Gostaria de ser nosso colaborador?

É especialista em alguma das áreas de conhecimento presentes na nossa enciclopédia? Tem gosto pela escrita? Gostaria de ser editor numa enciclopédia em português, integralmente escrita por especialistas? Gostaria de partilhar conhecimento?

Se a sua resposta é sim, então envie-nos o seu CV para geral@knoow.net para que possamos analisar e enviar mais detalhes sobre a forma de colaboração.

 

Áreas para as quais procuramos especialistas:

  •  Biologia
  •  Economia
  •  História
  •  Medicina
  •  Medicina Veterinária
  •  Filosofia
  •  Sociologia
  •  Contabilidade
  •  Direito
  •  Mecânica
  •  Química
  •  Física
  •  Matemática

 

Família (Taxonomia)

Conceito de Família: Família, em biologia, corresponde a um dos níveis taxonómicos do sistema de classificação criado por Lineu para agrupar os indivíduos e que…

Este artigo é patrocinado por: «A sua instituição aqui»

Conceito de Família

Família, em biologia, corresponde a um dos níveis taxonómicos do sistema de classificação criado por Lineu para agrupar os indivíduos e que posteriormente foi revisto e adaptado consoante os novos conhecimentos que foram sendo adquiridos. Outros níveis taxonómicos correspondem ao Reino, ao Filo, a Classe, a Ordem, ao Género e a Espécie.

Numa família, os seres vivos que a compõem estão muito próximos entre si e possuem atributos muito semelhantes, claro que não tão semelhantes como os indivíduos que pertencem à mesma espécie. Segundo os princípios de taxonomia usados por Lineu e seus sucessores, cada família corresponde a uma ordem e uma família divide-se em diversos géneros.

Os elementos que constituirão uma família são determinados por um taxonomista após uma análise das caraterísticas dos seres vivos, sejam elas caraterísticas morfológicas ou caraterísticas presentes ao nível do seu ADN. Para pertencerem à mesma família as caraterísticas dos indivíduos terão de ser semelhantes indicando alguma proximidade entre os indivíduos, assim como um ancestral comum.

Inicialmente os seres vivos eram agrupados segundo as suas caraterísticas físicas, observáveis a olho nu, seres semelhantes pertenciam ao mesmo grupo. Presentemente, após a descoberta do ADN, passou-se a analisar não só as caraterísticas morfológicas como também as caraterísticas genómicas que tornam os indivíduos em seres semelhantes, a análise dos antepassados também é bastante importante, pois permite determinar a distância relacional que cada individuo tem com outro.

A distribuição das espécies em famílias depende de muitos fatores como os mencionados anteriormente, no entanto, entre os taxonomistas não existe um consenso sobre que método será o mais correto para analisar as relações entre as diferentes espécies, por esse motivo não existem regras rígidas para a formação de famílias sendo por isso importante o senso comum e o sentido críticos dos taxonomistas, não implicando que se pode fazer uma alteração ao nome da família só porque não se gosta dele, é necessário seguir as diretrizes dos códigos de nomenclatura internacionais.

Para famílias de plantas, fungos e algas a terminação do nome é” –eacea” enquanto que a terminação para as famílias de animais é “–idae”; como é possível verificar nas famílias Fagaceae (família da qual fazem parte os carvalhos) e Canidae (família à qual pertencem os cães), no entanto, nas famílias das plantas existem exceções à regra devido ao uso de nomes de famílias que já eram reconhecidos muito antes da criação dos códigos, para evitar confusões esses nomes foram mantidos.

O uso do taxa família para estudo evolutivos ou paleontológicos é mais comum do que o uso de outros taxas pois é reconhecido como sendo um nível bastante mais estável que o género ou a espécie, uma vez que não ocorrem grandes alterações a esse nível e as características são mais gerais.

16004 Visualizações 1 Total
16004 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.