Gostaria de ser nosso colaborador?

É especialista em alguma das áreas de conhecimento presentes na nossa enciclopédia? Tem gosto pela escrita? Gostaria de ser editor numa enciclopédia em português, integralmente escrita por especialistas? Gostaria de partilhar conhecimento?

Se a sua resposta é sim, então envie-nos o seu CV para geral@knoow.net para que possamos analisar e enviar mais detalhes sobre a forma de colaboração.

 

Áreas para as quais procuramos especialistas:

  •  História do Brasil
  •  História de Angola
  •  História de Moçambique
  •  Medicina
  •  Medicina Veterinária
  •  Filosofia
  •  Sociologia
  •  Contabilidade
  •  Direito
  •  Mecânica
  •  Química
  •  Física
  •  Matemática

 

Abeto

Os Abetos são árvores gimnospérmicas, plantas vasculares com frutos não carnosos e sem sementes protegidas pelo fruto (‘gimnospérmica’ deriva do grego e significa ‘com sementes nuas’).

Pertencem à divisão Pinophyta e compreende diversas espécies da família Pinaceae, pertencentes ao género Abies.

São árvores de grande porte, com ramos regularmente verticilados (os ramos partem do mesmo nó e estão dispostos em torno de um eixo), folhas persistentes, lineares e aplanadas.

As pinhas são erectas e podem apresentar brácteas (pequenas folhas) salientes entre as escamas, dependendo da espécie. Quando as pinhas amadurecem, as brácteas separam-se.

 

Os abetos são espécies florestais

Os abetos são nativos das florestas temperadas da Europa, Ásia e América do Norte. Compreendem cerca de 50 espécies de árvores resiníferas com folhagem persistente, frequentemente cultivadas para obtenção da madeira ou para servirem de árvores ornamentais. A maioria das espécies são espécies florestais.

 

Na Península Ibérica

Nas Península Ibérica, o Abeto-branco (também pode ser denominado por Abeto-prateado) é uma das espécies do género Abies que pode ser observada. Ocorre nos Pirenéus, em zonas mais frescas e com terrenos de solos profundos, formando florestas só constituídas por abetos, ou em formações mistas juntamente com as faias. O Abeto-branco também é abundante em regiões como Lleida, Huesca, Navarra, Barcelona e Girona.

Em Portugal, pode encontrar-se o Abeto-branco nas serras do Gerês e da Estrela, da Nogueira e de Montesinho. Podem ainda encontrar-se pequenas manchas de Abeto-branco em Abadim – Cabeceiras de Basto. Também em Portugal, podemos encontrar o Abeto-espanhol (Abies pinsapo) nas serras do Gerês, da Estrela e de Montesinho.

 

Referências bibliográficas

Stern, K. R., Bidlack, J. E., Jansky, S., & Uno, G. (2006). Introductory plant biology. Boston: McGraw-Hill Higher Education.

C. J. Humphries; J. R. Press; D. A. Sutton. (2005). Árvores de Portugal e Europa. FAPAS (Fundo para a Protecção dos Animais Selvagens) – 2ª Edição Portuguesa 2005.

1068 Visualizações 1 Total
1068 Visualizações

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo