Annelida

Os Annelida são animais vermiformes e segmentados que colonizam habitats terrestres como as minhocas, ou aquáticos, como os vermes tubícolas.

Os animais do grupo Annelida são organismos vermiformes e segmentados que colonizam habitats terrestres como as minhocas, ou aquáticos, como os vermes tubícolas. Incluem animais de pequenas dimensões até organismos com mais de 3 metros de comprimento.

Os anelídios colonizaram com sucesso todos os habitats onde existe água disponível em quantidade suficiente. São particularmente abundantes nos ecossistemas marinhos, mas também podem ser encontrados em água doce e em sistemas húmidos terrestres. Podem ocorrer em formas de vida simbióticas, mutualistas ou comensais, e ainda como organismos parasitas. O seu plano corporal segmentado é altamente bem-sucedido. Cada órgão interno e região externa é repetida por diversos segmentos ao longo do corpo, seguindo uma homologia serial. Uma homologia serial caracteriza-se por uma repetição de estruturas corporais com a mesma origem embrionária, ao longo do desenvolvimento ontogénico do indivíduo. Nos anelídios, e tal como nos artrópodes, esta repetição resulta numa metamerização ou segmentação corporal que tem origem num tipo de desenvolvimento teloblástico. O desenvolvimento teloblástico é caracterizado pela proliferação de faixas mesodérmicas segmentadas, a partir de células teloblásticas da região posterior do embrião.

Características gerais dos Annelida

– São organismos vermiformes, segmentados e com uma simetria corporal bilateral;

– O celoma surge durante o desenvolvimento embrionário, a partir de um desenvolvimento  esquizocélico, ou seja, forma-se por separação das bandas de mesoderme que se originam a partir das células da região do blastóporo;

– O desenvolvimento dos anelídios é tipicamente protostómio. A segmentação é originada a partir do crescimento teloblástico;

– O sistema digestivo nestes organismos é completo e apresenta uma especialização em diferentes regiões. O sistema circulatório é fechado e os pigmentos respiratórios incluem a hemoglobina, a clorocruorina e a hemeritrina;

– Os anelídios exibem um sistema nervoso bem desenvolvido, apresentando um gânglio cerebral dorsal, conectivos circum-entéricos, e um cordão nervoso ventral composto por gânglios;

– A maioria das espécies possui metanefrídios ou, menos comumente, protonefrídios;

– A epiderme é revestida por ‘sedas’ na região lateral do corpo. A cabeça é composta por um protostómio e por um peristómio pré-segmentados;

– Os indivíduos podem ser dióicos ou hermafroditas. Muitas formas exibem uma larva trocófora (larva marinha com várias bandas de cílios) na etapa inicial do ciclo de vida. Este estágio foi perdido em alguns grupos de anelídios.

1530 Visualizações 1 Total

References:

Brusca, Richard C.  and Brusca, Gary J. (2002). Invertebrates. Sinauer Associates, 2ª Edição.

1530 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.