Nível Trófico

Definição de Nível Trófico. Estrutura estratificada da cadeia alimentar.

Um nível trófico é a posição que um dado organismo ocupa na cadeia alimentar dos seres vivos.

A cadeia alimentar representa o movimento e transferência de matéria e energia entre os seres vivos. Quando um organismo ingere e assimila outro que compõe a sua fonte nutricional, está a integrar a matéria assimilável de que este é composto e a utilizá-la para fabricar a sua própria energia celular.

Os seres vivos que constituem a posição ou nível trófico mais basal da cadeia alimenta são os organismos autotróficos, ou seja, aqueles que não necessitam de ingerir outros organismos para obterem a sua própria energia, mas que a conseguem produzir directamente a partir da fonte emissora. Este é o caso dos grupos vegetais, por exemplo, organismos produtores que captam a energia contida na radiação solar e a canalizam para a execução da fotossíntese, processo através do qual a luz, o dióxido de carbono e a água são utilizados para a produção de glicose, molécula necessária para a obtenção da energia assimilável para o trabalho celular.

Assim, o nível trófico constituído pelos organismos produtores é aquele que agrega maior quantidade de energia, dado que, ainda não ocorreram as perdas energéticas que sucedem com a transferência de massa e energia entre os diversos níveis tróficos.

Na realidade, esta energia armazenada pelos organismos produtores, como a matéria vegetal, e outros organismos autotróficos, como alguns grupos de bactérias, vai-se dissipando ao longo da cadeia alimentar sob a forma de calor, uma forma de energia que não é directamente assimilável pelos seres vivos. Esta perda de energia ao longo do ecossistema é permanentemente compensada pela reentrada de energia resultante da actividade dos produtores.

Os restantes níveis tróficos da cadeia são os organismos consumidores, seres vivos que necessitam de ingerir outros para obtenção da energia celular. Assim, o nível imediatamente a seguir ao dos produtores é constituído pelos consumidores herbívoros. Um herbívoro obterá menos energia a partir do consumo de matéria vegetal do que a quantidade de energia que esta recebe do sol. O nível seguinte corresponde ao dos consumidores carnívoros que, geralmente, se alimentam dos herbívoros.

Da mesma forma que ocorre durante processo de transferência de energia dos produtores para os herbívoros, apenas uma parcela da energia contida nos herbívoros transitará para os carnívoros. Devido a estas perdas sucessivas de energia, o número de níveis tróficos que uma cadeia alimentar pode incorporar é limitado, dado que, a quantidade de energia que chega aos níveis mais elevados acaba por, em determinado ponto, não ser suficiente para se constituir mais um nível trófico.

1254 Visualizações 1 Total

References:

 

  • Ricklefs, Robert. (2003). A Economia da Natureza. Guanabara Koogan, 5ª Edição.
  • Lévêque, C. (2001). Ecologia: do ecossistema à biosfera. Instituto Piaget, Colecção Perspectivas Ecológicas, nº 36.
1254 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

 

 

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo