Arthropoda

O grupo Arthropoda inclui animais tão abundantes e bem conhecidos das pessoas como os caranguejos, as lagostas, as aranhas, as formigas ou as centopeias.

800px-Goneplax_rhomboides_1

Goneplax rhomboides (Fonte: © Hans Hillewaert)

Os animais do grupo dos Arthropoda, comumente designados por artrópodes, são metazoários com um exosqueleto rígido e apêndices articulados. Incluem-se neste grupo animais tão abundantes e bem conhecidos das pessoas como os caranguejos, as lagostas, as aranhas, as formigas ou as centopeias.

Existem 5 grupos reconhecidos dentro dos artrópodes: os Trilobitomorpha (compreende as trilobites, animais já extintos), os Crustacea que incluem os caranguejos ou os camarões, os Hexapoda que compreendem os insectos, os Cheliceriformes, como as aranhas e os escorpiões, e os Myriapoda, grupo que inclui as centopeias. É o maior filo de animais que existe, até porque englobam os insectos, um dos grupos mais numerosos, diversos e bem-sucedidos do ponto de vista evolutivo. São animais bastante cosmopolitas e colonizam quase todos os habitats do planeta, terrestres, aéreos ou aquáticos.

Características gerais dos Arthropoda

Relativamente ao plano corporal geral dos artrópodes, os organismos deste grupo exibem uma simetria bilateral, são triploblásticos e protostómios. O corpo apresenta-se metamerizado, ou seja, dividido em diversos segmentos (tal como acontece com os anelídios), tanto ao nível das estruturas internas como externas. Esta segmentação desenvolve-se embrionariamente a partir de um crescimento teloblástico. O corpo está dividido na região da cabeça e do tronco, e é funcionalmente especializado de acordo com cada região corporal.

Na região da cabeça insere-se um par de olhos compostos localizados lateralmente e ocelos simples que podem variar em número (de 1 a vários). Estas estruturas fotossensíveis foram, no entanto, perdidas em alguns grupos de artrópodes. A porção anterior da cabeça possui, ainda, um labro (lábio) e o acron (primeiro segmento da cabeça) não se encontra segmentado.

A cutícula forma um exosqueleto bem desenvolvido, com placas esclerotizadas. É constituída por placas dorsais (tergites), laterais (pleurites) e ventrais (esternites). Esta cutícula externa é composta por quitina e por substâncias proteicas, podendo exibir diferentes graus de calcificação. A cutícula não possui colagénio na sua estrutura.

O celoma encontra-se reduzido a algumas porções apenas da região do sistema reprodutor e do sistema excretor, sendo que, a cavidade corporal principal é um hemocelo aberto. O sistema circulatório é também um sistema aberto, constituído por um coração dorsal e aberturas laterais (ostia) nas câmaras valvulares que efectuam o retorno sanguíneo.

O sistema digestivo dos artrópodes é completo e altamente regionalizado, com um estomodeu e um proctodeu bem desenvolvidos. O material digerido e as fezes estão encapsulados numa membrana peritrófica quitinosa. Exibem, ainda, um sistema nervoso semelhante ao dos anelídios, com gânglios dorsais, conectivos circum-entéricos (circundam a região anterior do tubo digestivo) e um par de cordões nervosos ventrais com gânglios. O protocérebro forma um centro ocular e o deutocérebro forma um centro antenal.

Uma das principais características dos artrópodes é o facto de possuirem apêndices articulados constituídos por um protópode na região proximal e um telópode distal. Os artrópodes não exibem cílios, excepto nas células sexuais masculinas presentes em alguns grupos. O crescimento corporal dos indivíduos ocorre por mudas periódicas do exosqueleto mediadas por uma hormona, a ecdisona. Os músculos corporais encontram-se organizados num arranjo metamérico. São músculos estriados e estão agrupados em faixas intersegmentadas. Possuem músculos dorsais e longitudinais, e um sistema de tendões.

A maioria das espécies é composta por indivíduos dióicos com desenvolvimento directo, indirecto ou misto. Algumas espécies são, no entanto, partenogénicas.

 

1350 Visualizações 1 Total

References:

Borges, P. A., Aguiar, A. F., Boieiro, M., Carles-Tolrá, M., & Serrano, A. R. (2008). List of arthropods (Arthropoda). Direcção Regional do Ambiente da Madeira/Universidade dos Açores.

Brusca, Richard C.  and Brusca, Gary J. (2002). Invertebrates. Sinauer Associates, 2ª Edição.

1350 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.