimbiose

Esta teoria foi desenvolvida por Lynn Magnulis, uma bióloga americana, tendo sido formulada em 1981. Esta teoria defende que os seres eucariontes terão surgido devido à ocorrência de uma simbiose entre organismos procariontes. Nesta teoria é defendido que os organismos como os cloroplastos e as mitocôndrias teriam sido organismos procariontes heterotróficos que estabeleceram uma relação simbiótica estável com outro organismo unicelular de maiores dimensões. Segundo esta teoria todos os organismos eucariotas possuiriam ADN de pelo menos duas fontes diferentes, algo fundamentado no facto de os cloroplastos possuírem material genético próprio diferente do da célula hospedeira.

Darwinismos

O darwinismo é a teoria criada por Charles Darwin, também designada por teoria da seleção natural. A teoria de Darwin defende que os seres vivos evoluem porque possuem as características que os tornam melhor adaptados ao ambiente em que habitam. Ao conseguirem sobreviver as alterações do ambiente, estes seres vivos reproduzem e passam as suas características aos seus descendentes, fazendo com que a espécie evolua. Nesta teoria os seres vivos não são os responsáveis pela sua evolução, tendo sido apenas o veículo que permitiu a propagação das características. Atualmente esta teoria foi desenvolvida para inclui os conceitos genéticos.

Muitas outras teorias da evolução existem e existiram ao longo dos séculos tentando explicar a grande diversidade de seres vivos que existe no planeta, ao mesmo tempo que tenta explicar o que ocorreu para que muitos dos organismos se tivessem extinguido. Apesar de algumas teorias serem amplamente aceites nos círculos académicos, ainda não surgiu nenhuma teoria que formulasse completamente essa explicação.

1263 Visualizações 1 Total

References:

Caldwell, Roy et all. Early Concepts of Evolution: Jean Baptiste Lamarck. Understanding evolution. Consultado em: Dezembro 31, 2016, em http://evolution.berkeley.edu/evolibrary/article/history_09

Ayala, Francisco Jose (2014). Evolution. Encyclopædia Britannica, inc. Consultado em: Dezembro 31, 2016, em https://www.britannica.com/science/evolution-scientific-theory

1263 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.