Gostaria de ser nosso colaborador?

É especialista em alguma das áreas de conhecimento presentes na nossa enciclopédia? Tem gosto pela escrita? Gostaria de ser editor numa enciclopédia em português, integralmente escrita por especialistas? Gostaria de partilhar conhecimento?

Se a sua resposta é sim, então envie-nos o seu CV para geral@knoow.net para que possamos analisar e enviar mais detalhes sobre a forma de colaboração.

 

Áreas para as quais procuramos especialistas:

  •  Biologia
  •  Economia
  •  História
  •  Medicina
  •  Medicina Veterinária
  •  Filosofia
  •  Sociologia
  •  Contabilidade
  •  Direito
  •  Mecânica
  •  Química
  •  Física
  •  Matemática

 

 

Ecossistema

Conceito de ecossistema, as suas principais características, os serviços prestados. assim como alguns exemplos da aplicação do conceito…

Conceito de Ecossistema

F1010012

Ecossistema corresponde ao conjunto de seres vivos (fauna e flora) que se encontram numa determinada área e são influenciados pelos fatores abióticos presentes. O conceito de Ecossistema é a base da ecologia, sendo a sua principal unidade de estudo. O termo terá sido utilizado pela primeira vez por Arthur Tansley.

Apesar de largamente associado à ecologia, este conceito pode ser utilizado por outras áreas das ciências referindo-se sempre a um conjunto de estruturas ligadas entre si formando um sistema. Este conceito pode então surgir em áreas como os negócios, na engenharia, na medicina entre muitos outros. Aqui será apenas analisado o conceito referente à Ecologia.

Conceito:

O ecossistema corresponde a um sistema ecológico formado a partir das relações criadas entre os seres vivos e entre estes e o ambiente que os envolve, ocorrendo uma influência simultânea entre esse dois componentes. Este pode ser terrestre ou aquático dependendo do meio onde se encontra e dos seres que o constituem.

O tipo de ecossistemas também pode apresentar a intervenção de diferentes tipos de fatores abióticos, por exemplo a luz solar apresentar maior importância num ecossistema terrestre do que num aquático o contrário pode ser dito por exemplo da salinidade (mais importante em ambientes aquáticos).

Este conceito admite que os seres vivos possuem relações entre si, vivendo em comunidade ou comunidades, e com os elementos presentes no ambiente que os envolve. Este relacionamento deverá favorecer o funcionamento do sistema que dá origem, permitindo a manutenção do fluxo de energia e de matéria.

Os ecossistemas não possuem tamanho definido, nem limites ou forma precisa, sendo difícil determinar onde começa e acaba. Estes caracterizam-se pela diversidade das espécies que o compõem, assim como a existência de teias alimentares estáveis, o que não significa que os representantes de cada nível trófico existam exactamente na mesma quantidade.

O tamanho que compõe o ecossistema não define o este é, pois este pode corresponder a um oceano ou a uma pequena poça de água, sendo que os seus componentes corresponderam ao espaço disponível pelo biótopo. Ao mesmo tempo num ecossistema de grandes dimensões podem ser encontrados outros com menores dimensões.

Forma de funcionamento:

A resiliência do ecossistema deve-se à presença de uma grande diversidade biologia, isto é, à presença de um elevado número de espécies de fauna e flora. Esta elevada quantidade de espécies deverá permitir, ao ecossistema, a absorção ou a redução das perturbações que ocorram no ambiente, sem destruir as funções desempenhadas pelos seres vivos no ecossistema.

Como mencionado posteriormente o ecossistema é constituído por um componente biológico, designado por comunidade biológica, e por um componente abiótico, designado por biótopo. A manutenção do ecossistema está relacionada com a manutenção do equilíbrio das relações entre os seres vivos e o ambiente, sendo que a alteração de um factor pode provocar o desequilíbrio desse ecossistema, podendo este desaparecer por causa dessa alteração que lhe foi introduzida.

Os ecossistemas estão organizados através de uma estrutura trófica bem definida. Na sua base encontram-se os produtores, responsáveis pela produção de alimento através da conversão de energia e matéria inorgânica em matéria orgânica. Estes seres são geralmente plantas que realizam a fotossíntese. No caso de ambientes onde não há luz, os produtores utilizam outras fontes de energia, como por exemplo a energia ,que será utilizada em processos de quimiossíntese.

A matéria e a energia circulam nos ecossistemas. No caso da matéria, esta é reciclada, isto é, os seres vivos utilizam a matéria existente no meio transformando-a em matéria inorgânica com o auxílio dos decompositores, posteriormente os produtores irão devolver a matéria ao seu estado orgânico, formando um ciclo. Em relação à energia, esta acaba por ser distribuída ao longo da cadeia trófica, sendo perdida um pouco em cada nível, não sendo reaproveitada nem reciclada.

Serviços do ecossistema:

Os serviços do ecossistema são serviços que os ecossistemas fornecem ao ser humano, tanto de forma directa como de forma indirecta. Estes serviços podem ser de produção, regulação, culturais e de suporte.

Estes serviços trazem benefícios ao ser humano, ao mesmo tempo que permitem a manutenção e o equilíbrio dos ecossistemas que os fornecem. Os serviços podem ser obtidos directamente do ecossistema, como por exemplo a filtração das águas, ou então podem ser obtidos a partir da fauna ou flora que integra um determinado ecossistema.

Os serviços de produção corresponde ao facto de os ecossistemas produzirem fauna e flora que servem de alimento aos seres humanos, assim como a água, a madeira e outros recursos. Os serviços de regulação caracterizam-se pelos serviços prestados pelo ecossistema como a regulação do clima, a purificação da água, a polinização ou ainda o controlo de pragas.

Os ecossistemas permitem, ao ser humano, o usufruto de um ambiente agradável que favorece o desenvolvimento intelectual ou espiritual, assim como, as praticas recreativas através dos serviços culturais. A formação do solo, a reciclagem dos nutrientes, assim como a produção de nutrientes entre outras funções correspondem aos serviços de suporte, pois a sua existência permite a ocorrência de outros serviços.

As categorias indicadas anteriormente correspondem às quatro categorias apresentadas pelo “ The Millennium Ecossystem Assessment”, um relatório de 2005 que indica as principais características dos ecossistemas.

 Exemplos:

Os ecossistemas encontram-se e distribuem-se por todo o mundo, nunca de forma exactamente igual, pois estes dependem das condições do ambiente presente, as quais nunca são iguais.

Alguns dos ecossistemas mais reconhecíveis e reconhecidos são:

  • As florestas tropicais húmidas com uma vasta diversidade vegetal, assim como animal;
  • Os desertos quentes com a predominância de terrenos áridos e algumas espécies adaptadas às temperaturas extremas
  • Os corais com as cores berrantes, geralmente associados a águas quentes
  • As florestas de caducifólias (por exemplo de carvalhos)
  • Os ecossistemas ripários
  • Os ecossistemas urbanos
1289 Visualizações 3 Total

References:

Reis, Maria Carlos. Ecossistemas, um sistema dinâmico. Naturlink: a ligação à natureza. Consultado em: Junho 30, em http://naturlink.pt/article.aspx?menuid=23&cid=4410&bl=1&section=2&viewall=true

Ecosystem services. Biodiversity information system for Europe. European Environmental Agency. European Union. Consultado em: Junho 30, 2016, em http://biodiversity.europa.eu/topics/ecosystem-services

 

 

1289 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

 

 

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo