Hemimetabolia

Apresentação do conceito de hemimetabolia, uma forma de metamorfose, incompleta, que ocorre em diversos insectos como térmitas, libelinhas, pulgões, etc…

A hemimetabolia é uma forma de metamorfose, incompleta, que ocorre em diversos insectos como térmitas, libelinhas, pulgões ou gafanhotos. Estes organismos passam por uma transformação gradual do corpo após eclodirem do ovo, e que se processa até atingirem o estado adulto.

A maioria dos insectos passa pelo processo de metamorfose. Apenas nos insectos mais primitivos, sem asas, os juvenis eclodem já com um aspecto semelhante ao do adulto (fase de ‘imago’).

Hemimetabolismo | Holometabolismo

No grupo dos insectos pterigotos (insectos com asas) o desenvolvimento é indirecto, ou seja, ocorre a metamorfose. A metamorfose pode ocorrer através de mudanças graduais (metamorfose incompleta ou hemimetabolia), ou pode dar-se de forma rápida com alterações mais bruscas (metamorfose completa ou holometabolia).

Juvenis hemimetabólicos

Os juvenis dos insectos que efectuam a metamorfose incompleta, geralmente designados por ‘ninfas’, possuem olhos compostos (constituídos por várias unidades designadas por ‘omatídios’), antenas e apêndices para se alimentarem e se movimentarem, semelhantes aos do adulto. Porém, não possuem ainda asas funcionais nem estruturas sexuais. As asas rudimentares das ninfas transformam-se em asas funcionais na muda (ou ecdise) para um indivíduo pré-adulto.

Muitos insectos que passam pelo processo de metamorfose incompleta possuem formas juvenis aquáticas com guelras. Estes juvenis designam-se por náiades e ocorrem em efémeras e libélulas.

As principais alterações que ocorrem durante o crescimento são o aumento do tamanho corporal, alteração das proporções, o aparecimento de estruturas sexuais e o desenvolvimento de asas funcionais.

As formas adultas dos insectos hemimetabólicos e as suas ninfas ocupam o mesmo habitat. A libelinha é, no entanto, uma excepção. Já as formas juvenis dos insectos aquáticos, as náiades, e as suas formas maduras, ocorrem em habitats distintos.

Os gafanhotos

Quando a ninfa do gafanhoto sai do ovo, possui um aspecto semelhante ao de um adulto em miniatura. No entanto, não tem órgãos reprodutores e as asas parecem pequenos botões. Ao longo do tempo, a ninfa vai passando por diversas ecdises durante as quais muda o revestimento externa. A cada muda, as asas aumentam de tamanho. Após a quinta muda, o juvenil atinge, finalmente, a fase adulta.

Referências bibliográficas

Brusca, Richard C. and Brusca, Gary J. (2002). Invertebrates. Sinauer Associates, 2ª Edição.

2377 Visualizações 1 Total
2377 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.