Tardigrada, Filo

O Filo Tardigrada inclui animais de reduzidas dimensões que, vulgarmente, são conhecidos como ursos de água. São animais pseudocelomados, protostómios e apresentam simetria corporal bilateral. Evolutivamente, estão próximos do Filo Nematoda. A maioria vive em ambientes marinhos, quer superficiais, quer de profundidade. Contudo existem espécies dulçaquícolas e terrestres.

São animais altamente especializados, apesar das suas dimensões diminutas. A grande parte destes animais não mede mais de meio milímetro de comprimento. O corpo é cilíndrico e relativamente curto, apresentando quatro pares de pernas na zona ventral, que terminam em garras ou discos (quatro a oito, dependendo da espécie). Tal como nos outros vermes cilíndricos, o corpo destes animais é revestido por uma cutícula, que pode ser lisa ou ornamentada. A cutícula é segmentada. Esta proteção é de natureza quitinosa, contendo proteínas, lípidos e polissacarídeos. É composta por três camada que vão sendo renovadas. Este processo designa-se por muda, que ocorre periodicamente.

A nível muscular existem faixas musculares, cada uma formada por uma célula muscular. Esta célula pode ser estriada ou lisa. Estas faixas ligam-se à epiderme através de estruturas chamadas de tonofilamentos intra-epidérmicos.

A locomoção é realizada através de rastejamento associado aos três primeiros pares de pernas, sendo que o ultimo par é utilizado na apreensão ao substrato.

O pseudoceloma é preenchido por um líquido incolor, que contem hemácias, e que circunda os músculos e os restantes órgãos internos. O movimento do fluído e consequentemente das hemácias dá-se à medida do movimento do corpo no animal.

Grande parte destes animais alimenta-se de células vegetais, outros de detritos em decomposição e alguns são predadores de animais, tais como os nematodes.

Morfologicamente, a boca, localizada na extremidade anterior do corpo, é rodeado por dois estiletes pontiagudos. Esta comunica com a faringe que se liga a um esófago. O esófago abre-se no intestino, onde ocorre a digestão e a absorção. O intestino comunica com o exterior através do ânus. No reto, porção do intestino posterior, que antecede o ânus, existem três glândulas de Malpighi que asseguram a função excretora.

A nível do sistema nervoso, estes animais possuem um cérebro, na zona dorsal, de onde partem dois cordões nervosos ganglionares. A função sensorial é assegurada por cílios localizados na cabeça, podendo, em alguns, estar presente um par de ocelos.

Os sexos encontram-se separados, na larga maioria destes animais, contudo, conhecem-se algumas espécies hermafroditas. Cada indivíduo possui apenas uma gônada, localizada acima do intestino. O desenvolvimento é direto, não apresentando formas larvares. O acasalamento e a postura dá-se, sempre, durante uma muda. Dependo das espécies o número de ovos pode variar de um até trinta.

Existem géneros em que se desconhecem machos, e na maioria das espécies, o número de fêmeas é bastante elevado em relação a estes. A partenogénese é comum em alguns grupos.

Algumas espécies podem produzir ovos de casca fina quando as condições ambientais são favoráveis ou ovos de casca mais espessa que sobrevivem a condições adversas. Podem ocorrer cerca de doze mudas durante o período de vida destes animais, que pode chegar aos trinta meses, podem entrar em dormência por longos períodos, até sete anos. São bastantes resistentes a alterações dos fatores ambientais e suportar temperaturas e pressões extremas, assim como viver sob reduzidas quantidades de água.

Foram descritas mais de seiscentas espécies destes animais, havendo uma espécie fóssil proveniente do período do Cretáceo. O Filo Tardigrada divide-se em duas Classes:

– Classe Heterotardigrada: Compostas por formas marinhas e terrestres, que apresentam a cutícula dorsal mais espessa e dividida em placas segmentares. Os órgãos sensoriais são bem visíveis na região da cabeça. Pertencem a este Classe os Géneros: Batillipes, Echiniscus, Stygarctus e Tanarctus;

– Classe Eutardigrada: Organismos terrestres e de água doce, com a cutícula dorsal sem espessamento e a cabeça possui órgãos sensoriais pouco evidentes. Divide-se em dois Géneros: Macrobiotus e Milnesium.

 

Palavras Chave: Tardigrada, Animais, Filos, Taxonomia, Vermes

1136 Visualizações 2 Total
1136 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

 

 

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo