Banco de germoplasma

Conceito de Banco de Germoplasma, as suas características, os seus objectivos e exemplos em Portugal…

Conceito de Banco de Germoplasma

Banco de germoplasma é a designação atribuída a uma colecção de espécimes conservados com o intuito de conservar a informação genética das espécies de forma a preserva-las para gerações futuras.

O património genético conservado pode ser utilizado na actualidade ou pode vir a ser utilizado no futuro, caso as espécies se encontrem em risco de extinção.

Ao contrário do que se possa pensar, este conceito não é assim tão recente, sendo que os bancos de germoplasma começaram com as recolhas realizadas pelos agricultores. Com o avançar do conhecimento foram sendo descobertas novas técnicas que permitem uma melhor conservação dos espécimes preservados.

Os espécimes preservados podem surgir sob diferentes formas, entre elas podem ser mencionadas as sementes, o ADN e os tecidos. Estes espécimes, normalmente, corresponde a espécies com importância social, cultural ou económica para a população, podem ser também espécies que se encontrem em risco de extinção. Podem ainda corresponder a espécies autóctones da região, ou tratar-se de espécies exóticas.

A conservação pode ser feita em câmaras frias, in vitro ou ainda em crio-preservação. As temperaturas baixas servem para preservar os tecidos ou, no caso das sementes, para evitar a sua germinação. A preservação dos espécimes pode ocorrer por um longo período de tempo ou apenas durante um curto espaço de tempo sendo posteriormente usadas para cultivo.

Os principais objectivos de um banco de germoplasmas são:

  • Recolha de recursos
  • Inventariação de recursos
  • Conservação de recursos
  • Avaliação de recursos
  • Estudo de recursos (genéticos)

Os objectivos mencionados concentram-se sobretudo em espécies com valor económico e agrícola. As espécies preservadas podem ser vegetais mas também podem ser espécies animais (no entanto as ultimas de não ser tão comuns).

Estas colecções podem ser usadas tal como surgiram, sem que ocorra selecção das características mais favoráveis ou podem ser trabalhadas com o intuito de favorecer o desenvolvimento de determinadas características que permitam o desenvolvimento das espécies em condições menos favoráveis.

As alterações referidas, visão acima de tudo a criação de espécies mais resistentes a pragas ou, que permitam uma maior produção, favorecendo assim a produção de alimentos em larga escala.

Em Portugal podem ser mencionadas dois bancos de germoplasma. Um consiste num Banco de Germoplasma vegetal que se localiza em Braga e possui colecções de espécies vegetais de grande importância para a agricultora portuguesa.

O outro banco consiste num Banco de Germoplasma animal que se localiza em Santarém e acolhe diversos componentes com informação genética (sémen, células somáticas, embriões, …) de várias espécies autóctones de animais portugueses.

Palavras-Chave:

Património genético

Ácido desoxirribonucleico

Banco de sementes

Conservação

1049 Visualizações 5 Total

References:

Instituto Nacional de Investigação agrária e veterinária (2015). Missão. Ministério da Agricultura e do Mar. Consultado em: Julho 21, 2015, em http://www.iniav.pt/menu-de-topo/quem-somos/apresentacao/missao

(2012) Banco de Germoplasma. Boticas Parque. Consultado em: Julho 21, 2015, em http://www.boticasparque.pt/dados.php?ref=banco-germoplasma

FAO. 2014. Normas para bancos de germoplasma de recursos fitogenéticos para la alimentación y la agricultura. Edición revisada. Roma. Consultado em: Julho 21, em http://www.fao.org/3/a-i3704s.pdf

1049 Visualizações

 

 

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo

Flag Counter