Bacteriologia

Conceito de bacteriologia, as principais características desta ciência, assim como alguma da sua história…

Conceito de Bacteriologia

Caixas de Petri com meio o de cultura

Bacteriologia é a designação dada à ciência que estuda as bactérias, indicando a sua constituição e estrutura. Esta ciência corresponde a uma área da biologia, particularmente uma subdivisão da microbiologia, onde são estudados os seres vivos com um tamanho microscópico. O termo bacteriologia tem origem no grego “bakteria” que significa pequeno bastão e “logos” que significa estudo.

Apesar de serem conceito muito semelhantes a microbiologia é um termo mais geral que centra o seu estudo em todos os organismos microscópicos, enquanto a bacteriologia estuda apenas as bactérias. A microbiologia e a bacteriologia evoluíram devido a necessidades médicas e económicas, uma vez que as bactérias afectam a saúde assim como os alimentos que são consumidos podendo prejudicar o bem-estar. Este estudo contribui também para a criação de tratamentos, como as vacinas.

Bacteriologia é também o termo usado para indicar análises médicas com o intuito de despistar doenças ou a contaminação por agentes bacterianos nocivos. Nestas análises as bactérias são cultivadas em meio solido (aeróbico ou anaeróbio dependo do tipo de bactéria) para que posteriormente possam ser estudadas e identificadas.

Nesta ciência são estudados inúmeros seres capazes de causar infecções, assim como o melhor método para eliminar os efeitos que estes organismos podem ter sobre outros, particularmente o ser humano.

O estudo das bactérias centra-se na identificação destes organismos usando as suas características morfológicas, a sua estrutura, fisiologia, bioquímica e ainda o método de reprodução que utilizam assim como o seu metabolismo, ciclo de vida e a sua ecologia.

A bacteriologia centra-se no estudo de três áreas diferentes:

Bacteriologia geral – estuda as bactérias sua morfologia, fisiologia e ciclo de vida

Bacteriologia clínica – centra-se no estudo dos organismos causadores de doenças e na forma de tratar os efeitos provocados em outros organismos

Bacteriologia laboratorial – centra-se no estudo e identificação das bactérias

História da bacteriologia:

A bacteriologia teve o seu início no século XIII ao ser considerado a existência de seres vivos invisíveis que provocavam doenças, no entanto, não havia as técnicas necessárias para poder estudar estes organismos.

No século XIX, o estudo nesta área começou a ter uma maior expressão, devido ao avanço na investigação científica que desenvolveu novas técnicas que permitiam a observação e o estudo destes organismos. Foi no século XIX que a bacteriologia se tornou oficialmente uma ciência.

Dois dos bacteriologistas que contribuíram para um maior conhecimento nesta área foram Robert Koch e Louis Pasteur, pois desenvolveram um vasto estudo sobre a nocividade das bactérias e a forma de combater os seus efeitos.

O final do século XIX e o início do século XX foram uma época de grandes avanços nesta ciência, com a descrição de dezenas de espécies de bactérias patológicas. Nesta época surgiu também o uso de meio solido para a criação de bactérias (até ai eram apenas usados meios líquidos) facilitando assim o isolamento bacteriano. As técnicas de fixação e coloração bacteriana também foram desenvolvidas nesta altura.

O avanço da genética também contribui-o para um aumento do conhecimento das bactérias, permitindo desenvolver técnicas que usam as bactérias como vectores para a transmissão de características favoráveis a outros organismos.

Palavras-chave:

Bactéria

Microbiologia

Aeróbico

Anaeróbio

 

991 Visualizações 1 Total

References:

Aron S, editor.(1996) Section 1, Bacteriology Medical Microbiology. 4th edition. Galveston (TX): University of Texas Medical Branch at Galveston. Consultado em: Outubro 31, 2015, em http://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK7994/

Nogueira, Joseli Maria da Rocha; Miguel, Lucieny de Faria Souza. Capítulo 3, Bacteriologia. Conceitos e Métodos para a Formação de Profissionais em Laboratórios de Saúde. Consultado em: Outubro 31, 2015, em http://www.epsjv.fiocruz.br/upload/d/cap3.pdf

 

991 Visualizações

 

 

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo