Gostaria de ser nosso colaborador?

É especialista em alguma das áreas de conhecimento presentes na nossa enciclopédia? Tem gosto pela escrita? Gostaria de ser editor numa enciclopédia em português, integralmente escrita por especialistas? Gostaria de partilhar conhecimento?

Se a sua resposta é sim, então envie-nos o seu CV para geral@knoow.net para que possamos analisar e enviar mais detalhes sobre a forma de colaboração.

 

Áreas para as quais procuramos especialistas:

  •  Biologia
  •  Economia
  •  História
  •  Medicina
  •  Medicina Veterinária
  •  Filosofia
  •  Sociologia
  •  Contabilidade
  •  Direito
  •  Mecânica
  •  Química
  •  Física
  •  Matemática

 

Sapotaceae, família

Descrição da família Sapotaceae, as suas principais características, os locais onde pode ser encontrados, assim como as suas principais utilizações…

Sapotaceae – descrição da família

Família Sapotaceae

Família Sapotaceae

Sapotaceae é a designação atribuída a uma família de angiospérmicas, isto é, de plantas com flor. Esta família está inserida na ordem Ericales, que pertence à classe Magnoliopsida, cujo filo/ divisão é Magnoliophyta.

A família Sapotaceae possui cerca de 50 géneros, que englobam cerca de 800 espécies. Uma das espécies associadas a esta família é a Mimusops coriácea, alguns dos membros desta família encontram-se extintos, no entanto, a maior não se encontra em perigo.  Ainda existe alguma incerteza quanto aos géneros e espécies que compõem esta família, sendo a descrição feita apoiada no sistema APGIII.

Principais características:

 

Sapotaceae
Reino Filo Classe Ordem Família Género Espécie
 Plantae Magnoliphyta Magnoliopsida Ericales Sapotaceae

 

Distrib. Geográfica Estatuto Conserv. Habitat Necessidades Nutricionais
 Longevidade
 Regiões tropicais Alguns membros extintos regiões quentes e húmidas, com relevos planos ou declives com pouca inclinação  –

 

Características Físicas
Anatómicas  Porte arbóreo ou arbustivo, frequentemente perenes, com folhas simples e inteiras, flores hermafroditas ou unissexuais, frutos carnosos
Tamanho  Nunca mais de 35 metros de altura
 Estomas apenas numa das superfícies da folha

 

As Sapotaceae correspondem a uma das maiores famílias tropicais que apresentam um porte arbóreo, ou arbustivo, nunca superior a 35 metros de altura. Os seus membros são frequentemente perenes, podendo existir algumas espécies caducifólias. Os ramos dos membros desta família podem apresentar espinhos, no entanto, não é comum.

As suas folhas são simples, inteiras, geralmente com uma disposição alterna, por vezes espiralada, ligadas ao caule por um pecíolo. Estas folhas apresentam normalmente uma nervação peninérvea, com estomas apenas na superfície abaxial das folhas.

As suas flores são hermafroditas, por vezes unissexuais, isto é, monoicas ou diócas, consoante a espécie, estas possuem geralmente pequenas dimensões. As peças florais dispõem-se apresentando uma simetria radial, sendo muitas vezes pouco vistosas.

Estas apresentam sépalas e pétalas distintas, normalmente em número de 4 ou 8, no entanto, podem surgir em grande número. Estas flores podem surgir como inflorescências axilares cimosas, assim como solitárias.

Os estames surgem em números de 8 a 10. O seu ovário súpero com 4 a 12 carpelos, normalmente apresentando apenas um óvulo por cada locus, com placentação axilar. A sua polinização não é muito conhecida, podendo ocorrer com o auxílio do vento ou de polinizadores, como os insetos, algumas espécies de aves, ou mesmo algumas espécies de morcegos.

Os seus frutos são carnosos, por vezes com uma camada externa coriácea, normalmente brancos, no entanto, também surgem frutos com coloração amarelada. Estes frutos são geralmente bagas, podendo surgir drupas, consumidos por mamíferos e algumas aves.

As sementes endospérmicas são geralmente grandes, brilhantes, com coloração castanha e uma cicatriz de coloração branca. Os morcegos, aves, mamíferos e alguns peixes são responsáveis pela dispersão das suas sementes no território.

Distribuição:

Uma família maioritariamente tropical, muito raramente se encontra em regiões fora dos trópicos. O ambiente mais adequado a estas espécies são regiões quentes e húmidas, com relevos planos ou declives com pouca inclinação.

Os seus membros preferem habitats de baixa altitude, perto de regiões mais húmidas. O ecossistema onde predominam são as florestas húmidas dessa região.

A sua dispersão tem vindo a decorrer há muito tempo, existindo vestígios da ocorrência de uma variação na sua distribuição geográfica. A sua distribuição centrasse nos continentes, americano e africano, não existindo muitos indivíduos na Europa.

Utilizações:

Os frutos como o abieiro e o abricó, pertencentes a esta família, são muito suculentos o que levou à sua produção e comercialização. Os seus frutos são a fonte de uma elevada quantidade de lípidos essenciais a algumas tribos em África.

Algumas das sementes nesta família são responsáveis pela produção de óleos importantes na alimentação. Estes frutos e sementes também são frequentemente utilizados na medicina e na produção de cosméticos.

Algumas espécies desta família são recomendadas para o uso em reflorestação ecológica, nas regiões tropicais. A sua madeira muito dura e resistente à deterioração é muito apreciada para a criação de mobiliário exterior, possuindo por isso um elevado valor económico.

Estes indivíduos produzem uma substancia viscosa e esbranquiçada, que se assemelha a borracha (latex), geralmente dispersa pelo tronco e que apresenta uma grande gama de utilizações.

A coloração e o aspeto das flores de algumas das espécies contribuíram para o seu uso em paisagismo, no entanto, apenas um pequeno número de espécies é considerada ornamental.

1030 Visualizações 3 Total

References:

Pennington, T.D. (2009). Neotropical Sapotaceae. Neotropikey – Interactive key and information resources for flowering plants of the Neotropics. Consultado em: Junho 7, 2017, em http://www.kew.org/science/tropamerica/neotropikey/families/Sapotaceae.htm

Luteyn, James L.; Stevens, Peter. Ericales. Encyclopædia Britannica, inc. Consultado em: Junho 7, 2017, em https://www.britannica.com/plant/Ericales/Lecythidaceae

1030 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

 

 

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo